Luis Couto e ACICA reacendem o debate sobre o shopping e pedem que o MP quebre o sigilo bancário dos vereadores de Cabedelo


O deputado Luiz Couto (PT) ocupou a tribuna da Câmara Federal, nessa terça-feira (25), para tratar da votação na Câmara de Vereadores de Cabedelo (PB) referente à construção do Shopping Intermares.
Segundo o parlamentar petista, há comentário na cidade de que alguns vereadores que votaram contra a edificação do Shopping teriam recebido R$ 200 mil. “Isto é absurdamente grave e merece ser minuciosamente investigado”, defendeu.
Luiz Couto propôs aos envolvidos no episódio que abram espontaneamente os sigilos bancários, como forma de mostrar que as acusações não passam de boatos.
O deputado pediu ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) que solicite as imagens internas e externas das câmeras do Manaíra Shopping na semana da votação, bem como a quebra dos sigilos bancário e telefônico dos vereadores e do atual prefeito.
O deputado federal Luis Couto fez pronunciamento na Câmara Federal em que pede a quebra de sigilo bancário dos Vereadores e também do Prefeito de Cabedelo perante o lamentável episódio das Sessões Públicas que reprovou e voltou a aprovar a construção de um shopping center na cidade portuária paraibana.
Representantes da Associação para a Cidadania de Cabedelo – ACICA, Ernesto Luis Batista – Ernestinho e Karina Oliveira, do Instituto Soma Brasil, se referindo ao assunto, escreveram em rede social: "Concordamos plenamente com solicitação de quebra de sigilo bancário dos vereadores e do Prefeito de Cabedelo pelo Deputado Luiz Couto. Os comentários de que os vereadores haviam recebido dinheiro para votar contra a construção do shopping na cidade é grave. As circunstâncias desse episódio precisam ser muito bem esclarecidas para a opinião pública, não somente de Cabedelo, mas da Paraíba. A população não pode conviver com representantes cujas atitudes despertam dúvidas de decoro parlamentar. O interesse público e o respeito à população foi ferido de morte neste episódio”. Afirma o texto.
“Ao Prefeito e Vereadores de Cabedelo inclusive os omissos àquela sessão (Wellington Brito e Fabinho Oliveira), cabe a obrigação ética de provarem concretamente para a opinião pública que não foram beneficiados com dinheiro ou favores de qualquer natureza perante esse episódio que ficará marcado indelevelmente na história política da Cabedelo." Concluiu.
Confira discurso na íntegra:
O SR. LUIZ COUTO (PT-PB. Pronuncia o seguinte discurso.) - Senhor Presidente, Senhoras Deputadas e Senhores Deputados. Há duas semanas, a população de Cabedelo ficou bastante entristecida ao saber que oito, dos dez vereadores da cidade, haviam aprovado uma lei impedindo a construção do Shopping Intermares, do Grupo Marquise, empreendimento este que geraria 4.500 empregos diretos e geraria uma receita de impostos para o município de R$ 77 milhões. Aqueles que deveriam lutar pela melhoria da cidade, misteriosamente, agiram contra ao aprovar uma lei que, não só vetaria a construção do empreendimento citado, mas de qualquer outro empreendimento comercial de grande porte. Entretanto, Senhor Presidente, o povo de Cabedelo foi às ruas protestar e conseguiu que estes vereadores recuassem parcialmente em sua decisão.
O shopping de Intermares será construído, graças à pressão popular. Curiosamente, o veto a outros estabelecimentos comerciais permanece. Pergunto: por que um vereador votaria contra o desenvolvimento de sua cidade? Por que ser contra a construção de um empreendimento que geraria mais de 4.500empregos se este sequer representou ameaça de dano ao meio ambiente presente na cidade de Cabedelo? Ao contrário de outros estabelecimentos situados no Estado? Segundo matéria veiculada pelo portal Tambaú 247, em 13 de setembro de 2012, a matéria que impediu a construção do shopping entrou em votação sem constar na pauta e o mais grave, há suspeita de que oito dos 10 vereadores da Câmara tenham sido manipulados para votar contra o empreendimento. Sobre as suspeitas de manipulação, o Jornalista Walter Santos, do portal WSCOM, em matéria veiculada em seu portal ainda foi mais além, vejamos o que diz a matéria:
PORQUE CABEDELO PRECISA CRESCER
A decisão da maioria dos vereadores da cidade de Cabedelo, em sessão noturna desta terça-feira passada, derrubando veto do prefeito José Régis para impedir a construção do Shopping Intermares pelo Grupo Marquise com atratividade R$ 220 milhões mais a oportunidade de 4.500 empregos, além de receitas de impostos na casa dos R$ 77 milhões, precisa de ação popular urgente, bem como de medidas legais pertinentes para revogação da medida porque o município não pode perder estes investimentos.
Mas, pior que a decisão nefasta em si dos vereadores, está o que se fala nos bastidores e se comprova com a presença do vereador Leto e mais três outros parlamentares de Cabedelo no Manaira Shopping antes da votação da matéria que entrou em pauta de última hora. Este fato escancara a armação entre os parlamentares e o empresário Roberto Santiago gerando Negociata espúria destruindo a possibilidade de a cidade crescer e gerar emprego e renda.
Esta não é a primeira vez que isto acontece. Há anos que o empresário, homem inteligente e de empreendedorismo incomum e até merecedor de aplausos, age desta forma comprando a consciência dos vereadores em troca do compromisso de impedir o avanço econômico de Cabedelo, isto ao não permitir que nenhum outro shopping se estabeleça na cidade, como de sorte em João Pessoa também.
A prova da Negociata está na gravação e nos filmes do Manaíra Shopping, da terça-feira - que pode confirmar as presenças dos vereadores no estabelecimento antes da votação.
Mas, será que os cidadãos de Cabedelo não têm mais estima, desprezam seu orgulho e aceitam a tudo covardemente, sem nenhuma reação em busca da retomada do desenvolvimento da cidade? Em plena fase eleitoral, seráque os vereadores envolvidos nessa Negociata vão ter o apoio dos habitantes da cidade nas urnas?
E o futuro prefeito, os candidatos a prefeito, não vão se pronunciar?
Antes de concluir, devo externar publicamente minha admiração, a condição de fã Número 1 da ousadia de Roberto Santiago, mas desta feita ele manteve o predomínio sobre a Câmara de Cabedelo prestando um mal enorme àcidade e seus habitantes, por isso algo haverá de ser feito para que a concorrência exista em favor de todos, até porque a Grande João Pessoa já comporta mais de um shopping.
Chega de gula! Cabedelo precisa do Shopping Intermares!
ÚLTIMA
Dinheiro na mão é vendaval/
Na vida de um sonhador...
A denúncia é demasiadamente séria, pois revela indícios de que um membro da iniciativa privada teria influenciado um grupo de vereadores a votar, exclusivamente, em favor de seus interesses. Contudo, Senhor Presidente, a coisa parece ser ainda mais grave, pois o comentário na cidade de Cabedelo éde que alguns vereadores que votaram contra a construção do Shopping teriam recebido duzentos mil reais por isso. Isto é absurdamente grave e merece ser minuciosamente investigado. Não estou aqui acusando X ou Y, entretanto somente por meio de uma investigação séria é que saberemos se estes vereadores estão sendo vítimas de uma trama política ou se a população de Cabedelo está sendo enganada e representada por pessoas de má índole. A minha sugestão é de que os vereadores da cidade de Cabedelo, envolvidos no episódio, abram espontaneamente os seus sigilos bancários, no sentido de mostrar que essas acusações não passam de meros boatos. Além disso, solicito ao Ministério Público do Estado da Paraíba, especialmente na pessoa do Dr. Osvaldo Trigueiro, que tome as providências cabíveis ao caso, solicitando judicialmente as imagens internas e externas das câmeras do Manaíra Shopping na semana da votação, bem como a quebra do sigilo telefônico e bancário dos vereadores do município de Cabedelo e também do atual prefeito, caso isso não aconteça de forma espontânea.
Saliento que minha intenção não é acusar qualquer membro do legislativo de Cabedelo ou defender qualquer grupo comercial, mas sim, exclusivamente, obter a verdade para o povo de Cabedelo e repelir qualquer injustiça que, porventura, tenha sido cometida. Digo ao povo de Cabedelo que a luta ainda não acabou, pois há boatos de que futuros embargos, decorrentes de supostos problemas ambientais, ainda podem representar um grande obstáculo à construção do Shopping de Intermares, entretanto, espero que isso não passe apenas de boatos.
Gostaria, sinceramente, que as questões ambientais sejam levadas a sério, não sendo fruto de negociatas, como já houve anteriormente no Estado da Paraíba onde mangues foram aterrados para a construção de grandes estabelecimentos comerciais, ou de picuinhas políticas direcionadas a levar o atraso à cidade de Cabedelo.
Por fim, quero ressaltar que não estou atuando na defesa de qualquer grupo comercial em específico, pelo contrário, sou a favor de que inúmeros empreendimentos sejam construídos, independente de quem quer que seja, desde que tragam empregos, sejam lícitos e não representem danos ao meio ambiente.
Era o que tinha a dizer.
Deputado Luis Couto - PT
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger