SAÚDE EM ALERTA - Cabedelo registra uma morte por H1N1 e autoridades de saúde local tentam esconder da população

Uma morte por influenza A do subtipo H1N1pdm09 foi confirmada em Cabedelo, na Grande João Pessoa, segundo o Boletim da Influenza divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta sexta-feira (20). Os dados correspondem ao período de 1º de janeiro a 20 de abril de 2018.
Enquanto isso, a Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) esconde o caso da população e nada publica para informação da opinião pública. Apenas se limitou em dizer que “vem garantindo o máximo de eficiência por parte das equipes médicas, paramédicas e auxiliares de suas unidades de saúde.” E acrescenta que “a população cabedelense merece todo nosso respeito e estamos adotando medidas pontuais emergenciais e planejamentos para dinamizar ainda mais a prestação dos nossos serviços”, explicou Murilo ao site oficial da PMC.

Além da morte por H1N1 em Cabedelo, também foram confirmadas duas por influenza A do subtipo H3, na grande João Pessoa. Outros quatro casos suspeitos foram descartados e um segue em investigação.

Segundo a SES, foram notificados 51 casos suspeitos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e, destes, dois casos (4%) foram confirmados para influenza sazonal. Foi descartada a presença do vírus da Influenza em 33 casos (64%). Os demais seguem em investigação.

A SES observa que, no entanto, as notificações realizadas por SRAG englobam um número maior de doenças respiratórias, o que eleva o número de casos notificados atualmente, com o objetivo de conhecer o comportamento não só das doenças ocasionadas pela influenza, como também das pneumonias.

Todo caso de SRAG hospitalizado deve ser notificado e encaminhado ao Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas da SES, exceto os casos atendidos nos serviços de saúde do município de João Pessoa.

Vacinação - A Secretaria Estadual de Saúde informou que a Campanha de Vacinação contra a Gripe vai ser realizada a partir de segunda-feira (23) até o dia 1º de junho, em todas as unidades de saúde dos 223 municípios do estado.

A meta para o ano de 2018 é vacinar 90% dos grupos prioritários: pessoas com 60 anos da idade ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, profissionais de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que estão sob medidas socioeducativas, e a população privada de liberdade.
Da Redação com informações do G1-PB
Foto: Michael Sampaio (CecomCab)

Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger