Governo traça perfil dos resíduos sólidos produzidos nos municípios para criação do Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente, da Ciência e Tecnologia (SERHMACT), está concluindo a segunda etapa para elaboração do Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. A etapa compreende a caracterização física e composição gravimétrica de resíduos sólidos domiciliares dos municípios, item que deve constar também nos planos municipais de resíduos sólidos.
As quatro cidades visitadas pelas equipes da secretaria e da Sudema foram selecionadas por amostragem, de acordo com a faixa populacional. Foram elas: Guarabira, Cajazeiras (com população acima de 80 mil habitantes), São Bento e Serra Branca (com menos de 20 mil habitantes). De acordo com o roteiro metodológico disponibilizado pelo Ministério do Meio Ambiente, algumas residências de classe alta, média e baixa tiveram os seus lixos recolhidos por três dias consecutivos e levados para identificação e classificação. “Essa análise permite avaliar a origem e a geração desses resíduos, fornecendo subsídios para avaliação da eficiência do sistema de gerenciamento de resíduos em vigor”, explicou Beranger Araújo, da assessoria técnica de Meio Ambiente da SERHMACT.
De acordo com a gestora ambiental, Vanessa Fernandes, esse processo é essencial para o planejamento e operação dos serviços de limpeza urbana e manejo de resíduos, principalmente os de coleta, tratamento e disposição final, pois subsidia o dimensionamento e a especificação dos equipamentos que serão utilizados para este fim.
Os municípios não tiveram nenhum custo com a atividade, já podendo utilizá-la como subsídio nos seus planos. No entanto, o envolvimento e o apoio logístico dessas cidades foram fatores essenciais para a realização da caracterização dos resíduos. “Os municípios têm recebido nossa equipe com muita atenção, dando todo apoio logístico local necessário para realização das atividades e a população também tem participado efetivamente”, reconheceu a gestora ambiental.
Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – é o documento que aponta e descreve as ações relativas ao manejo dos resíduos sólidos, observadas suas características e riscos, no âmbito dos estabelecimentos geradores de resíduos das diversas atividades, contemplando os aspectos referentes à segregação, coleta, manipulação, o acondicionamento, o transporte, armazenamento, tratamento a reciclagem e a disposição final dos resíduos sólidos.
O gerenciamento de resíduos sólidos constitui um conjunto de procedimentos de gestão, planejados e implementados com o objetivo de minimizar a produção de resíduos e proporcionar aos resíduos gerados, a adequada coleta, armazenamento, tratamento, transporte e destino final adequado, visando a preservação da saúde pública e a qualidade do meio ambiente.

Fonte: Secom-PB
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger