Tamanho é documento? O Ex-servidor público Isaac Santos diz que não e ameaça reclamar o comando do PEN/PB na Justiça

Numa luta de Davi contra Golias, o ex-funcionário público Isaac Santos está querendo comprar briga com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo, pelo comando do PEN na Paraíba.
Isaac reclama o comando da legenda e diz que é o único devidamente respaldado pra conduzir a composição do partido na Paraíba, título que conseguiu quando a sigla não passava de uma onomatopéia.
De fato, no registro do Tribunal Superior Eleitoral até ontem aparecia o nome de Isaac Santos como responsável pela legenda na Paraíba. Ele disse que não foi contactado pela Direção Nacional do partido nem por Ricardo Marcelo pra proceder a transição.
E ameaça ir à Justiça denunciar supostas irregularidades nas filiações da legenda caso não seja “respeitado”. “Fui o responsável em trazer o PEN para Paraíba. Vocês jornalistas políticos sabem disso. E agora não sei nem o que está acontecendo”, declarou ao blog de Luis Torres.
Habilidoso como poucos, Ricardo Marcelo deve resolver esse problema antes dele chegar à calçada do TRE.
Dubiedades à parte, sob comando do presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Marcelo, o PEN nasce grande. Mas tamanho não significa uniformidade . Ao reunir nove deputados egressos de partidos, grupos e tendências políticas diferentes, o PEN da Paraíba vem à luz como um verdadeiro “Frankenstein”, montado a partir da habilidade política do presidente da Assembléia com a junção de partes divergentes que, por ora, tem apenas duas coisas em comum: a insatisfação no partido e no grupo onde estavam e a confiança no imenso guarda chuva de Ricardo Marcelo.
De cara, assusta pelo tamanho. Que ainda não e definitivo e tem espaço pra ficar ainda maior.
No entanto, sua composição variada irá sugerir, no futuro, disputa e divergências internas. Imagine unir numa mesma sala pra discutir rumo político Aníbal Marcolino e Edmilson Soares, Janduy Carneiro e João Gonçalves. Não dá pra esperar unidade integral de imediato. Tanto que Ricardo Marcelo evitou a falar em posicionamento político pra 2014 e liberou, em respeito aos compromissos já firmados, as posições quanto as eleições de 2012.
Assim, o PEN terá Aníbal Marcolino no palanque de Cícero e Edmilson Soares no palanque de Estela.
De toda forma, o novo partido resolve, de cara, a vida de cada daqueles que só se mantinham em suas legendas sob a ameaça das exigências da fidelidade partidária. Assim, não importa a variedade de sua composição, mas a válvula de escape que ele representa. Uma espécie de canal, tal qual uma uretra política, por onde devem passar desejos represados.
 E, para muitos, pode servir tão somente de trampolim. Já que há um desejo de alguns deputados em entrar no PEN apenas para se livrarem de suas legendas antigas e, depois, deixar o novo partido sem medo de ter o mandato exigido pela fidelidade partidária, já que a nova legenda não teria respaldo legal para exigi-lo.
De toda forma, o PEN aparece, de repente, no cenário político paraibano, colocando medo em muita gente. Assustando pelo tamanho e, especialmente, pelos mistérios que o rodeiam.
Dando a Ricardo Marcelo o que ele precisava pra entrar na disputa em 2014 sem precisar usar o “PEN” dos outros.
Curtas sobre o PEN
O PEN de Marcelo
Mais uma vez o deputado Ricardo Marcelo demonstrou prestígio ao colocar no anúncio da formação do PEN na Paraíba quase 20 deputados na coletiva no Hotel Verde Green. A maioria apenas para prestigiar a formação da legenda do presidente da Assembléia.
Hora de Pensar
O primeiro teste de unidade do PEN será a votação do pedido de empréstimo pra Cagepa. Vai ser pau.
Vontade reprimida
Ex-PSB, Edmilson Soares disse que já queria deixar a legenda há muito tempo. Revelou que bateu na trave a filiação ao PSD de Rômulo Gouveia. Mas garantiu o apoio a Estela em João Pessoa.
Como é?
Uma dúvida que tomou conta de todos: Quem é do PMDB é peemedebista, do PT, petista, e do PEN? Penista?
Só a cabecinha
Observando o tamanho do PEN, um deputado que estuda a filiação na nova legenda disse ao blogueiro: Agora, entra só metade do PEN. Depois entra o PEN inteiro. 
Do ninho para o PEN
Louco pra deixar o PSDB, Hervázio Bezerra também está com o PEN na cabeça.
Fonte: Blog de Luís Tôrres
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger