Câmara de Cabedelo deve analisar pedido de afastamento do prefeito Leto Viana e movimentos sociais vão as ruas pedir sua cassação.

Tal qual Dilma Rousseff, o Prefeito de Cabedelo Leto Viana, poderá mergulhar numa crise política sem precedente na cidade portuária paraibana. É que seguindo o exemplo do então governador Ronaldo Cunha Lima que, em nome da família, vitimou seu oponente o ex-governador Tarcisio Burity para defender seu filho. Leto Viana, teria agredido o vereador Eudes Souza do PROS, para defender esposa e filho, das denuncias de recebimentos indevidos de valores públicos, feitas pelo edil.
Segundo o parlamentar, a também vereadora e esposa do chefe do executivo, Jaqueline Viana, acumula cargos indevidamente na gestão municipal. Além disso, seu filho recebe sem trabalhar R$ 10.000,00 mensais como subsecretário da gestão. De acordo com a denuncia da oposição, a família leto, recebe mensalmente dos cofres públicos, cerca de R$ 50.000,00 e parte deste montante, estaria sendo paga sem a devida prestação de serviço.
Ao ser informado das denuncias feitas na tribuna da casa pelo parlamentar, o prefeito teria ficado furioso e procurou o presidente da câmara afim de marcar uma reunião com o vereador para esclarecer o assunto de uma vez por todas. “Fui atraído para uma emboscada” afirmou Eudes. De acordo com o parlamentar, Leto teria lhe ameaçado de morte e agredido fisicamente. “Mexa comigo mais não envolva meu filho e minha esposa em seus discursos, assim terás um inimigo e eu não responderei por mim” bradou o prefeito no áudio a ele atribuído.
Ao afirmar que apenas estaria cumprindo o seu dever de fiscalizar e que todos os servidores seriam iguais em sua análise, o vereador teria sido surpreendido com tapas e pontapés do prefeito praticante de artes marciais, Leto Viana (PTN).
O fato lamentável aconteceu nas dependências do anexo da Câmara e teria sido presenciado pelo vereador Lucas Santino Presidente da casa. “Lucas agarrou ele para não me matar pois o mesmo já buscava a arma de um de seus seguranças para me atingir” denuncia Eudes.
Em um primeiro momento usando sua página no facebook o prefeito afirmou que teria passado toda a manhã despachando em seu gabinete e apenas se ausentou para reunir-se com o presidente da Câmara Lucas Santino, regressando ao seu local de trabalho após a conversa.
“Desconheço e desautorizo o uso do meu nome em qualquer assunto relacionado à posturas não condizentes com a realidade e o meu modo de ser. Não posso tolerar que o trabalho que venho exercendo na Prefeitura de Cabedelo seja maculado por mentiras e boatos e vamos sempre combater com trabalho, se necessário procurando a justiça, as forças obscuras que tentam plantar retrocesso enquanto o povo de Cabedelo vê progresso” escreveu Leto na rede social.
Após emitir uma nota afirmando que não tinha discutido e tampouco se encontrado com o vereador José Eudes (PP), na última sexta-feira (13) e depois de tomar conhecimento da existência do áudio, o prefeito voltou atrás e admitiu a discussão com o parlamentar, no entanto, negou a existência de agressões físicas.
Segundo o procurador do município, Antônio do Vale, o comportamento descrito pelo vereador não condiz com a conduta política do prefeito. Para ele, o único objetivo do vereador seria criar uma cilada para o gestor. "Um vereador que vai a uma reunião com o presidente da Câmara com um gravador ligado pra tentar criar um cenário, uma armadilha, que incrimine o prefeito, para dizer que o prefeito teria feito ameaças de morte ou agressão, só pode ser uma cilada”, disse o procurador.
“Vamos interpelar judicialmente para que comprove, porque em nenhum momento houve este fato e ele não pode ficar espalhando inverdades contra o prefeito”, finalizou Antônio do Vale.
Além da imprensa, lideranças políticas, sócias e comunitárias de cabedelo compareceram na entrevista coletiva do vereador Eudes na manhã desta segunda 16/03. Representante do SindCab, da Rede SOS Cabedelo, AMI, MNLM, Movimento de Reconstrução de Cabedelo, entre outras entidades, usaram da palavra para repudiar a atitude do prefeito.
 "Não vou me calar. Continuarei denunciando as safadezas, imundices, falcatruas e nepotismo do prefeito Leto Viana" garante Eudes. O vereador revelou que prestou queixa na Delegacia de Polícia e vai pedir seu afastamento na sessão desta terça-feira 17/03. O edil ainda duvidou da renúncia do ex-prefeito Luceninha afirmando que "Foi tudo armação para Leto assumir o cargo", disparou.
As entidades articulam uma movimentação para pressionar os vereadores a apurarem as denuncias e ameaça convocar o povo pra rua e engrossarem o cordão dos professores e profissionais da saúde, em greve no município. Uma CPI poderá ser requerida para apurar a renuncia do ex-prefeito e as denuncias da oposição.
Edição de texto: Aguinaldo Silva
Fotos: Elias Martins
Veja a íntegra da segunda nota do prefeito postada em sua conta na rede social, onde fez a seguinte declaração:
“Nesta segunda-feira (16), foi veiculado um áudio, através do vereador Eudes Souza, que em nada condiz com a verdade. Nele, estão ataques sofridos por mim e por minha família, instituição sagrada que não permitirei que seja maculada por calúnias e ataques com propósitos eleitoreiros.
Quem me conhece sabe que sempre fui defensor do bom debate, fundamental para o exercício pleno da democracia. Acredito e defendo o diálogo como a melhor forma (e talvez única) de se chegar a um entendimento pleno e pacifico.
Diante dos fatos ocorridos hoje, não me resta outra alternativa a não ser acionar juridicamente, mais uma vez, o vereador Eudes, para que responda às inverdades que vem divulgando na Justiça.
O parlamentar, aliás, em muito foge à sua responsabilidade, que é a de fiscalizar o Poder Executivo, quando age de forma tão imprópria, atacando meus entes queridos, já que não consegue atingir-me enquanto gestor, que zela e trabalha pelo desenvolvimento de nossa Cabedelo.
Nossa administração, desde o seu início, vem sendo pautada pela transparência nas ações e pela responsabilidade com o que é público. Na ânsia por tentar desmerecê-la e já sem argumentos para criticar nossa gestão, o parlamentar, então, desfere calúnias à minha família, plantando notícias e denúncias infundadas e que não pode provar.
Ao longo de minha trajetória como homem público, sempre tive uma postura pautada na moralidade, na ética e no respeito ao Poder Legislativo e aos demais Poderes que gerem nosso município. Sempre me portei, sobretudo, ao lado da verdade e da transparência: de minhas ações e de minhas palavras.
E essa verdade que me faz vir a público novamente rebater e lamentar o nível das calúnias ditas pelo vereador Eudes.
Mas, mais do que tudo, quero agradecer ao carinho e ao apoio que recebi nas redes socais e pessoalmente. Agradecer à solidariedade e aos sentimentos voltados a mim e à minha família. Agradecer a confiança e o respeito.
Por fim, quero reiterar meu compromisso com a verdade, com o trabalho e com a vontade de fazer nossa Cabedelo se desenvolver ainda mais, buscando melhorar a qualidade de vida que o nosso povo tanto merece. E continuaremos fazendo isso com respeito, com ética e com a transparência que é necessária à uma boa gestão.
Leto Viana

Prefeito e cidadão do município Cabedelo
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger