DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

Câmara de Cabedelo vai debater a política de cultura da cidade em sessão especial convocada pela vereadora Geusa

Mobilizados em prol da cultura e do fazer artístico da cidade portuária, os artistas e agentes culturais de Cabedelo, solicitaram apoio do poder legislativo, através do mandato popular da vereadora Professora Geusa Ribeiro, para a realização de uma sessão espacial daquele poder, afim de debater sobre as políticas públicas que venham fomentar, atender e fortalecer as práticas culturais na cidade portuária paraibana.
 A vereadora Geusa, apresentou o requerimento 114/2017, solicitando a referida sessão para debater a cultura, o que foi aprovado pela unanimidade dos presentes e marcada para acontecer nesta terça-feira 25/07, as 20:00 horas no Plenário da Câmara.
Além do fechamento do teatro e da biblioteca municipal, os artistas pretendem debater a omissão do poder público local no que diz respeito aos apoios as atividades como: Nau Catarineta, Banda de Música 12 de dezembro, Lei de incentivos a cultura, grupos de cultura de raiz, Movimento Cultural Renascer, Musipoc, Lapinha Jesus de Nazaré, Xaxado Infantil do Renascer, Coco do Mestre Benedito, Capoeira do Mestre Adeilson, e as tradicionais paixões de cristo que sempre foi realizada pelos Grupo de Teatro Amador Padre Alfredo Barbosa - GTAAB, no Centro. E, Korpalmart Cultura Popular/MCR, no Renascer, que correm o risco de desaparecerem por falta de apoios.
"A classe artística local está mobilizada e cada vez mais unida em prol da cultura e do fazer artístico local. Não queremos estender cabo de guerra e nem pegar queda de braços com a gestão municipal, queremos apenas ser ouvido e respeitado naquilo que aprendemos, sabemos e queremos fazer, cultura!", afirmou o Mestre Tadeu Patrício.
Para a vereadora Geusa esta é a oportunidade do poder publico local restabelecer uma relação harmônica com a classe artística da cidade. "Sou professora, militei muitos anos na cultura desta cidade e sei o quanto ela é importante para a libertação, afirmação e ocupação de nossa juventude, nossa função neste momento como vereadora, é de mediadora para que a cultura popular de Cabedelo continue sendo referencia como sempre foi", afirmou Geusa.

Texto: Aguinaldo Silva

Classe artística de Cabedelo protestam nas ruas pela reabertura do Teatro fechado desde 2015 pela gestão municipal

 
Indignados com o fechamento do Teatro Santa Catarina que, desde 2015 foi desativado pelo governo Leto para reforma do prédio, agentes culturais de Cabedelo saíram as ruas da cidade para protestar contra a falta de apoio para o fazer cultural e contra o desmantelamento da política de cultura construída ao longo dos últimos 15 anos pela classe artística cabedelense e o poder público local.
A concentração dos artistas aconteceu em frente ao teatro local, em seguida caminharam até o Cabedelo Clube, onde se reuniram com o Secretário Estadual de Cultura, poeta Lau Siqueira, visando encontrar solução para a paralisia cultural da cidade que, mesmo dispondo de um invejável orçamento anual da ordem de R$ 2 milhões e meio, usa 90% desses recursos apenas para pagamento de pessoal que a classe afirma não serem da cidade.
Além do fechamento do teatro e da biblioteca municipal, os artistas denunciam uma total falta de apoio do poder público local ao fazer cultural da cidade. Atividades como a Nau Catarineta, Banda de Música 12 de dezembro, a Lei de incentivos a cultura, os grupos de cultura de raiz, Movimento Cultural Renascer, Musipoc, Lapinha Jesus de Nazaré, Xaxado Infantil do Renascer, Coco do Mestre Benedito, Capoeira do Mestre Adeilson, e as tradicionais paixões de cristo que sempre foi realizada pelos Grupo de Teatro Amador Padre Alfredo Barbosa - GTAAB, no Centro. E, Korpalmart Cultura Popular/MCR, no Renascer, foram renegados a total falta de apoio.

A cidade de Cabedelo tem quatro grupos folclóricos que perpetuam as tradições populares. São eles, por ordem de fundação: Nau Catarineta (1910), Lapinha de Jesus de Nazaré (1974), o Grupo Folclórico Coco de Roda e Ciranda Mestre Benedito (1976) e Boi Formoso (1996). Estes, se não fosse a dedicação de seus condutores, já teriam desaparecido.

"E o Conselho de Cultura?" perguntou um artista local na reunião. "Conselhos, aqui em Cabedelo nenhum deles funciona a contento, apenas o tutelar e de saúde, mesmo assim de forma capenga. O prefeito só recebe conselhos de sua digníssima esposa que por sinal, como vereadora, participa de todas as atividades do executivo numa atitude desesperada de firmá-la como candidata a deputada ou sucessora do marido", respondeu outro indignado.

Texto: Aguinaldo Silva

A Secretária Cida Ramos leva estande da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Humano à Feira Brasil Mostra Brasil

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH) aproveitou a visibilidade da multifeira Brasil Mostra Brasil para divulgar o portfólio de serviços e ações que põe à disposição da população.
No estande da Secretaria, o público se inteira, por exemplo, de como funciona o Centro de Referência Especializado de Assistência Social Regional ou os serviços de proteção social especial, o benefício do Cartão Alimentação e o Disque Denúncia 123.
Funcionários escalados pela Secretaria e folheteria explicam ao público planos de intervenção como o Sinase, o atendimento sócio-educativo, as ações de enfrentamento ao trabalho infantil e os mecanismos usados pelas autoridades para enfrentar o abuso e a exploração sexual.
Quem visita o estande da SEDH se depara com um espaço decorado de balões coloridos, personagens alusivos ao serviços e projetos, mesinhas para crianças com brincadeiras lúdicas, minissala de cinema e a atenção da equipe da Secretaria.
Este é o terceiro ano em que a SEDH participa da Brasil Mostra Brasil, que está montada em área de 14 mil m² e 350 estandes, no Centro de Convenções de João Pessoa. O evento foi aberto na sexta-feira (14) e segue até 23 deste mês.
O objetivo é conscientizar, fomentar e dar visibilidade à população as formas de trabalho a que são submetidas crianças e adolescentes, desde os serviços domésticos a exploração sexual, como também mostrar o contraponto das atividades do Governo direcionadas ao combate dessas irregularidades e os projeto de apoio a famílias em situação de vulnerabilidade social.
“Esse é um canal de responsabilidade social e divulgação dos bens e serviços públicos que se transformam em ações concretas à população”, disse a secretária Cida Ramos.

Fonte: Assessoria da SEDH

Prefeitura de Cabedelo inicia inscrições para Concurso Cultural que este ano homenageia o Padre Alfredo Barbosa

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Educação, lançou o edital para o Concurso Cultural “Prêmio Padre Alfredo Barbosa”, em duas modalidades: Comunidade Cabedelense e Escolar.
O Concurso faz parte das atividades do Ano Cultural em homenagem ao primeiro pároco de Cabedelo, e busca valorizar o estudo da cultura e história local, fomentar o desenvolvimento de atividades artísticas, produção e disseminação de conteúdos literários e o desempenho linguístico nas escolas da rede pública municipal de ensino e na Comunidade Cabedelense.
As inscrições ocorrerão em duas fases: Adesão ao Concurso e Entrega dos Trabalhos. Para a primeira, o cadastro segue até o dia 10 de outubro nas modalidades Escolar e Comunidade Cabedelense. Já para a segunda fase, as inscrições começam no dia 10 de outubro e terminam no dia 10 de novembro.
Para a modalidade Comunidade Cabedelense, as inscrições são abertas a todos os cidadãos residentes e/ou que trabalhem em Cabedelo, e envolvem as categorias Desenho/pintura, Representação Cênica, Fotografia e Música. Serão premiados sete trabalhos, em um investimento total de R$ 3.300.
Já na Modalidade Escolar, participam unidades de ensino da rede pública municipal de Cabedelo, com trabalhos de alunos sob a orientação dos professores, acerca da vida/obra do Padre Alfredo Barbosa. Serão premiados 38 trabalhos, em um investimento total de R$ 8.900, em categorias distribuídas nos diversos níveis de escolaridade do ensino público municipal: Educação Infantil (Pinturas, Representação Cênica); Fundamental I (Desenhos/Pinturas, Representação Cênica, Produção de texto Informativo, Produção de texto Narrativo, Fotos que contam histórias); Fundamental II (Desenhos/Pinturas, Representação Cênica, Produção de texto Informativo, Produção de Poema, Fotografia, Produção de objeto artesanal); e EJA I e II (Desenhos/Pinturas, Representação Cênica, Produção de texto Informativo, Produção de Poema, Fotos que contam história, Produção de objeto artesanal).
Para se inscrever, os interessados devem preencher os formulários de inscrição e entregá-los na Coordenação do Ano Cultural, localizada na  Seduc – Avenida Pastor José Alves de Oliveira, S/N, Camalaú.
Mais informações pelos telefones 3250-3130 | 3250.3135, ramal 218; ou pelos e-mails: anopadrealfredo@gmail.com | educaca@cabedelo.pb.gov.br
Acesse as fichas do Concurso aqui:

Fonte: Secom Cabedelo

O ator paraibano Lucas Veloso filho do humorista Shaolin está no elenco da nova versão de os Trapalhões 2017

Arô, psit, é ieu! Didi? Não, Didico – ou Lucas Veloso, líder dos novos Trapalhões. O ator paraibano de 21 anos lança nesta segunda-feira (17) no canal Viva e em setembro na Globo o trabalho que considera “o divisor de águas” da sua vida. Em dois meses de preparação para o personagem, ele aprendeu que, para ser um membro da trupe, é preciso mais do que ser engraçado.
“O fundamental não é a voz ou uma gracinha. É o estado de espírito do Trapalhão. Depois, aí sim, vem a voz e o corpo”.
E o que é esse tal espírito? Lucas explica:
“É a disposição de brincar com qualquer um, qualquer coisa, a qualquer momento. Mas sem a malícia do adulto. O Trapalhão ainda é uma criança.”
Qualquer coisa mesmo?
Embora a nova versão procure ser fiel à original, o ator admite que adaptações precisaram ser feitas em tempos de politicamente correto. “Os dias de hoje não permitem a gente fazer qualquer piada. Nossa geração está um pouquinho problemática com isso. Conseguimos trazer os anos 70 e 80 de volta, mas com o politicamente correto, que também é importante.”
Para ele, é possível brincar com minorias, desde que elas possam “rir de si mesmas”. Os artifícios do humor pastelão, que fizeram dos Trapalhões ícones brasileiros, hoje servem para “driblar” a patrulha, mas sem deixar conservador demais, diz Lucas. “O programa está leve. Não tem um humor bobo, mas está suave”. Ele completa:“Às vezes, o politicamente correto encareta o humor. Nosso texto não ficou careta.”
‘Carinha de safado’
Filho do humorista Shaolin, Lucas faz palhaçadas desde os 5 anos e, além do trabalho na TV, se apresenta pelo Brasil com piadas e imitações – ele tem um repertório de mais de 50 personagens, como Silvio Santos, Chacrinha, Marília Gabriela, Chico Anysio e Maria Bethânia. No ano passado, fez sua primeira novela, “Velho Chico”.
Para o novo trabalho – que Shaolin comemoraria “por uns 15 anos”, brinca -, fez ajustes no humor que aprendeu com o pai. “O humor que meu pai fazia e eu tem muito a ver com mostrar que você sacou alguma coisa que ninguém mais sacou. Já o trapalhão é o último a perceber o que está dando errado, mas é malandro. É o malandro ingênuo”, explica. “Precisei me adaptar nisso, tirar o excesso de confiança”. Mas ele vê semelhanças com o estilo de Renato Aragão:
“Renato tem uma carinha de safado, você ri da cara cínica dele. Eu tenho muito disso também, de fazer piadas absurdas com cara de que nada está acontecendo. Nós dois temos um humor nonsense, um pouquinho dissimulado, um pouquinho cruel até.”
40 anos depois
Lançada em homenagem aos 40 anos do programa, a nova versão dos Trapalhões tem, além de Lucas, Mumuzinho (Mussa), Bruno Gissoni (Dedeco), Gui Santana (Zaca), Nego do Borel (Tião) e Ernani Morais (Sargento Pincel).
Renato Aragão e Dedé Santana participam. “Eles não precisavam se preocupar com quatro moleques que estão começando, mas nos deram uma atenção fora do comum. Nos ajudavam a passar o texto, estavam sempre com a gente”, conta Lucas.
Em nove episódios, cenas históricas serão revividas – entre elas o musical “Papai eu quero me casar” – e esquetes inéditas incluirão elementos de 2017, como aparelhos tecnológicos. A essência, porém, é a mesma de 40 anos atrás, segundo o ator, e não deve desaparecer tão cedo:
“O projeto Trapalhões é maior do que qualquer ator, não pode durar só quarenta anos. Vou chegar aos 70 e falar: ‘Fui um Trapalhão’, vivi isso, morram de inveja’.”

Informações do G1.

O Sine-PB começa a semana com 321 novas vagas de emprego em sete cidades da paraibanas.

Entre as oportunidades, há vagas para técnico de manutenção industrial, motorista carreteiro e agente de vendas e serviço
O Sistema Nacional de Empregos na Paraíba (Sine-PB) oferece, a partir desta segunda-feira(17), 321 vagas de emprego. Entre as oportunidades, há vagas para técnico de manutenção industrial, motorista carreteiro e agente de vendas e serviço. Comente no fim da matéria.
As oportunidades de trabalho são distribuídas entre as seguintes cidades: João Pessoa (164), Campina Grande (49), Guarabira (35), Santa Rita (63), Patos (5), Bayeux (4) e Monteiro (1). Para a inscrição, os interessados devem procurar a sede do Sine-PB, localizada na rua Duque de Caxias, 305, no Centro de João Pessoa (próximo ao Shopping Terceirão), com RG e CPF.
Confira a relação completa:
Sine João Pessoa – 164 vagas
50 - técnico de manutenção industrial
45 - motorista carreteiro
40 - auxiliar de linha de produção (pessoa com deficiência)
10 - auxiliar de logística (pessoa com deficiência)
05 - inspetor de qualidade
03 - farmacêutico
02 - mecânico de auto em geral
02 - mecânico de automóvel
01 - faturista
01 - manicure
01 - mecânico de refrigeração
01 - pintor de automóveis
01 - auxiliar de pintor de automóveis
01 - babá
01 - esteticista

Sine Campina Grande - 49 vagas
30 - agente de vendas de serviços
07 - agente de microcrédito
04 - operador de abastecimento de combustível de aeronave
02 - mecanico de manutenção de ar condicionado
01 - cobrador viajante
01 - empregado doméstico nos serviços gerais
01 - encarregado de obras
01 - fiscal de loja
01 - instalador de máquinas
01 - técnico em segurança do trabalho

Sine Guarabira - 35 vagas
20 - costureira em geral
12 - servente de pedreiro
01 - gerente de departamento de pessoal
01 - operador de betoneira
01 - auxiliar de faroleiro

Sine Santa Rita - 63 vagas
10 - vigilante
10 - motorista vigilante
08 - vendedor de serviços
04 - auxiliar de almoxarifado
03 - auxiliar de cozinha
03 - borracheiro
03 - destilador
03 - ajustador mecânico
03 - analista de recursos humanos
03 - eletricista de instalações de veículos automotores
03 - fermentador
03 - mecânico de manutenção de máquinas agrícolas
03 - torneiro mecânico
03 - operador de caldeira
01- técnico de enfermagem do trabalho

Sine Patos - 05 vagas
05 - conferente de logística

Sine Bayeux - 04 vagas
01 - auxiliar de pedreiro
01 - bordadeira
01- cortador de roupa
01 - mecânico de refrigeração

Sine Monteiro - 01 vagas
01 - operador de caixa


CPI da Câmara de Cabedelo descobre que R$ 200 mil foram parar na conta da mãe de Lucas Santino no apagar das luzes de sua gestão

O ex-presidente da Câmara Municipal de Cabedelo, Lucas Santino, do PMDB, está sendo acusado de no dia 28 de dezembro de 2016, faltando dois dias para terminar sua gestão à frente da Câmara, transferir R$ 226.000,00 para a conta de sua mãe.
As informações foram prestadas pela Caixa Econômica Federal à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades na gestão de Santino à frente da Câmara de Vereadores do município na última sexta-feira (14), em mais uma reunião da Comissão.
Na 20ª Reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito que apura irregularidades na gestão passada da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cabedelo, instalada em determinação prevista no Requerimento 035/2017, foi apurado que R$ 226 mil reais dos R$ 345 mil pagos a empresa Nordeste Galpões em dezembro de 2016 no “apagar das luzes” da gestão do ex-presidente Lucas Santino foram depositados na conta corrente de sua própria mãe, Ana Maria Santino da Silva.
A informação foi repassada a imprensa pela CPI e consta no ofício nº 051/2017/AG, expedido pela Caixa Econômica Federal, remetido a comissão. Segundo a CEF, os cheques nºs 902341, 902351, 902319, 902320, 902321, 902338 expedidos para a referida empresa, foram depositados no dia 28/12/16, na conta nº 2521-9 de propriedade da genitora do ex-presidente da Casa.
As denúncias são gravíssimas uma vez que não há contrato celebrado na Câmara com a empresa citada, nem tampouco registro da licitação vencida por ela, ou mesmo, comprovação do serviço prestados.
Ainda, é de se espantar que uma suposta “empresa contratada” pela Câmara Municipal deposite quase 70% do seu pagamento na conta da mãe do seu contratante, faltando apenas dois dias para terminar sua gestão à frente do Poder Legislativo.
O que se tem de concreto são apenas os vultuosos pagamentos realizados a uma empresa que, segundo os membros da CPI apuraram, é possível que se trate de uma empresa “fantasma”, já que não funciona em sua sede indicada e registrada na Receita Federal e sequer seus proprietários foram encontrados para prestarem os esclarecimentos sobre tudo já apurado.

O assunto repercutiu na imprensa paraibana e deixa indignado os pacatos moradores cabedelenses que, espera ver moralizado o poder publico local, nas três esfera: executivo, legislativo e judiciário. Este ultimo, complacentes com os sucessivos desmandos praticados por políticos desta cidade (lixo superfaturado, compra das bestinhas, roubo do governo Júnior, renuncia inexplicável de Luceninha), sem que o mesmo se manifeste.
Redação com assessoria da CPI

Ricardo Coutinho virá a Cabedelo autorizar mais uma obra de mobilidade urbana na cidade o asfaltamento da via principal do Jacaré

O governador Ricardo Coutinho vai assinar, nesta sexta-feira (7), às 16h, a  ordem de serviço para mais uma obra de mobilidade urbana, dentro do Programa Mais Trabalho. Trata-se da pavimentação e urbanização da Avenida Jair Cunha, mais conhecida como rua da estação do trem em Jacaré, localizada na cidade de Cabedelo, ligando a interseção da Avenida Por do Sol (acesso à praia de Jacaré) até o Retro-Porto, com extensão de 2,1 km em pista simples.
A pavimentação vai beneficiar os municípios  de João Pessoa e Cabedelo e diretamente cerca de 20 mil habitantes da cidade portuária, que tem um tráfego médio diário de cerca de mil veículos entre caminhões, ônibus, automóveis, motos e outros utilitários. O investimento é de R$ 2,3 milhões, com recursos do Tesouro do Estado.
A pavimentação terá como principais serviços terraplenagem sistema de drenagem, pavimentação em CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente), calçadas em concreto, sinalização vertical e horizontal. As obras, iniciadas neste mês de julho, deverão ser concluídas em outubro próximo.

Para o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) da Paraíba, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, o governador Ricardo Coutinho atende a diversas reivindicações dos moradores da cidade ao determinar a realização da obra de pavimentação da avenida que vai proporcionar a modernização e ampliação da infraestrutura de Cabedelo, melhorar as condições da mobilidade urbana, eliminar o desconforto do tráfego em pista de terra ao longo da avenida, redução de acidentes de trânsito e o tempo de viagem, além de oferecer mais segurança aos seus usuários.

CPI que apura irregularidades na gestão passada da Câmara de Cabedelo manda prender depoente por suposta faltar de verdade a comissão

Voz de prisão ao depoente foi dada pelo atual presidente da CPI vereador Antonio do Vale - PRP
Uma audiência publica da CPI criada para apurar supostas irregularidades na gestão do ex-presidente da Câmara Municipal de Cabedelo, Lucas Santinho, acabou em confusão e um depoente preso.
O detido seria Diego Lima Nascimento, o mesmo seria funcionário ligado a tesouraria da Casa na legislatura passada e servidor de confiança do setor de finanças da gestão passada e responsável por diversos pagamentos a fornecedores.
O servidor se negava a atender a convocação da comissão e foi trazido a depor coercitivamente. Durante a audiência da CPI estaria desdenhado da comissão e seus membros, bem como, estaria não colaborando e se negando a responder o que lhe era perguntado, ou mentindo deliberadamente e por isso foi detido com base no artigo 342 do CP.
Ainda segundo a comissão, foi constatado que o mesmo trocava cheques de fornecedores diretos no banco. Vários cheques estão de posse da comissão constando a assinatura do mesmo no verso de cada cheque. “os fornecedores pediam pra mim trocar devido a minha facilidade com o banco”, teria respondido ele a comissão.
A voz de prisão ao depoente foi dada pelo atual presidente da CPI, Antônio do Vale, por suposta falta de verdade.  O homem foi levado para a delegacia da cidade pela guarda municipal.
Nesse momento, advogados estão na Delegacia tentando soltar o depoente. 
Da Redação

Foto: Aguinaldo Silva

Dep Arthur Cunha Lima defende nome de Lígia para ser a candidata de Ricardo nas eleições de 2018

O ex-vereador de Cabedelo e agora deputado da base governista, Arthur Cunha Lima Filho, inicia movimento ‘pró-Lígia’ para que pedetista seja a candidata da situação.
 Diante das especulações que o grupo de Ricardo Coutinho (PSB) não possui nomes relevantes para disputar seu cargo em 2018, o deputado Arthur Cunha Lima Filho (PRTB), que faz parte da base governista, defende a tese de que a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) pode ser a melhor opção. Em entrevista a uma rádio do Agreste paraibano, nesse fim de semana, o parlamentar não se intimidou em incitar um movimento ‘pró-Lígia’ com a intenção de que não só os paraibanos, mas também os políticos do grupo acatem sua ideia.
“Defendo e levanto a bandeira de que a candidata do nosso grupo político seja a vice-governadora Lígia Feliciano. É um nome correto, pessoa leal, preparada, uma médica, e que não deu motivo para desconfiança”, disse o deputado.
A expectativa de Arthur é que Ricardo renuncie ao cargo no início do próximo ano para disputar uma vaga no Senado Federal, deixando a cadeira para Lígia assumir, fazendo com que a candidatura da pedetista ganhe força e legitimidade na disputa com a oposição.
Em relação a possível aliança do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e Ricardo, o governista não cogita esse cenário político. “Os discursos que estamos ouvindo de Cartaxo, de Romero Rodrigues e do próprio Cássio Cunha Lima é de que as oposições vão marchar unidas”, enfatizou Arthur.
Os governistas até tinham um nome que aparentava ser bem aceito para entrar na disputa, que era o do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia (PSB), porém o deputado estadual preferiu não arriscar e sinalizou que seu interesse é disputar uma cadeira na Câmara Federal. Outra opção é o atual secretário de Recursos Hídricos, do Meio ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, que mesmo sendo aliado fiel ao governador ainda não tem unanimidade no grupo para entrar na disputa.

Redação com informações do Jornal da Paraíba

Inscrições para processo seletivo da Prefeitura de Cabedelo começam nesta segunda-feira (19)

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC) abre nesta segunda-feira (19), as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado que busca a contratação temporária de médicos para o município, com salários de R$ 3 mil. Estão sendo selecionados profissionais nas especialidades de Clínico Geral, Cardiologista, Dermatologista, Ginecologista-Obstetra, Neurologista, Neurologista Infantil, Oftalmologista, Pediatra, Pneumologista, Psiquiatra, Psiquiatra Infantil, Reumatologista e Ultrassonografista.
 As inscrições prosseguem até o dia 30 de junho e podem ser feitas no setor de Recursos Humanos da Secretaria de Saúde do Município, localizada à Rua Duque de Caxias, S/N - Centro, das 8h às 14h. Ao todo, estão sendo oferecidas 96 vagas, sendo 48 para contratação e 48 para cadastro de reserva.
 O Processo Seletivo Simplificado ocorre em caráter de urgência e busca atender às necessidades de excepcional interesse público do município. O processo terá validade de 12 meses, a partir da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por até igual período, a critério do município.
 Vagas – Estão sendo oferecidas 10 vagas para Clínico Geral (mais 10 ara cadastro de reserva); 2 vagas Cardiologista (mais 2 para cadastro e reserva); 2 vagas para Dermatologista (mais duas para reserva), 6 vagas para Ginecologista-Obstetra (mais 6 para cadastro de reserva), 2 vagas Neurologista (mais 2 para reserva), 1 vaga para Neurologista Infantil (mais 1 para reserva), 3 vagas para Oftalmologista (mais 3 para cadastro de reserva), 11 vagas para Pediatra (mais 11 para reserva), 2 vagas para Pneumologista (mais 2 para reserva),  2 vagas para Psiquiatra (mais duas para cadastro de reserva),  2 vagas para Psiquiatra Infantil (mais 2 para cadastro de reserva), 2 vagas para Reumatologista (mais duas para reserva) e 3 vagas para Ultrassonografista (sendo 3 para cadastro de reserva).

Fonte e Foto: Secom Cabedelo

Prefeito de Cabedelo expulsa vereadora de sua base e a mesma classifica atitude como ‘machista’ e covarde

O prefeito de Cabedelo, Leto Viana, mandou uma carta para a Câmara Municipal, na última terça-feira (13), dia do início do recesso parlamentar, lembrando dificuldades e fatos que marcaram a sua gestão, iniciada em 2013 com a renuncia de Luceninha.
Na publicação, lida pelo líder da base naquele parlamento, vereador Antônio do Vale (PRP), Leto falou das maiores dificuldades vivenciadas por ele a frente da gestão e explicou os motivos que o levaram a  “expulsar” a vereadora aliada, Fabiana Régis (PDT).
Segundo expressou Leto em sua carta, a parlamentar não sabe ser situação e tem dificuldade “em sair do palanque eleitoral e aceitar o resultado das eleições municipais e, por conseguinte, de trabalhar em parceria com a atual gestão municipal”.
Alegando constrangimento e que não pôde usar a tribuna para se defender, a vereadora Fabiana Régis (PDT) publicou um vídeo nas redes sociais criticando a postura do presidente Lúcio José, que não lhe permitiu usar a tribuna no dia da leitura da carta. Ela classificou o cartão vermelho da bancada de situação do prefeito Leto Viana, como normal e de quem "nada mais tem pra dar. Atitude de ‘machista’ e covarde", afirmou ela.
Em contato com o programa de rádio da capital, a filha do ex-prefeito Zé Régis disse ter sido pega de surpresa pela atitude de Leto e afirmou que nunca fez parte da base do prefeito. “Foi uma grande surpresa porque na verdade nunca fui convidada formalmente para fazer parte da bancada do prefeito. Fui convidada sim a debater projetos da nossa cidade. Sou uma vereadora que foi eleita pela oposição, fui oposição nas eleições, mas elas passaram e sempre deixei bem claro que a gente agora deveria todos se unir. Essa carta me pegou desprevenida e foi uma surpresa como foi feita, pela covardia com que foi apresentada” disparou.
A vereadora ainda taxou de “machista e autoritária” a forma que o prefeito utilizou para pedir a sua saída. “Eu não esperava mais de quem não pode dar mais. Meus colegas ficaram todos estranhos de cabeça baixa e eu não tive o direito nem de falar nada e é a segunda vez que isso acontece comigo. Não sei como eles podem dizer que eu era vereadora de situação porque eu sempre fui muito desrespeitada. Foi uma forma machista, autoritária e me surpreendeu a forma como armaram” concluiu.
Os partidário da vereadora acham até que Leto age deliberadamente, com a intenção de desmoralizar, não somente ela, mas, todos os que foram eleito pela oposição e foram atraídos para a base do governo por 'convergências, cargos ou pequenas benesses da administração'.
Edição de Texto: Aguinaldo Silva
Foto: Internet
Confira a íntegra da carta remetida pelo prefeito:
Senhor Presidente,
Senhores Vereadores,
Participo, inicialmente, a Vossas Excelências, aquilo que todos de uma forma ou de outra já sabem, quais sejam, as dificuldades no momento em que assumi a Prefeitura Municipal de Cabedelo, depois da renúncia do titular, e a nossa determinação, desde o início, de mudar o rumo da administração pública municipal, trabalhando pelo desenvolvimento do Município, pelo bem estar da população e a melhoria da prestação dos serviços públicos, buscando-se a eficiência da máquina pública no interesse da coletividade, no que pese o cenário econômico nacional desfavorável, com reflexos diretos também no Município.
Com efeito, registrem-se, os problemas encontrados foram enormes e desafiadores, senão vejamos:
A Prefeitura (ano 2013) encontrava-se no CAUC impedindo de receber recursos voluntários dos Governos Federal e Estadual;
· Atraso no pagamento de salário de servidores (folhas de pagamento à pagar);
· Dívida com a empresa prestadora dos serviços de coleta do lixo urbano;
· Atraso no repasse das contribuições sociais para o IPSEMC,
· Débitos com fornecedores e prestadores de serviços;
· Implantação do piso dos professores;
· Alíquota de contribuição especial do IPSEMC desequilibrando as finanças do Município;
· Parcelamentos débitos de alto valor e que não foram pagos pelo gestor da época;
· Prédios próprios e alugados sucateados, em sua maioria, em péssimas condições de funcionamento;
· Desaparecimento de 32 (trinta e dois) ar-condicionados de 60 mil btu’s, os quais não estavam compatíveis para os ambientes a serem utilizados, para prédios com situação elétrica que não suportavam a capacidade dos equipamentos;
· Excessos de gastos com combustíveis;
· Veículos da frota municipal sucateados;
· Construções de obras públicas inacabadas, a exemplo do ponto de Táxi do Intermares, prédios dos PSF’s e outros em situação de abandono;
· Falta de computadores e móveis necessários ao funcionamento dos órgãos da administração pública;
· Vários contratos de aluguéis com irregularidades na documentação apresentada;
· Praças e Quadras de esportes abandonadas;
· Hospital com intervenção do Ministério Público para reforma emergencial;
· Ruas sem pavimentação e sem saneamento básico, dentre outras situações críticas;
Dentre outras situações lamentáveis.
Concluímos a primeira gestão com a administração municipal organizada e no rumo certo, equacionando a enormidade de dívidas públicas encontradas e resolvendo dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras os problemas de toda ordem deixados pelos gestores anteriores, ao tempo em que, enfrentamos as eleições municipais de 2016, para saber do povo se o rumo dado pela atuação gestão estava em consonância com as expectativas populares. Aí fomos às ruas e enfrentamos toda a classe política antagônica que se uniu para nos derrotar, mas, ao final prevaleceu a livre consciência do povo que nas urnas aprovou o nosso modelo de administrar Cabedelo.
Ao término das eleições municipais de 2016, eleito pela vontade popular, convidei os Vereadores eleitos para uma parceria institucional e administrativa em prol do desenvolvimento sócio econômico do Município de Cabedelo.
Na composição, a “Vereadora Fabiana Régis” veio para a base do Governo juntamente com outros vereadores.
Todavia, venho observando que existe dificuldade da Vereadora Fabiana Régis de sair do palanque eleitoral e aceitar o resultado das eleições municipais e, por conseguinte, de trabalhar em parceria com a atual gestão municipal. Percebe-se a sua intenção, de não assumir, verdadeiramente, o trabalho parlamentar de situação ao Governo, para apresentar-se e declarar-se independente. Esta forma incoerente e sem firmeza, prejudica e vai a detrimento dos “vereadores” que dão total apoio ao Governo Municipal. Governo este que trabalha com responsabilidade e dentro dos princípios que norteiam a administração pública.
Destarte, de minha parte tenho que lamentar, pois como Vereador a época, sempre estive ao lado do então Prefeito Zé Régis, seu genitor, nas maiores dificuldades por que passou sua administração.
Lembro-me que em meados de 2009, houve uma denúncia contra o então Prefeito Zé Régis, com a possibilidade de suspensão e afastamento de suas funções por 180 dias pela prática de infrações administrativas, previstas no Decreto Lei 201/67, que dispõe sobre a responsabilidade dos Prefeitos e Vereadores, sujeitos a julgamento da Câmara Municipal.
O que ocorreu na época foi que duas pessoas que respondiam e assinavam alvarás e outros documentos na Prefeitura não tinham legitimidade para tal fim, haja vista que não estavam nomeados ou devidamente contratos pelo Município. Estes supostos funcionários estavam atuando na Receita. Havia fortes indícios de irregularidades. Deveria ter sido apurado os fatos através de uma comissão processante, com direito ao contraditório, ou seja, ampla defesa.
Naquele momento, mesmo tendo uma previsão legal, conforme preconizado no art. 69, inciso III, parágrafo único da Lei Orgânica Municipal, entendi que o afastamento sumário do então Prefeito Zé Régis não seria o melhor para o nosso Município, e optei por defendê-lo, com articulação e argumentos perante a Câmara Municipal para que este permanecesse no cargo, o que obtive êxito, no que pese dos 15 Vereadores da composição da edilidade, apenas eu, o Vereador Tércio Dornelas e o então Vereador Beninha fazíamos parte da Bancada de apoio ao Governo.
A política, compreendo, é feita para se demonstrar transparência em suas posições, sem se envergonhar do que faz. Assim se firma biografia de um político. Eu sempre assumi as minhas posições como Vereador, Vice-Prefeito e agora Prefeito.
Neste sentido, defendo com convicção a transparência das ações de um homem público, de forma a demonstrar sua personalidade e seu compromisso político e ético. Foi assim que pautei minha vida pública ao longo desses 30 (trinta) anos. Só o tempo é capaz de demonstrar as intenções das pessoas, já maldades se veem a todo instante.
Em síntese, registro:
“AOS INCAPAZES DE GRATIDÃO NUNCA FALTAM PRETEXTOS PARA NÃO TER”
– “Gustavo Flaubert”-
Diante dos fatos aqui expostos e primando pela coesão e unidade do grupo de sustentação do Governo Municipal, com independência, autenticidade e transparência em suas posições é que participo a Vossas Excelências que a partir desta data a “Vereadora Fabiana Régis” não faz mais parte do Governo.
Em desfecho, agradeço verdadeiramente aqueles que compõem a “Bancada do Governo” nesta Casa Legislativa, pelo trabalho até então desenvolvido em defesa da atual gestão, de forma democrática, firme e coerente, visando o desenvolvimento do nosso Município, no interesse do povo de Cabedelo, sobretudo, aqueles que mesmo que não marcharam conosco nas eleições, entenderem ser um momento de unicidade em prol do crescimento de nossa amada terra.
Sendo o que se apresenta para o momento, subscrevo-me,
Cordialmente,
WELLINGTON VIANA FRANÇA

Prefeito Constitucional de Cabedelo

Lucas Santino comparece a audiência da CPI, alega desconhecer a denuncia e o processo e invoca o direito de permanecer calado

"Entrou mudo e saiu calado" diziam meia dúzia de presentes a sessão da CPI da Câmara de Cabedelo que apura irregularidades na administração passada da Mesa Diretora, referindo-se ao depoimento do ex-presidente daquele poder Lucas Santino, principal investigado pela CPI.
Alegando desconhecer o teor das acusações que lhes são atribuídas pela CPI e denunciando que não recebeu a exordial, Lucas Santino invocou o sagrado direito de permanecer calado por entender que teve seu direito a ampla defesa prejudicado e cerceado. "Não recebi copia do processo e nem posso saber quais são as acusação que me fazem. Assim sendo, não poderei responder as perguntas da comissão pois não sei de que me acusam e nem li o processo para promover minha defesa" Disse Lucas a comissão.
O presidente da CPI, o também advogado vereador Antonio do Vale - PRP, nada pode fazer e apenas encerrou a oitiva do ex-parlamentar gestor, o advertindo de que o mesmo poderia ser novamente convocado para outros esclarecimentos e deu por encerrado o seu depoimento.
Segundo os críticos da CPI, a mesma sofre de 'inanição', pois não consegue juntar dez pessoas interessadas e acompanhar as audiências, não dispõe de uma assessoria de imprensa capaz de mobilizar o acompanhamento das sessões, elaborar os releases e alimentar a imprensa com a divulgação de tudo que acontece nas audiências públicas da CPI.
A informação é que a CPI não tem tido força si quer para ouvir um servidor que se nega a atender a convocação  e isso vem desmoralizando a comissão que está desacreditada e talvez seja mais uma pizza parlamentar como aconteceu com a CPI que apurou irregularidades na gestão do então presidente Edem Dantas, nos anos 90.
Texto: Aguinaldo Silva

Foto: Internet   

Buracos nas vias públicas de Cabedelo provocam prejuízos e levam transtornos a pedestres e motoristas na periferia

“Será preciso morrer alguém para que haja providência?”. Essa é a reflexão que faz moradores ao reclamar de buracos em grandes quantidades nas vias públicas dos bairros periféricos de Cabedelo, como é o caso do Jacaré, Portal do Poço e adjacentes, que vem provocando prejuízos e transtornos, tanto para os moradores da Rua, quanto a motoristas que transitam aquelas vias.
Lideranças e moradores locais, que se sentem prejudicados com os buracos, revelaram terem procurado a Prefeitura Municipal, através das secretarias afins, para que sejam feitas a terraplanagens, mas nenhuma providência foi tomada até o momento. "Há cerca de um mês tentamos uma solução junto a prefeitura e até agora nada" disse um morador indignado. “Eles vieram aqui, prometeram solucionar, mas ficou apenas na promessa”, disse outra moradora.
Os buracos provocam transtornos a motoristas e pedestres há cerca de dois meses e quando chove piora. “Começa pequeno, vai aumentando, aumentando e hoje está desse jeito, intransitável e sem solução”, reclamam os moradores que esperam que o poder público se digne em pelo menos passar uma máquina para planear a via.
Os próprios moradores colocaram sinalização, no entanto, principalmente à noite os acidentes são constantes, devido a escuridão na rua. Anteontem, quase acontecia uma tragédia quando uma moto passou pelo buraco e o motoqueiro caiu. O atual presidente da Associação de Moradores local, Marcelino Ferreira, sofreu um acidente caindo de sua moto ao livrar um buraco na via. “A prefeitura devia tomar uma providência urgente", pedem os moradores.
Com a palavra, a prefeitura de Cabedelo que, poderá responder através deste espaço, as denuncias feita pela comunidade.
Da Redação

Foto: Internet

Prefeitura divulga Walkyria Santos e Os Gonzagas entre as atrações do São João em Cabedelo

A Banda Nosso Xote do músico e morador do Renascer Jair Pereira, abrirá o show dos Gonzagas no dia 28
A 2ª edição do São João na Praça em Cabedelo acontece nos dias 23, 24, 27 e 28 de junho, na Praça Getúlio Vargas, e vai contar com shows de Walkyria Santos, Os Gonzagas, Alberto Bakana, Osmídio Neto, dentre outros. Também estão programadas apresentações de quadrilhas e manifestações culturais locais.
Na Praça, a decoração será assinada pelo professor Quirino, responsável pela cenografia da Paixão de Cristo deste ano. O evento contará com um cenário personalizado. As casinhas de madeira, bonecos, balões e flores estarão de volta à Praça para dar um colorido especial às comemorações e manter a tradição das festas dos santos juninos.
Dezenas de artistas e artesãos estão trabalhando na confecção dos objetos de decoração, que devem começar a adornar a Praça já na próxima semana. 
Os artesãos vêm trabalhando na confecção dos bonecos, na preparação da decoração das casinhas de madeira, dos balões e luminárias, cujas estruturas são de ferro. Os materiais utilizados são juta, tecido de chita, estopas e técnicas de pintura para flores e santos, sob o conceito da recriação e da reciclagem de materiais com criatividade.
Programação - O São João na Praça começa no dia 23, com shows de Osmídio Neto e Leco e D’Baile, e apresentações da Quadrilha Junina Viana.  No dia 24, quem anima a festa é o cantor Alberto Bakana e a banda Stylo Ousado.
Uma das atrações mais aguardadas, a cantora Walkyria Santos, se apresenta no dia 27, ao lado do cantor Mô Lima. O encerramento do São João na Praça será no dia 28, com a banda Os Gonzagas e a banda Nosso Xote
No Renascer, a PMC também preparou uma programação especial para o São João no bairro. NO dia 23, a festa será animada pelas bandas Forró Mulher Carente e Swing Levado JP.
Fonte e Foto: Secom Cabedelo

Prefeitura de Cabedelo altera expediente durante o feriado de Corpus Christi

O expediente da Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC) será suspenso na próxima quinta-feira (15) em virtude do Feriado Nacional de Corpus Christi. Também ficam suspensas as atividades na sexta-feira (16), que foram permutadas para a quarta-feira (14), dia em que o expediente será dobrado – das 8h às 12h e das 14h às 18h.
As medidas foram publicadas no Decreto nº 12/2017, assinado pelo prefeito Leto Viana no dia 5 de junho.
Nos dias 15 e 16, os serviços públicos essenciais deverão garantir o atendimento por meio de escala de serviço ou plantão. Todas as Secretarias deverão atender a esta determinação, para que não haja prejuízo da Administração Pública Municipal.

Secom Cabedelo

Veneziano bota o bloco na rua com outdoors em todo o estado para divulgar ações do “mandato do povo”e diz contar com o apoio do PSB


Quem conversa com o deputado federal Veneziano sai convicto de que será mesmo candidato a governador, apesar de ele não tocar no assunto ou repetir à exaustão de que o seu foco é a reeleição.
É que Veneziano circula na base do governador e nesse ambiente tenta se credenciar para ser o nome preferido para suceder Ricardo Coutinho.
Pra completar o zum zum zum, a Paraíba amanheceu banhada de outdoors onde o conceito “Mandato do povo” potencializa as suspeitas.
Pra não fugir a regra, Veneziano repete o discurso de que apenas está divulgando as ações do mandato e o seu voto no Congresso contrário as reformas trabalhistas.
Circulam informações de bastidores de que todas as pesquisas do PSB convergem para o nome de Veneziano e que ele aceitaria se filiar ao partido, caso essa fosse a pré-condição.
Fonte: Polemica Paraíba

Procon de Cabedelo realiza operação dia dos namorados e interdita o Motel Musa por diversas irregularidades

A Procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon) de Cabedelo realizou operação conjunta de fiscalização aos motéis instalados na cidade. Além da equipe do órgão, a operação Dia dos Namorados contou com o apoio de fiscais da Vigilância Sanitária, membros do Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar e Guarda Municipal.
A operação teve por objetivo detectar irregularidades nos quesitos de documentação, higienização do ambiente, obediência às regras básicas do direito ao consumidor, segurança e de saúde alimentar. Também é vistoriada a fixação das exigências de documentação nas portarias, alerta para a proibição do acesso de menores, e verificado se os estabelecimentos cumprem a obrigatoriedade de distribuir preservativos gratuitos e na quantidade prevista em lei.
Durante a ação do Procon, o Motel Musa foi interditado por apresentar diversas irregularidades, como a presença de produtos fora do prazo de vencimento, locais de armazenamento de alimentos contaminado com fezes de ratos e outros insetos, produtos expostos, mal acondicionados em seus recipientes, alimentos sem indicação de procedência e qualidade e, na cozinha, insetos e comidas prontas inadequadas para o consumo.
Ao todo, foram realizadas inspeções em três estabelecimentos: os motéis Éden, Musa e Fogeama. No Éden, foram encontrados alimentos sem indicação de procedência e fora do prazo de validade. Os fiscais também verificaram irregularidades nas condições de armazenamento. Todos os produtos irregulares foram apreendidos para descarte e foi lavrado auto de infração. A operação terá seguimento nos demais motéis da cidade.
“Em ambientes como esse, onde vários usuários têm acesso constantemente, é fundamental uma higienização perfeita, pois, ocorrendo o contrário, pode haver contaminação, desde doenças sexualmente transmissíveis até de riscos alimentares. É uma preocupação que ultrapassa o simples direito do consumidor e atinge as áreas da saúde, da segurança e da infância e juventude”, declarou o secretário do Procon, Francinaldo Oliveira.
Interdição – No Motel Musa, os fiscais também encontraram irregularidades nas condições de lavagem e acondicionamento de lençóis e toalhas. Além disso, verificaram falta de atualização do alvará da vigilância.
“Infelizmente, em dois motéis que visitamos, e principalmente no Musa, encontramos muitas comidas vencidas, estragadas, acondicionadas de forma inadequadas, lenções sem a proteção de sacos plásticos, como manda a regra, e higienização geral bem precária. A interdição, portanto, é a alternativa, pois há condições que impossibilitam seu funcionamento. A Vigilância Sanitária visa sempre os alimentos, pois um cliente que vier e consumir um produto vencido, por exemplo, com certeza terá problemas de saúde, como diarreias, vômitos ou até correr risco de morte”, declarou a inspetora sanitária, Jordana Cristina Pontes.
O Corpo de Bombeiros, por sua vez, também verificou algumas irregularidades, como alvará vencido, falta de sinalização dos extintores e de orientação de rotas de fuga para o caso de incêndios, e recarga dos extintores. O estabelecimento foi notificado para sanar os problemas num prazo de 30 dias.
“Em virtude das irregularidades detectadas, não restou ao Procon e aos órgãos parceiros outra alternativa senão optar pela interdição do estabelecimento. Faltam o alvará sanitário e do Corpo de Bombeiros, por exemplo, além de irregularidades encontradas na questão dos alimentos. Então, temos que agir assim, pois as condições aqui encontradas levam risco ao consumidor, ao usuário desse motel. Temos que fechar até que o estabelecimento possa se adequar e se regularizar”, declarou Francinaldo Oliveira.

Fonte e Foto: Secom Cabedelo

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger