DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

Turismo - Bergson Marques (PTC) propõe transformar a Praia de Miramar em área de contemplação e lazer

Reunidos com os membros do Movimento de Reconstrução de Cabedelo – MRC, o ex-vice-prefeito de Cabedelo Bergson Marques (PTC), propõe transformar a área localizada na Praia de Miramar em cabedelo, em local de contemplação do Farol da Barra e de lazer para o turista.
Para Bergson, a exemplo do turismo a Praia de Miramar está abandonada pela gestão municipal e não existe uma preocupação dos gestores com a venda das potencialidades turísticas da cidade.
“Esta área poderia ser transformada em espaço de contemplação do Farol da Pedra Seca, um dos cinco em funcionamento dentro d’água no mundo, em um projeto discutido com as entidades de proteção ambiental (GRPU, IBAMA, SUDEMA...), representantes dos pescadores artesanais, bares e barraqueiros, visando integrá-los em uma proposta voltada para a melhoria desse espaço aqui na orla de Miramar” disse Bergson.
Advogado, além de vice-prefeito na gestão de Dr. Junior, Bergson respondeu pela Procuradoria do município. Ele é ousado na proposta que defende para a Praia de Miramar em Cabedelo. “Isso que estamos vendo aqui é o retrato do descaso para com o turismo, nossa orla e a geração de rendas dos cabedelenses” Aponta Bergson que deve disputar a prefeitura da cidade portuária pelo PTC nas eleições municipais de 2016.
CLIQUEAQUI e ouça a entrevista exclusiva de Bargson Marques ao jornalista Aguinaldo Silva.
Texto, Foto e Reportagem: Aguinaldo Silva    

DEZ&FAIXA e SPORTING JR vencem seus adversários na semifinal e farão a grande final do IV Campeonato de Futsal de Jacaré

Um grande público formado por moradores, desportistas, atletas, autoridades, patrocinadores e colaboradores, estiveram presentes na quadra da SOAJE no jacaré na noite desta terça-feira (28) para prestigiarem as partidas da semifinal realizadas entre as equipes: DEZ&FAIXA x CABEDELO FUTSAL e MORRO DE BAIXO x SPORTING JR.
Na primeira partida o DEZ&FAIXA venceu o CABEDELO FUTSAL pelo placar de 2x0 e se consolidou como o primeiro finalista da competição. Na segunda partida, o SPORTING JR. surpreendeu o MORRO DE BAIXO e venceu de virada pelo placar de 4x3 e fará a final com o DEZ&FAIXA nesta quinta-feira (30), as 20:00hs, na quadra da SOAJE no Jacaré.
Das 24 equipes iniciais, quatro disputaram a semifinal na noite desta terça-feira (28/04) onde foi definida a grande final que será feita envolvendo às equipes do DEZ&FAIXA x SPORTING JR. Uma grande festa está sendo programada e já confirmaram presenças autoridades, desportistas, atletas, patrocinadores e colaboradores.
A imprensa, através dos jornalistas: Lima Souto do Programa Jogo aberto da TV Clube afiliada da Rede Band de televisão e Aguinaldo Silva do Portal Cabedelo na Rede, estarão presentes fazendo a cobertura do evento.  
Os organizadores Aracacy e Zé Carlos, acompanhados pelo Empresário Quintans e o Jornalista Aguinaldo Silva, estiveram na tabajara divulgando a semifinal e estarão na TV Clube no Programa Jogo Aberto com Lima Souto nesta quinta, ao meio dia, para divulgar a final.
A organização é dos desportistas Aracacy e José Carlos. O patrocínio é do Grupo Quintans. Apoio: Prefeitura de Cabedelo, Associação de moradores do Jacaré e do Portal www.cabedelonarede.com.br

Texto e Fotos: Aguinaldo Silva

]

Sine-PB oferece 574 vagas de emprego e operador de marketing receptivo tem mais oportunidade

 O Sistema Nacional de Empregos na Paraíba (Sine-PB) está disponibilizando 574 vagas para 35 áreas. A maior parte das oportunidades é para operador de marketing receptivo. Porém, há ainda outras funções como auxiliar de manutenção predial, cobrador de transportes coletivo e auxiliar de linha de produção entre outros cargos.
Quem quiser ingressar no mercado de trabalho por meio do Sine-PB deve comparecer à sede ou a qualquer posto do programa. Aqueles que não estão cadastrados poderão fazê-lo no local. Para isso, terá que apresentar os documentos pessoais de identidade, a exemplo do RG, CPF e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), além de currículo.
O endereço do Sine-PB é Rua Duque de Caxias, 305, Centro de João Pessoa. A sede fica próxima ao Shopping Popular Terceirão. As demais unidades de atendimento funcionam nas casas da cidadania (Tambiá, Manaéra, Mangabeira e Jaguaribe).
Em Cabedelo o SINE atende na Rua J. Machado - Praça Venancio Neiva - Al lado da Câmara Municipal.
Para obter mais informações, os interessados podem ligar para o número telefônico (83) 3218-6600. As atividades do Sine-PB são desenvolvidas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh).
Fonte: Secom-PB/SINE-PB
Foto: Aguinaldo Silva/Internet
Confira abaixo a relação das vagas disponibilizadas pelo Sine-PB:
03-açougueiro
02-ajudante de açougueiro
04-auxiliar de cozinha
01-atendente de lanchonete
01-auxiliar de costureira
03-auxiliar de depósito
01-auxiliar de lavanderia
10-auxiliar de linha de produção
01-auxiliar de manutenção prédial
01-bordador á maquina
01-cabeleireiro escovista
01-chefe de cozinha
05-cobrador de transportes coletivo (pessoas com deficiência)
02-costureira de máquina reta
02-encarregado de controle financeiro
01-encarregado de seção de controle de produção
01-encarregado eletricista de instalações
01-gerente de loja e supermercado
01-guincheiro
01-jardineiro
01-lavador de roupas
03-mecanico de automovél
02-operador de caixa (pessoas com deficiência)
01-operador de camera de video
01-operador de grua
01-operador de instalação de ar-condicionado
500-operador de telemarketing receptivo
01-padeiro
01-pintor de casas
01-programador de aplicativos educacionais e de entretenimento
01-serralheiro
01-sinaleiro
01-torneiro mecânico
01-tosador

15-vendedor pracista

Após encerrar greve na justiça o prefeito de Cabedelo publica no site oficial que atenderá as reivindicações da categoria

Para a oposição, o prefeito dar uma demonstração de sua truculência uma vez que a prefeitura tinha condições de atender aos professores e deixou que a greve durasse 34 dias.
Demonstrando que a prefeitura não caminha sobre pressão, após a justiça atender seu pedido e declarar ilegal a greve do magistério municipal, o prefeito de Cabedelo Wellington Viana (PTN), anuncia através do site oficial que vai atender as reivindicações dos professores.
Segundo publicou o prefeito Leto, a greve é um direito dos trabalhadores, mas deve ser usada como último recurso quando a legalidade não é respeitada. Ele classifica a greve recente dos servidores da educação de Cabedelo, um movimento inoportuno, uma vez que a Prefeitura cumpriu todos os compromissos legais, como a implantação do Piso Nacional do Magistério de 13,01%, assim como a complementação de mais cinco horas na carga horária dos professores de Básica I.
Os servidores e o representante do SINDCAB rebatem esta afirmativa do prefeito dizendo que “não ouve aumento dado pelo prefeito e sim um repasse feito pelo governo federal. Inoportuno é ficar 34 dias esperando a ilegalidade de uma greve que ele mesmo reconheceu como justa ao confirmar que a edilidade suportaria sim o que estávamos reivindicando. Porque não dialogou conosco? Porque deixou tanto tempo se passar para resolver”, pergunta Manoel Vieira.
Leia abaixo a íntegra do comunicado do prefeito ou CLIQUE AQUI para ler sua nota no site oficial da prefeitura.
Texto: Aguinaldo Silva/Secom Cabedelo
Fotos: Secom/Internet

COMUNICADO AOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO - Considero a greve um direito dos trabalhadores, mas ela é o último recurso quando a legalidade não é respeitada. A recente greve na Educação, em Cabedelo, foi um movimento inoportuno, uma vez que a Prefeitura cumpriu todos os compromissos legais, como a implantação do Piso Nacional do Magistério de 13,01%, assim como a complementação de mais cinco horas na carga horária dos professores de Básica I.
A Justiça determinou a ilegalidade da greve, o direito de desconto dos dias paralisados e o imediato retorno às atividades. Nesta segunda-feira (13), todas as aulas estão sendo retomadas.
Terminada a greve, a Prefeitura assume avanços em relação aos Profissionais da Educação:
- Gratificação de 100% para 14 profissionais (Fonoaudiólogos, Assistentes Sociais Educacionais, Psicólogos Educacionais e Intérprete de Libras), a partir de abril;
- Pagamento da diferença do Reajuste do Piso Salarial referente a fevereiro, também em abril;
- Devolução, na folha de pagamento de maio, dos valores financeiros referentes aos 10 dias descontados no período da greve. Através de um formulário, disponibilizado em cada escola e devolvido à Coordenação de Recursos Humanos, cada profissional da educação fará solicitação de devolução dos recursos descontados e o não desconto dos demais dias de faltas durante a greve, com o compromisso de reposição de todas as aulas não ministradas no período da greve;
- Apresentação, no mês de junho, do impacto financeiro da folha de pagamento, para subsidiar a reformulação do PCCR, respeitada a Lei de Responsabilidade Fiscal;
- Eleições para os Gestores Escolares no início de junho, conforme a legislação que será encaminhada à Câmara de Vereadores;
- Estão em processo de licitação reformas de cinco escolas: Miranda Burity, Edézio Rezende, Silvana Pontes, Edlene Oliveira, Damásio França.
- Na quarta-feira (15), a Secretaria de Educação reunirá os supervisores das escolas, para tratar do calendário de reposição das aulas não ministradas durante o período da greve, a ser avaliado e aprovado pelo Conselho Municipal de Educação.
Wellington Viana França

Prefeito Constitucional de Cabedelo

A Prefeitura de Cabedelo publica edital para eleições dos novos conselheiros tutelares da cidade

A prefeitura de Cabedelo através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) publicou no Quinzenário Oficial do Município edital para eleição dos conselheiros tutelares da cidade. O processo de escolha será unificado pela primeira vez em todo o país, conforme a Lei 12.696/2012. Em Cabedelo, a eleição visa preencher as 10 vagas existentes, distribuídas entre o Setor I e o Setor II.
O processo eleitoral acontece no dia 4 de outubro e os novos conselheiros tomam posse no dia 10 de janeiro de 2016, para o quadriênio 2016/2019. Podem se candidatar pessoas acima de 21 anos, residentes em Cabedelo e que estejam quites com suas obrigações eleitorais e militares e não tenham sido penalizados com a destituição da função de membro do Conselho Tutelar, nos últimos cinco anos. A candidatura deve ser individual e será feita na sede da CMDCA, localizada à Rua Anacleto Vitorino, s/n Centro, das  08h00 às 17h00, entre os dias 27/04/2015 a 29/05/2015.
 O CMDCA deve instituir uma Comissão Especial de composição paritária entre representantes do governo e da sociedade civil, para a organização e condução da eleição.  "Sendo o processo unificado, todos os municípios realizam as eleições no mesmo dia, tornando o processo eleitoral mais amplo e transparente. Com o intuito de melhorar o atendimento do conselho tutelar à sociedade, será adotada capacitação para os candidatos que tenham seus registros de candidaturas deferidos, visando a capacitação técnica e profissional dos conselheiros eleitos destaca o presidente do CMDCA,  Francisco de Assis Barbosa dos Santos.
Em Cabedelo os Conselheiros Tutelares tem vencimentos de R$ 1.300,00 e usufruem de benefícios trabalhistas e sociais, a exemplo de 13º salário, bonificação sobre férias, auxílio maternidade, entre outros constantes em lei.
Sobre o Conselho Tutelar - O Conselho Tutelar é órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, sendo composto por dois setores, com cinco membros cada, escolhidos pela comunidade local para mandato de 4 anos, permitida uma recondução, mediante novo processo de escolha. O Setor 1 abrange os bairros de Camboinha 3 até Miramar. Já o Setor 2 atende as áreas do Poço até Salinas do Ribamar.
Maiores informações você consegue através do telefone (83) 3250.3166 e CLIQUE AQUI para acessar o Edital publicado.
Edição de Texto: Aguinaldo Silva com a Secom de Cabedelo

Fotos: Internet

Ato público contra a terceirização do emprego, a privatização da Caixa e pela moradia bloqueia avenida Epitácio Pessoa , em JP

Integrantes do Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLM) e outras entidades das lutas populares fazem ato público, caminham da Epitácio até a ALPB, contra a terceirização do emprego, a corrupção, a privatização da caixa e pela aprovação dos projetos referentes ao Programa Minha Casa, Minha Vida.
O ato público realizado na manhã desta quarta-feira (15) bloqueou parte da Avenida Epitácio Pessoa, na capital paraibana. Integrantes do Movimento Nacional de Luta por Moradia e da União Nacional Por Moradia Popular na Paraíba ocuparam a sede da Caixa Econômica Federal por volta das 10h. De acordo com o coordenador da União, Alberto Freire, o grupo estará mobilizado contra os atos danosos aos trabalhadores e na defesa da moradia digna para os sem tetos.
Os manifestantes reivindicam a aprovação dos projetos referentes ao Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades, que tem como objetivo tornar acessível a moradia para a população cuja renda familiar mensal bruta não ultrapasse a R$ 1.600. Também fez parte da pauta do protesto a luta contra a privatização da Caixa Econômica Federal, a corrupção e o projeto em tramitação no Congresso que visa terceirizar a mão de obra e o emprego no Brasil.
Após ato na Epitacio os manifestantes seguiram em caminhada com direção a Assembléia Legislativa estadual onde se juntaram a outros grupos e concluíram o protesto. A manifestação contou inclusive com a presença de índios da Baía da Traição. A informação é que uma delegação estará em Brasília, onde participarão de protesto marcado para esta quinta-feira (16).
Edição de Texto: Aguinaldo Silva

Foto: Internet

O ConCidadesCabedelo foi Instituído e eleito pela 2ª Conferencia da Cidade, tomou posse na gestão passada, mas não se reune há mais de um ano.

Após a posse de Leto o Conselho da Cidade não fez uma única reunião. A nova gestão si quer indicou os novos membros da prefeitura para compor o Conselho.
Com o tema “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana Já!” A 2ª Conferência Municipal das Cidades, edição municipal de Cabedelo, foi realizada nos dias 09 e 10 de maio de 2013, no Teatro Santa Catarina atendendo as determinações do Decreto municipal nº 13/2013 de 21/02/2013. Entre suas deliberações, a plenária composta por todos os seguimentos da sociedade e do poder público, instituiu o Conselho Municipal da Cidade de Cabedelo – ConcidadesCabedelo, elegeu seus 27 membros e os nove delegados representantes do município na etapa estadual, que aconteceu nos dias: 22, 23 e 24 de agosto de 2013. Veja matéria no site oficial
O Conselho de Cabedelo tomou posse, elegeu sua executiva, aprovou regimento interno e tem até um Blog na internet. A presidência é exercida obrigatoriamente pela secretaria de planejamento da prefeitura, mas, não se reúnem desde a última reunião que aprovou o RI e a executiva ainda em 2013. No governo Leto, siquer foram indicados os novos membros do poder público e nenhuma reunião aconteceu. CLIQUE AQUI e tenha acesso aos documentos e mais informações, no Blog do ConcidadesCanedelo.
Criada pelo governo Lula, as conferencias das cidades são instrumentos democráticos de participação da sociedade civil organizada, para em parceria com os gestores públicos dos Entes Federados, debaterem e formularem proposições, avaliações e construir as políticas públicas para o desenvolvimento urbano das cidades, nas três esferas de governo (município, estado e união).
Os membros do ConCidades-Cabedelo, foram escolhidos obedecendo as porcentagens determinadas pelo Conselho Nacional das Cidades, contidas no artigo 19 do RI da Conferencia Estadual e contemplando todos os seguimentos ali presentes. A saber: 42,3% do setor público (câmara e prefeitura); 26,7% dos movimentos populares; 9,9% de trabalhadores, por suas entidades sindicais; 9,9% de empresários ligados as questões urbanas; 7% do setor acadêmico da cidade e 4,2% das Ong´s.
A sociedade que esteve presente na plenária da 2ª conferencia de Cabedelo quer saber: Porque o Conselho da cidade de Cabedelo não está funcionando? Porque os membros da nova gestão que compõe o conselho não foram ainda indicados? Com a palavra a Prefeitura da cidade para as respostas!

Texto: Aguinaldo Silva

Alargamento da BR230 em Cabedelo – Moradores vão a justiça contra o projeto do DNIT

 
Mobilizados pela ACICA (Associação para a Cidadania de Cabedelo), moradores da rua que o DNIT quer alargar no centro de Cabedelo, reunidos na noite desta sexta-feira (10/03) no Cabedelo Clube, decidem constituir advogado e entrar na justiça contra o projeto do DNIT de alargamento do Km 0 ao 2 da BR230, centro de Cabedelo.
Os moradores contrataram e vão constituir o escritório de advocacia do Dr. Talden Farias, consultor jurídico e professor universitário na área de Direito Ambiental e Urbanístico, Mestre em Ciências Jurídicas pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Doutor em Recursos Naturais que enviou a reunião com os moradores, o Dr. Luis Carlos. Segundo ele, o processo está eivado de falhas, o direito dos moradores é cristalino e no mínimo melhores condições para as famílias conseguirá. CLIQUE e ouça o advogado.
As famílias precisam angariar R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para pagar ao escritório. Uma comissão foi formada pela ACICA com apoio da Igreja e demais entidades presentes, com a finalidade de promoverem campanhas e arrecadar dos moradores e daqueles que, sensibilizados, simpatizem com a causa e desejem ajudar. Ernestinho explica como se dará isso CLIQUE AQUI e ouça o representante da ACICA.
Os Padres: Norberto, da paróquia São Judas Tadeu em Camboinha e Evandro Belarmino, da igreja matriz, acreditam que não apenas os habitantes da rua, mas, toda a cidade será afetada com as mudanças que o DNIT quer fazer. Eles conclamam os moradores da cidade a mobilizarem-se contra o projeto, em uma vigília permanente 24hs por dia, debaixo de tendas em praça pública e em sistema de revezamento e greve de fome. Veja nesse VÍDEO o que disse Pe. Norberto.
Dona Ivanilza da Silva Santos reside na via que o DNIT quer alargar ha 52 anos. Ela reclama da “mixaria” que querem lhe dar. “Compramos o terreno, construímos nossa casa e lá criei meus 5 filhos, agora querem me expulsar com as mãos abanando sem eu ter pra onde ir, meu filho”. CLIQUE AQUI e ouça o que diz Dona Ivanilsa.
Seu Wilson Urquiza da Nobrega, mora naquela via há 60 anos, preocupado com a retirada de sua casa e dos possíveis prejuízos que terá, falou a nossa reportagem. Confira o que disse seu Wilson clicando AQUI.
O vereador Eudes (PP) e o ex-vereador Wellington Brito, membro do diretório do PSB na cidade, estiveram presentes na reunião dos moradores com a ACICA e os advogados do escritório de Dr. Tilden, para apoiar a luta dos moradores contra o projeto do DNIT. Clique nos nomes e ouça o que disse EUDES e BRITO sobre o assunto.
Nossa reportagem não conseguiu falar com o superintendente do DNIT, o órgão informa que o projeto já foi discutido na câmara e com moradores da cidade. Coloca-se a disposição para mais esclarecimento e afirma ser o mesmo necessário para a desobstrução do transito e para o crescimento da cidade.

Texto/Foto e Reportagem: Aguinaldo Silva.

Padre Norberto propõe vigília e greve de fome contra projeto do DNIT de alargamento da BR230 no centro de Cabedelo

O padre disse está informado que a TECOP corrompe oficiais de justiça para atrasar processo de remoção do Petcoke
Há 15 anos atuando como líder religioso em Cabedelo, o Padre Norberto, pároco da Paróquia São Judas Tadeu em Camboinha, participou da reunião dos moradores com o advogado.
Ele criticou a postura das autoridades locais, disse que o povo está parado e conclamou os moradores e a sociedade para uma vigília permanente, 24hs por dia em praça pública e em greve de fome, para protestarem contra o projeto do DNIT.
Indignado, o Padre disse está informado que a empresa operadora do pó preto em Cabedelo está corrompendo oficiais de justiça para postergar o processo da ACICA pela retirada daquele produto do solo cabedelense. “Ridículo”! Enfatizou o pároco.
CLIQUE AQUI para ver o vídeo com as propostas e afirmativas do Padre Norberto.
Texto e Imagem: Aguinaldo Silva

Prefeitura divulga no site oficial que o TJ-PB determinou o fim da greve da Educação em Cabedelo

Segundo informações colhidas no site oficial da prefeitura de Cabedelo, o desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, do Tribunal de Justiça da Paraíba, acatou a ação impetrada pela Prefeitura Municipal de Cabedelo e determinou, nesta quinta-feira (9), a ilegalidade da greve da Educação e a suspensão do movimento dentro de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 500 até R$ 200.000,00.
Ainda segundo a informação da Secom municipal, o desembargador alegou em seu despacho o comprometimento do calendário escolar e a privação de merenda a vários estudantes, além do prejuízo ao aprendizado com uma eventual compensação de aulas futura.
A prefeitura afirma que concedeu um reajuste de 13,01% aos professores da Rede Municipal de Ensino no mês de março, conforme definido pelo Ministério da Educação através da Lei que rege o Piso Nacional salarial do magistério.
Acrescentando que além do reajuste, os professores também foram beneficiados com o acréscimo de pagamento de 5 horas na carga horária daqueles que recebiam por 25 horas, sendo 2/3 para aula e 1/3 da carga horária para planejamento, preparação de aulas, dentre outras atividades.
A categoria em greve rebate a informação do prefeito e afirma que aumento propagado pela gestão na verdade é apenas o repasse do governo federal. Ouça o que diz ManoelVieira, diretor do SindCab na ultima assembléia antes da decisão judicial.

Edição de texto: Aguinaldo Silva com informações da Secom Cabedelo
Foto: Internet

Assembléia do magistério cabedelense delibera pela continuidade da greve enquanto prefeitura divulga que justiça decidiu suspender a mesma.

Os servidores da educação de Cabedelo denunciaram não haver avanços nas negociações e muitos foram coagidos e pressionados a desistirem da greve sobre pena de serem demitidos ou transferidos de suas funções.
Em greve desde o último dia 05/03, os servidores da educação de Cabedelo fazem nova assembléia, decidem pela manutenção do movimento e denunciam que estão sendo pressionados pela gestão para retornarem ao trabalho sobre pena de demissão ou transferências.
Para Manoel Vieira, diretor do SINDCAB e do comando de greve, o prefeito faz terrorismo com essas ameaças aos servidores. “A categoria decidiu pela manutenção da greve até que a prefeitura resolva dar outros encaminhamentos as negociações e não apenas retaliação”. Clique Aqui e ouça o que disse ele.
Os cortes nos salários, as ameaças de demissão, os descasos com as reivindicações e a falta de diálogo motivaram os professores a continuarem a greve.
O Professor Wilton Fernandes chegou a defender o fim do movimento grevista por temer as ameaças do gestor. “Já conhecemos a truculência e o poder impositivo desse governo que já feriu a constituição e a lei de greve, ele pode muito bem usar o artigo 214 da Lei 523/89 para de forma arbitraria, condenar a gente por abandono de trabalho. Clique Aqui e ouça o que disse o professor Wilton.
Procuramos a prefeitura através da Secom e a chefe de redação nos informou desconhecer as ameaças relatadas e a decisão de continuidade da greve por parte dos servidores.
Além disso, a Secom publicou no site da prefeitura que O desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, do Tribunal de Justiça da Paraíba, acatou a ação impetrada pela Prefeitura Municipal de Cabedelo e determinou, nesta quinta-feira (9), a ilegalidade da greve da Educação e a suspensão do movimento dentro de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 500 até R$ 200.000,00.
Segundo a matéria publicada no site oficial da prefeitura, o desembargador alegou em seu despacho, o comprometimento do calendário escolar e a privação de merenda a vários estudantes, além do prejuízo ao aprendizado com uma eventual compensação de aulas futura. Clique Aqui e leia a matéria.
DIREITO DE GREVE - A Constituição Federal, em seu artigo 9º e a Lei nº 7.783/89 asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a oportunidade de exercê-lo sobre os interesses que devam por meio dele defender.
LEGITIMIDADE DO EXERCÍCIO DA GREVE - Considera-se legítimo o exercício de greve, com a suspensão coletiva temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação de serviços, quando o empregador ou a entidade patronal, correspondentes tiverem sido pré-avisadas 72 horas, nas atividades essenciais e 48 horas nas demais.
DIREITO DOS GREVISTAS - São assegurados aos grevistas: O emprego de meios pacíficos tendentes a persuadir ou aliciar os trabalhadores a aderirem a greve; A arrecadação de fundos e a livre divulgação do movimento.
PROIBIÇÕES - Os meios adotados por empregados e empregadores em nenhuma hipótese poderão violar ou constranger os direitos e garantias fundamentais de outrem. A empresa não poderá adotar meios para constranger o empregado ao comparecimento ao trabalho, bem como capazes de frustrar a divulgação do movimento.
A manifestação e atos de persuasão utilizados pelos grevistas não poderão impedir o acesso ao trabalho nem causar ameaça ou dano à propriedade ou pessoa.

Texto e Reportagem: Aguinaldo Silva

Profissionais com ensino superior e pós-graduação recebem salário mínimo para trabalharem a inclusão em Cabedelo

Existe na prefeitura municipal de Cabedelo um grupo de 14 profissionais concursados (conhecidos como G14) todos técnicos com ensino superior, pós-graduados e que recebem apenas um salário mínimo para trabalharem a inclusão no município. A Psicóloga Janaina Lucena e a Assistente Social Joelucia Leite integram esse grupo e falaram a nossa reportagem sobre as dificuldades vivenciadas no município e as reivindicações da categoria.
Elas criticaram a falta de diálogo da prefeitura, repudiaram os descontos dos dias paralisados feitos em seus contracheques do mês de março, cobram a aprovação do PCCR, afirmam que o aumento anunciado na verdade é o repasse do governo federal, reiteram que não ouve acordo no MP e enxergam fundamentos na greve do magistério no município.
“A greve tem fundamento e não é ilegal. A população deste município sempre esteve adormecida aceitando inclusive, escola sem estrutura alguma, como bem reconheceu a secretaria de educação em sessão da Câmara. Se fossem dados alvarás de funcionamento a essas escolas, muitas delas não teriam condições mínimas de funcionamento”, afirmaram. Clique aqui para ouvir a Psicóloga Janaina e Aqui para ouvirJoelúcia Leite
Alguns servidores informaram a assembléia que deliberou pela manutenção da greve, que o gestor municipal de Cabedelo mandou retirar dos contracheques dos grevistas, os dias não trabalhados, mesmo sem a justiça se posicionar pela ilegalidade da greve, o que consideram um absurdo.
O comando de greve ainda acusa a gestão municipal de ligar para alguns servidores em greve, pressionando-os e ameaçando-os para que voltem ao trabalho, sobre pena de serem transferidos ou demitidos.

Texto/Foto/Reportagem: Aguinaldo Silva

Vereador Eudes (PP) e Marcos Patrício do PSOL Falam sobre a greve dos servidores municipais e hipotecam apoio ao movimento do magistério cabedelense

O Auditor de Contas do TCE-PB e membro do PSOL de Cabedelo, Marcos Patrício, presente na assembléia dos professores realizada no último dia 01/04, no Cabedelo Clube, afirmou que o movimento de resistência dos professores municipal é pedagógico e serve de exemplo.
“Acompanho a luta dos professores cabedelenses por muitos anos e posso afirma que este ano, a luta da categoria está mais organizada e coesa”. Clique AQUI e ouça o que disse Marcos Patrício a nossa reportagem.
Já para o vereador Eudes do PP, o prefeito está mal de equipe “a assessoria de comunicação e jurídica da prefeitura é muito fraca e o prefeito um insensível que retira da boca das famílias dos servidores em greve os 10 dias não trabalhado, sem que a justiça tenha declarado ilegal o movimento grevista da categoria”.
Para Eudes, a educação é a base de tudo e o gestor não resolve o problema do magistério municipal porque não quer e isso prejudica os alunos, os servidores e o ano letivo municipal.
“O prefeito não somente desrespeita o povo da cidade, mas, os alunos, os profissionais de educação e a constituição que assegura o direito de greve aos servidores públicos. Ele presa tanto pela família, fez o que fez comigo em nome da honra da sua, e retira o pão da boca das famílias dos servidores em greve, isso é lamentável”, enfatizou o vereador. Clique AQUI e ouça o que disse Eudes.
Alguns servidores informaram a assembléia que deliberou pela manutenção da greve, que o gestor municipal de Cabedelo mandou retirar dos contracheques dos grevistas, os dias não trabalhados, mesmo sem a justiça se posicionar pela ilegalidade da greve, o que consideram um absurdo.
O comando de greve ainda acusa a gestão municipal de ligar para alguns servidores em greve, pressionando-os e ameaçando-os para que voltem ao trabalho, sobre pena de serem transferidos ou demitidos.

Texto/Foto/Reportagem: Aguinaldo Silva

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger