Luceninha e vereadores vão a Brasilia se reunir com ministro Lobão pela permanência da Petrobras em Cabedelo

Depois de se reunir nesta segunda-feira (05) com o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, no Rio de Janeiro; foi a vez do prefeito de Cabedelo Luceninha, se encontrar nesta terça-feira (06) com o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. Luceninha com extrema habilidade, reuniu os vereadores do município e deputados das bancadas federal e estadual em prol da permanência da Petrobrás no município.
O saldo do encontro com o presidente da Transpetro foi bastante positivo. Na ocasião, o prefeito aproveitou para divulgar levantamento feito pela prefeitura apontando os prejuízos que a possível retirada das atividades da Petrobras do porto de Cabedelo para se concentrar apenas em Suape (PE), poderá acarretar. Os estudos apontam um prejuízo de mais de R$ 1,3 bilhão para a cidade. Isso significa que o município pode perder mais de R$ 108 milhões por mês, conforme está previsto na movimentação da empresa para o ano de 2014. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, esse valor corresponde apenas ao adicionado, ou seja, ao movimentado pela Petrobras. Isso quer dizer que o prejuízo financeiro pode ser ainda maior tendo em vista que a presença do posto em Cabedelo gera a movimentação de outras empresas.
O presidente da Transpetro posicionou-se favorável à permanência do terminal da Petrobras em Cabedelo e elogiou a iniciativa do prefeito Luceninha, dos vereadores e dos parlamentares paraibanos em se deslocaram ao Rio de Janeiro para defender os interesses de Cabedelo e do Estado. Com o prefeito e os vereadores, estiveram os deputados Trocolli Júnior, Wilson Filho, Manoel Júnior e Leonardo Gadelha.
Durante o encontro desta terça-feira  com o ministro Edison Lobão, Luceninha que estará acompanhado pelo secretário da Receita Municipal, Roberto Melo e pelos vereadores, Lucas Santino (presidente da Câmara),  Lúcio Araújo, Tércio Dornelas, Rosivando Viana, Moacir Dantas, Graças Rezende, Jose Eudes e Fernando Sobrinho, também participam da reunião, prometeu  fazer de tudo para evitar a desativação do terminal da Petrobras do Porto de Cabedelo.
Com relação às afirmações de que o motivo da suposta saída da Petrobras de Cabedelo seria  por conta do calado do porto, que não teria a profundidade necessária, o presidente da Companhia Docas da Paraíba, Wilbur Jácome desmentiu. Segundo ele, o porto tem capacidade para receber cerca de 32 mil toneladas de combustível e a maior carga movimentada pela Petrobras foi de cerca de 22 mil toneladas, portanto, o porto teria todas as condições de permanecer  sendo utilizado na cabotagem de combustível, atendendo, com folga, todas as necessidades da Petrobras.

Fonte: SECOM Cabedelo
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger