DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

ACICA e o Observatório contesta no MP e TCE-PB, doação de área pública de 6.600m² em Intermares para a ATL Alimentos do Brasil.

 O Observatório de Gestão Municipal de Cabedelo solicitou ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Contas, providências cabíveis quanto ao ato administrativo do Prefeito de Cabedelo, que através do Decreto nº 39 de 02/07/2013, concedeu uma área de 6.600 m², sem contrapartidas, para a empresa ATL ALIMENTOS DO BRASIL LTDA, construir uma cozinha industrial para comercialização de refeições junto a órgãos públicos e privados.
Trata-se da “Área de Equipamento Comunitário” na Quadra 15, do Loteamento residencial Bela Vista II, em Intermares, com dimensão de 6.600 m², estimada em mais de R$ 4.000.000 (quatro milhões de reais). Também foi solicitada apuração de responsabilidade da Câmara dos Vereadores de Cabedelo que através da Lei nº 1.635 de 26/06/2013 desafetou indevidamente a referida área para que fosse doada a particular, desviando-a da finalidade para a qual foi destinada e inscrita no registro legal do loteamento residencial, como “área de equipamentos comunitários”.
Segundo os denunciantes, isso é feito sem o conhecimento dos moradores do bairro e sem compensação urbanística ambiental. Agindo assim a Câmara de Vereadores autorizou a subtração de uma área pública para atender aos interesses da empresa ATL ALIMENTOS que já possui uma sede própria no Bairro de Jacaré em Cabedelo e poderia como qualquer empresa comprar outra área para expansão dos seus negócios, em vez de receber sem ônus e contrapartida esse valioso terreno público.
Esses atos de alienação de terrenos públicos pelos prefeitos de Cabedelo para benefício de particulares, sempre com autorização dos Vereadores, vêm ao longo dos anos subtraindo as áreas destinadas a equipamentos públicos e comunitários do município sem consulta à população, sem processos licitatórios e sem contrapartidas para o município, com elevadas perdas para o patrimônio público, deixando a população cada vez mais desprovida de áreas para praças, equipamentos públicos e de serviços comunitários.
Ainda de acordo com as informações repassadas pela ACICA e o Observatório, temos o emblemático exemplo de uma área de 3,1 hectares também em Intermares que estava legalmente destinada para equipamentos públicos e que foi doada a uma faculdade privada sem contrapartida. Neste caso a ACICA (Associação Cabedelense para Cidadania) denunciou ao TCE-PB que reprovou a prestação de contas do prefeito José Régis em 2009, com uma ação do Ministério Público para que o município de Cabedelo seja ressarcido pelos prejuízos causados por este ato do então prefeito.
Em casos como esses, o Ministério Público do Rio Grande do Sul considerou que a norma geral urbanística (Lei 6.766/79; Lei 9785/99), vinculante para Estados-membros, Distrito Federal e Municípios, considera que as áreas institucionais (sistema de circulação e implantação de equipamentos urbanos comunitários) e as áreas livres de uso público (praças e parques), deverão ser proporcionais à densidade de ocupação prevista no plano diretor ou aprovada por lei municipal para a zona em que se situem. Em sua consideração, cabe ao Município o respeito à destinação dessas áreas, não lhe cabendo dar às áreas que, por força da inscrição do loteamento no Registro de Imóveis, passarem a integrar o patrimônio municipal qualquer outra utilidade. Não se insere, pois na competência discricionária da Administração resolver qual a melhor finalidade a ser dada a estas ruas, praças, etc., por já terem destinação preliminarmente determinada, principalmente sem uma compensação urbanística e ambiental.
Casos como esses precisam ser questionados e analisados criteriosamente pelas instituições de fiscalização e controle para que o interesse público e o patrimônio público não sofram prejuízos em benefício de interesses particulares e privados.

Fonte: ACICA/Observatório de Cabedelo

Luceninha e Dr. André (secretário de saúde) voltam de Brasília com saldo positivo para a saúde do município

O prefeito Luceninha apresentou projeto de reforma e ampliação do hospital ao Ministério da Saúde em Brasília.
O prefeito de Cabedelo, Luceninha, e o secretário municipal da saúde, André Lima, classificaram como positiva a reunião ocorrida recentemente, em Brasília, com o ministro da saúde, Alexandre Padilha. Luceninha destacou ainda a importância da participação do Coordenador Nacional de Saúde Bucal, Gilberto Pucca e do Deputado Federal, Manoel Júnior.
Ampliar e construir para melhorar a qualidade do atendimento aos usuários que buscam os serviços de saúde oferecidos pelo município. Estes são os propósitos dos diversos projetos desenvolvidos pela Prefeitura Municipal de Cabedelo, através da Secretária de Saúde e que já foram encaminhados ao Ministério da Saúde.
Dentre os projetos que já foram aprovados pelo Fundo Nacional de Saúde estão o da construção de duas Unidades Básicas de Saúde a ser construída no Jardim Jericó em Camboinha e outra no Portal do Poço, além de uma Unidade de Fitoterapia,a ser implantada  na Floresta Nacional de Restinga de Cabedelo (Mata da AMEM),  consagrando o único município da Paraíba a conseguir a aprovação de um projeto de ações de saúde ambiental.
Os projetos não ficam por aí, além dos já mencionados, também foram aprovados o da construção do  Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) tipo 3  que tem como objetivo acolher pessoas com problemas com álcool e outras drogas, estimulando sua integração com a sociedade e família. De acordo com a Assessora Especial da Secretária Municipal de Saúde, Magda Cecília, "este Centro funcionará em horário integral, podendo o usuário permanecer interno até 45 dias, dependendo da necessidade do paciente".
Em reunião no Ministério da Saúde, o Luceninha apresentou o projeto com orçamento em torno de R$ 7 Milhões, que visa a reforma e ampliação do antigo Hospital Geral de Cabedelo, situado à Rua Juarez Távora, para onde será transferido o atual Hospital Municipal, o que possibilitará a ampliação, com a instalação de cem novos leitos e dez UTI’s.
De acordo com o Prefeito, em Cabedelo existem diversos desafios a serem enfrentados, melhorar as condições da área de saúde é um deles. “A nossa luta por melhorias para o município é e será incansável. A ampliação do Hospital Municipal, que representa uma referência fundamental na cidade e nos municípios vizinhos, a exemplo de Conde e Lucena, principalmente no atendimento materno e infantil, é muito importante, uma vez que vai proporcionar melhores condições de atendimento e acolhimento aos usuários". Destacou Luceninha.
O projeto de ampliação do Hospital Municipal Padre Alfredo Barbosa foi idealizado por conta do aumento do fluxo de atendimento que, segundo o secretário de saúde de Cabedelo, André Luiz Barbosa, aquela Unidade Hospitalar atende uma demanda muito grande de pessoas, não só de Cabedelo, mas, também de outros municípios. "Atualmente, o Hospital Padre Alfredo dispõe apenas de 35 leitos e não possui nenhum leito de Unidade de Terapia Intensiva. Os casos de maior complexidade tem que ser transferido para João Pessoa", explicou.
Já de acordo com Magda Cecília, a transferência do Hospital Pe. Alfredo Barbosa para o prédio do antigo Hospital Geral é de extrema necessidade devido a possibilidade de ampliação. "No projeto consta a construção de 100 novos leitos sendo 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva e não há possibilidade de ser feito no atual prédio do hospital por falta de espaço", comentou.
O projeto contempla ainda a ampliação na parte de urgência, uma unidade de coleta de leite materno, um setor para realização de exames, dentro das normas do Ministério da Saúde. Atualmente o Hospital Municipal de Cabedelo conta com uma excelente equipe de profissionais e realiza em média 170 atendimentos diários. Também são feitos alguns procedimentos cirúrgicos como: Cirurgia de Catarata, Hérnia, Histerectomia e Vesícula.
Projetos em análise
Ainda estão em análise no Ministério da Saúde, o projeto Rede Cegonha, que tem como estratégia qualificar as maternidades em todo o País, combatendo as mortalidades materna e infantil, bem como o projeto de construção do Centro de Atenção Psicossocial -CAPs,  tipo 2,  unidade de acolhimento.
Fonte: SECOM - Cabedelo

Foto: Daniell Mendes

Tecop realiza Aula de Campo para estudantes da rede pública e abre as instalações da empresa para visitação de alunos do Augusto Severo.

Cerca de 20 alunos da escola estadual de ensino fundamental Augusto Severo, localizada na Vila dos Pescadores, em Cabedelo, tiveram uma aula diferente na tarde desta terça-feira (08). É que ao invés do aprendizado em sala de aula, eles foram conhecer o coque de petróleo e como funciona o Terminal de Combustíveis Sólidos da Paraíba (Tecop). A professora Estela Maria da Silva, da disciplina de Geografia e idealizadora da aula de campo,  acompanhou o grupo que foi recebido pelo gerente geral do Terminal, Adriano Araújo e pela engenheira ambiental da empresa, Thays Lira.
Acomodados em cadeiras, embaixo de uma tenda armada no jardim da Tecop, os alunos assistiram a uma aula diferente. Com a ajuda de um retroprojetor, Thays e Adriano falaram sobre a composição do coque, sobre a importância dele na geração de energia para indústrias de cimento, gesseiras e outras unidades industriais, sobre os cuidados que a empresa tem com o meio ambiente e sobre as práticas da Tecop enquanto empresa socialmente responsável. Durante a apresentação, os alunos também puderam manusear o coque, através de amostras de diferentes tamanhos do produto.
Para a estudante Vitória Karla, do 6º ano, o aprendizado foi muito interessante. “O coque é bom, mas muita gente fala mal dele sem saber. Hoje eu aprendi que ele tem mais energia que o carvão,  não destrói árvores como o carvão e não polui”, disse ela, que durante as explanações disse que quando crescer quer ser engenheira ambiental.
 A professora Estela, agradeceu a colaboração da Tecop e a disponibilidade da empresa. “Essa é a terceira vez que trago alunos para aulas de campo na Tecop. Aqui, eles tem informações importantes sobre o coque e aprendem coisas interessantes”, destacou a professora, lembrando que no ano passado, os alunos da escola Anibal Moura, fizeram um trabalho para uma feira de ciências sobre o coque depois que tiveram a oportunidade de conhecer a Tecop.
No final da aula de campo, o gerente geral do Terminal, Adriano Araújo, agradeceu a presença dos alunos e reiterou a disponibilidade da empresa em receber representantes da sociedade, a exemplo dos estudantes, para mostrar as boas práticas da Tecop e ajudar a esclarecer a importância do coque não apenas na geração de energia, mas, também no fomento do desenvolvimento e progresso onde quer que ele esteja. A visita foi encerrada com um lanche servido em meio ao verde dos jardins da Tecop.

Fonte e Fotos: News Comunicação

Obras de terraplanagem e asfaltamento da 3ª Via (retroporto de Cabedelo) foram inicias e estão a todo vapor.

As obras de asfaltamento da área que compõe o retroporto da Paraíba - onde se localiza o Terminal de Combustíveis Sólidos da Paraíba (Tecop) - já estão a todo vapor. Segundo informações do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), a empresa vencedora da licitação, a COPA Engenharia LTDA, começou a intervenção pela terraplanagem e asfaltamento da área externa da Tecop e terrenos vizinhos, mas, na semana que vem, já será a vez da via marginal à linha férrea (em frente à Tecop). Após isso, serão pavimentados os 1,8 km que compõem a Avenida Maria das Dores, via que liga a Tecop à BR 230.
De acordo com o engenheiro do DER, Armando Ribeiro, responsável por monitorar a obra, as intervenções na marginal da linha férrea não causarão transtornos ao fluxo de caminhões que se dirigem à Tecop. “A obra nessa via será feita em duas etapas. Primeiro um lado da linha férrea e depois o outro, de modo que os veículos poderão se utilizar sempre da parte que não estará em obras”, disse o engenheiro, frisando, no entanto, que quando a obra migrar para a Avenida Maria das Dores o trânsito para o Terminal será transferido para outra rua paralela. “Até lá vamos melhorar o rolamento da rua, que ainda é no solo, para não causar nenhum problema para as transportadoras de carga”, ressaltou o engenheiro.
Vale lembrar que o asfaltamento da área, principalmente da Avenida Maria das Dores, é uma reivindicação antiga da comunidade e que sua solução havia sido prometida pelos órgãos competentes desde a instalação da Tecop, em 2004. Somente agora, graças à intervenção do Governo Estadual a obra está sendo executada. Com a pavimentação, a operação dos veículos que trafegam pela via será facilitada. Para a população residente na área, isso significará menos poeira circulante e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.
Conforme a gerência da Tecop, dos cerca de 540 veículos que transitam na área do retroporto de Cabedelo, diariamente, apenas 54 fazem serviços para o terminal. Mas, para o vice-presidente da Tecop, Basten Ruijsenaars, a pavimentação é uma conquista a ser comemorada por todos. “Essa pavimentação é uma obra importante e agora, com as obras já iniciadas, esperamos que em breve possamos ver concretizada uma ação que vai beneficiar toda a sociedade”, disse o dirigente. O edital de licitação da obra, publicado em  julho, de nº 05/13, está disponível no site do DER.

Fonte e Fotos: News Comunicação

Prefeitura de Cabedelo e a Projecta realizam permuta de terreno por construção e urbanização de praças na cidade.

Moradores do Renascer estão insatisfeitos com a permuta, eles alegam que o distrito perde em patrimônio e não está sendo contemplado nas obras.
Com a anuência da Câmara Municipal, mediante a aprovação de 2/3 (dois terços) dos membros daquela casa, a Prefeitura de Cabedelo e a Projecta Material de Construções Ltda, realizaram a permuta de terreno público (rua localizado no entorno da referida empresa) medindo 530,00m². (quinhentos e trinta metros quadrados), avaliado em R$ 158.470,00 (Cento e cinquenta e oito mil, quatrocentos e setenta reais), desafetado da condição de bem de uso comum através da Lei nº 1.648 de 26 de julho de 2013, e permutado pela construção, reforma e urbanização de 2 (duas) praças na cidade.
De acordo com informações oficiais publicadas no site da edilidade, os serviços de reforma da "Praça da Palmeira" no centro da cidade já começaram e, depois de pronta, vai oferecer um local de lazer e integração social a população. A outra praça será construída no Recanto do Poço. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano está acompanhando a execução do projeto. A permuta foi autorizada pela Lei de nº 1.651/2013, aprovada na Câmara Municipal e publicado do Diário Oficial no dia 09 de agosto de 2013.
Segundo a secretária de Desenvolvimento Urbano, Ana Maria da Nóbrega, as praças terão uma infraestrutura necessária à prática de esportes, recreação, entre outras funções sociais. As obras de construção e urbanização dos equipamentos ocupa uma área total de 2.940,00m² (dois mil, novecentos e quarenta metros quadrados) e estão orçadas em R$ 231.851,10, (duzentos e trinta e um mil oitocentos e cinquenta e um reais e dez centavos).
A Praça da Palmeira no centro foi a única contemplada com a Biblioteca por possuir área disponível e ser localizada em frente a um estabelecimento de ensino, a tradicional Escola Municipal Rosa de Figueiredo. “Além de bancos, jardins e iluminação as praças vão dispor de uma academia de ginástica para a Terceira Idade, mesinhas para jogos e coletores para lixo reciclável. A única diferença é a implantação de uma biblioteca na Praça da Palmeira, doada pelo SESI (Serviço Social da Indústria)", afirmou a secretária.
O prefeito José Maria de Lucena Filho (Luceninha) ressaltou a importância da permuta, “Vamos amenizar um dos problemas sério que assolam o nosso município que é a deficiência de áreas públicas de qualidade para a integração da sociedade cabedelense”, disse. Ainda de acordo com Luceninha, a permuta teve resultado bastante favorável para a cidade de Cabedelo levando-se em consideração a questão relacionada a valores. “O cofre da Prefeitura obteve um lucro de R$ 73.381,10 que foi a diferença entre o valor do terreno e o da obra”. Finalizou.
Os moradores do Renascer não ficaram totalmente satisfeitos com a permuta realizada. Eles alegam que nas comunidades do Distrito Renascer (criado pela Lei 614/91 de 20 de junho de 1991) inexiste praça para a recreação comunitária e, mesmo assim, nenhuma das duas (fruto da permuta) será construída naquele núcleo habitacional. Eles até concordam que a rua era sim uma via inócua e sem movimentação. Porem era um bem de uso comum daquele núcleo habitacional e um patrimônio do distrito.
“Já perdemos a nossa área verde para a iniciativa privada. Uma rua de nosso patrimônio para as lojas Maias, outra para o São Braz, agora, para a Projecta. O terreno desafetado do domínio público para o privado pela lei que permitiu a permuta era publico e pertencente ao patrimônio daquele distrito e, no futuro, poderia servir para a construção da praça da comunidade”, afirmou a presidente da ASMORE.
Da redação com informações da SECOM – Cabedelo e ASMORE

Foto: Henrique/Daniell Mendes

O Vice-prefeito de Cabedelo Leto sai do PMDB e vai disputar em 2014 pelo PTN. Seu colega Josué Góes optou pelo PROS

 O vice-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, confirmou a sua saída do PMDB e sua filiação ao PTN. Da sua nova casa partidária, Leto recebeu o convite para ser pré-candidato a deputado estadual.
“Vou enfrentar mais este desafio na minha vida política, depois de seis mandatos como vereador, quatro vezes presidente da Câmara Municipal, atualmente como vice-prefeito, e principalmente com o apelo que venho recebendo dos cabedelenses, sou sim, pré-candidato a deputado estadual, disse Leto.
Ele falou ainda que Cabedelo precisa ter o deputado da cidade, que tenha o seu dia a dia no município. O pré-candidato afirmou ainda que seu candidato a governador em 2014 é Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). “Cabedelo precisa ter o deputado da cidade, que tenha o seu dia a dia no município". Finalizou Leto.
Já os vereadores Josué Góes - PRTB e Marcio Bezerra - PP, eleitos com 692 e 634 votos, respectivamente, no último pleito, deixaram suas legendas e filiaram-se ao recém-criado, PROS – Partido Republicano da Ordem Social.
Texto: Aguinaldo Silva com assessoria

Fotos: Fábio Araujo/Aguinaldo Silva/Internet

Conferência Estadual da Assistência Social da Paraíba será realizada nos dias 09 e 10 em Campina Grande

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) e o Conselho Estadual de Assistência Social, realiza nesta quarta e quinta-feira (9 e 10), a 9ª Conferência Estadual de Assistência Social. O evento será realizado no Hotel Garden, em Campina Grande, como etapa preparatória para a Conferência Nacional que acontece em Brasília, de 16 a 19 de dezembro.
Estão sendo esperadas para a Conferência Estadual cerca de 1 mil participantes, entre delegados que foram eleitos durante as etapas municipais e observadores.
Programação – A primeira palestra está marcada para às 10h30 com o tema “Gestão e Financiamento na efetivação do Suas”, proferida pela secretária adjunta nacional, Valéria Gonelli. No período da tarde da quarta-feira, outra palestra discute “A gestão e o controle social no Suas”, ministrada pela presidente do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), Luziele Tapajós.
Na quinta-feira, haverá a apresentação dos trabalhos de grupo e a escolha dos delegados que deverão representar a Paraíba na Conferência Nacional, em Brasília.
Importância – As Conferências de Assistência Social são espaços de caráter deliberativo em que é debatida e avaliada a Política de Assistência Social. Também são propostas novas diretrizes, no sentido de consolidar e ampliar os direitos socioassistenciais dos usuários.
Os debates são coletivos com participação social mais representativa, assegurando momentos para discussão e avaliação das ações governamentais e também para a eleição de prioridades que representam os usuários, trabalhadores e as entidades de assistência social.
A Conferência Nacional de Assistência Social acontece a cada dois anos com o objetivo de avaliar a política de assistência social e definir diretrizes para o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (Suas).
Fonte: Secom – PB

Foto:Internet

Vereador Rey (PT) usa o facebook para reclamar da falta de atendimento de seus pleitos junto a secretaria de serviços urbanos

O Vereador Reinaldo Lima – Rey (PT de Cabedelo) usou sua página no facebook (Clique e acesse) para fazer um comunicado aos moradores de sua comunidade em forma de desabafo, cobrança e apelo. De acordo com a postagem do vereador, ilustrada com fotos de entulhos acumulados em várias vias públicas do bairro, há mais de quatro meses ele cobra a retirada das metralhas das vias do Renascer, principalmente, o que está na frente da Escola municipal Plácido de Almeida no Renascer III e, até o momento, não foi atendido.
 “Venho comunicar aos moradores do renascer II, III e IV, que já solicitei do secretario de serviços urbanos Sr. Flavio Oliveira, ha mais de 4 meses, para fazer a retirada das metralhas das ruas e avenidas, principalmente, da frente da escola Plácido de Almeida,e ao lado da creche Josefa Regis no Renascer II”. Escreveu o vereador. “Infelizmente não fui atendido e fica aqui a minha insatisfação em nome do renascer II, III e IV”, concluiu o vereador.
Parabenizamos o vereador Rey pela atitude e defesa do Distrito Renascer. E, por questão de justiça, quero afirmar que acompanho sempre os trabalhos legislativos na cobertura para o Cabedelo na Rede e Renascer em Noticia e pude acompanhar, também, os inúmeros pedidos do vereador, sejam através de requerimentos ou nas reuniões em que participamos juntos.
Vale salientar que segundo o Código de Posturas de Cabedelo (Lei n° 307/77 de 01 de novembro de 1977 e suas alterações, promovidas pelas Leis complementares nºs. 0019, de 24/01/2006, Publicada no QOC de 16 a 31/01/2006. LC 0021, de 27/06/2007, Publicada no QOC de 16 a 30/06/2007. LC 0024, de 10/11/2008, Publicada no DOE de 21/11/2008. LC 0026, de 23/12/2010, Publicada no DOE de 31/12/2010), combinado com o Código de Edificações (Lei complementar 0003, de 22/10/1998, Publicada no IMOC de 06/11/1998 e suas alterações, promovidas pelas Leis Complementares 0011, de 18/11/2002, Publicada no QOC de 16 a 31/12/2002, 0018, de 24/01/2006, Publicada no QOC de 16 a 31/01/2006 e a 0027, de 25/03/2011, Publicada no DOE de 01/04/2011), compete aos responsáveis pelas demolições em construções realizadas no âmbito do município de Cabedelo, a retirada e recolhimento dos entulhos colocados nas vias públicas, sobre pena de multa.
Diante da ponderação do vereador, bem como, da necessidade de entulhos em outras partes da cidade, a exemplo das ruas de Oceania, Portal do Poço e Vila Feliz no Jacaré, quero crer que o secretário de serviços urbanos, Flávio de Oliveira, com sua sensibilidade social, deve promover a retirada do entulho e leva-lo para as ruas das comunidades acima mencionadas.
Texto: Aguinaldo Silva

Fotos: face do vereador
Confira as fotos postadas pelo vereador.

Vereadora Jacqueline inclui Cabedelo no movimento Outubro Rosa, pela prevenção ao câncer de mama.

Através de requerimento apresentado na Câmara Municipal, a vereadora Jacqueline (PRP) solicitou a inclusão de Cabedelo no movimento Outubro Rosa, pelo combate e prevenção ao câncer de mama. A parlamentar requereu ainda uma Sessão Especial, a ser realizada nessa terça-feira (01), às 20h30, para tratar do tema, e sugeriu uma parceria entre os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, a fim de que vários prédios públicos sejam iluminados de rosa, a partir dessa terça, com o objetivo de chamar a atenção dos cabedelenses para a problemática.
“Precisamos tratar desse assunto durante os 12 meses do ano, no entanto, esse mês é representativo para a causa e devemos aproveitar para atrair a atenção das mulheres cabedelenses e conscientizá-las de que a prevenção é o melhor caminho, por meio do diagnóstico precoce, que pode ser realizado com o autoexame e exames clínicos”, afirmou Jacqueline. A parlamentar ressaltou que o movimento Outubro Rosa tem alcance mundial, através de instituições públicas e privadas, e o nome da mobilização remete à cor do laço que simboliza a luta contra o câncer de mama.
A Sessão Especial dessa terça contará com a participação das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Cerimonial e de Trabalho, Ação Social e Mulher, além da palestra do mastologista Dr. Heverton Amorim.
Mamógrafo para Cabedelo – Também por meio de requerimentos apresentados na Câmara Municipal, a vereadora Jacqueline solicitou ao Prefeito Luceninha e ao Secretário Municipal de Saúde, André Luiz de Lima, que sejam intensificadas em Cabedelo as políticas públicas direcionadas à saúde da mulher, notadamente as ações de prevenção e combate ao câncer de mama. Foi nesse contexto que a parlamentar solicitou a aquisição de um Mamógrafo para realização do exame de mamografia no Hospital Padre Alfredo, em Cabedelo, bem como um Mamógrafo itinerante, a fim de fazer o exame diretamente nas comunidades.
“Com o atendimento desse pleito, as cabedelenses não terão mais que se deslocar para João Pessoa com a finalidade de realizar os exames, e assim estaremos gerando mais eficiência ao serviço público”, enfatizou a vereadora.
Atendimento itinerante para exames citológicos – Com o mesmo objetivo de promover a saúde da mulher, Jacqueline requereu ao Prefeito e ao Secretário Municipal de Transportes, Rogério Santiago, o conserto urgente do veículo onde são realizados, de forma itinerante, os exames citológicos nas cabedelenses.
“Reativando esse serviço, possibilitaremos o atendimento nos bairros, facilitando a realização dos exames e incentivando as mulheres a cuidarem de sua saúde”, explicou Jacqueline.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Vereadora Jacqueline

Grupo armado composto por três PMs de Pernambuco são detido em acampamento do MST em Caaporã e entregue a PRF

Na noite deste sábado (5) o acampamento sem-terra Wanderley Caixe, na cidade de Caaporã, divisa da Paraíba com Pernambuco, viveu momentos de tensão. Parte de um grupo de homens armados que rondava o local há alguns dias foi detido pelos trabalhadores. De acordo com a militante do MST da Paraíba, Maika Zampier, os homens detidos eram policiais militares, mas estavam à paisana a serviço de uma empresa de segurança comandada pelo sargento da PM de Pernambuco, Marxsuel Aurélio do Nascimento.
Nas primeiras horas deste domingo, os homens detidos foram entregues a Polícia Rodoviária Federal após intermediação do Incra. “Durante toda essa semana as famílias sem terra do acampamento foram abordadas por capangas sobre a mira de armas tendo seus documentos retidos. Na tarde do sábado três homens em um veículo preto entraram armados e sem identificação no acampamento buscando as lideranças e foram retidos pelos trabalhadores sem terra”, conta Maika.
As famílias que já estão trabalhando na terra estão apreensivas com a situação. “Apesar da lei estar do nosso lado, já que as terras ocupadas por nós eram improdutivas, os usineiros da região contratam essas pessoas para tentar nos afugentar”. Ela lembra que apesar do apoio da sociedade, o movimento tem no seu histórico o assassinato de vários de seus militantes.
Desde a ocupação do espaço de 9 mil hectares, dois deles já estão sendo cultivados e produzem abóbora e macaxeira.
Texto: Monica Melo

Fonte e Foto: WSCOM

Botafogo da Paraíba vence o Salgueiro de Pernambuco e está na final da Série D do Brasileiro

O Botafogo da Paraíba recebeu o Salgueiro de Pernambuco no Almeidão na tarde deste domingo (06) podendo perder por 1 a 0 que garantiria vaga na final da Série D do Campeonato Brasileiro. Mas apesar da vantagem, o ‘Belo’ foi melhor na partida, e com gols de Ferreira e Izaias, o time de João Pessoa venceu novamente a equipe pernambucana por 2 X 0 e está na final da série D do campeonato brasileiro e espera o vencedor do confronto entre Juventude e Tupi que ainda jogam pela semi-final.
Depois da partida, o técnico Marcelo Vilar avaliou que o trabalho da parte física, reabilitando os jogadores da viagem até Salgueiro, da parte tática; vendo como o Salgueiro jogava e do emocional; eliminando o “clima de já ganhou”, colaborou para a conquista da vaga na final. Outro ponto positivo, segundo o treinador, foi a torcida do Belo que tem sido o 12º jogador em campo. “Outra coisa que me faz feliz é está trabalhando em um time com uma torcida tão empolgante como esta”, disse o técnico do Belo.
O treinador disse ainda que não tem preferência entre os clubes que poderão ser adversários do Botafogo na final. “Nós não conhecemos a forma de jogar de nenhum dos adversários e, dependendo de quem quer que seja, vai ser um jogo difícil. O Botafogo tem que está preocupado é consigo mesmo, com o seu trabalho para que o time possa brigar por esse titulo inédito”, disse Vilar.
Pela primeira vez o Estádio Almeidão poderá sediar uma final do Brasileiro, caso seja confirmado que o último jogo da decisão seja realizado na Capital paraibana.

Fonte: MaisPB/Voz da Torcida

Datele requer a implantação do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional para Cabedelo

O Vereador Junior Datele se reuniu com a Secretária Municipal de Trabalho, Ação Social e Mulher, Vanda Lucena (Vandinha) e com a coordenadora de políticas públicas do município, Cícera de Brito e a senhora Aldenora Silva, conselheira estadual e nacional de segurança alimentar, pra discutir a implantação do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, no município de Cabedelo.
Segundo o vereador, o conselho por ele proposto através do Requerimento 466/2013, aprovado na sessão do último 24 de setembro, além de aglutinar a sociedade em torno dessa discussão, terá o objetivo de estabelecer um canal de comunicação para a discussão das políticas públicas voltadas para a área de segurança alimentar e nutricional na cidade portuária, a partir das necessidades de cada comunidade.
Ainda de acordo com o vereador Júnior Datele, foi acordado na reunião com a secretária e a conselheira, que para compor o conselho serão convidados representantes governamentais e da sociedade civil cabedelense, a exemplo das Pastorais, dos Rotyres, dos centros comunitários, associações, entre outras entidades.

Fonte e Foto: Assessoria do vereador

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger