Presidente do PSB reafirma que Bira não terá legenda e o vereador convoca ato contra a decisão do partido


"Decisão de Justiça cumpre-se. É o que iremos fazer". Foi o que afirmou na tarde desta quarta-feira (04), o presidente do diretório municipal do PSB, em João Pessoa, Ronaldo Barbosa sobre a determinação do juiz Inácio Jairo, da 2ª Vara Civil da Capital, que estabeleceu um prazo de 48 e ordenou  que o PSB  apresente a ata da convenção realizada no último sábado (30), quando a direção do partido anunciou que não dará legenda para o vereador Bira disputar a reeleição.
Ronaldo Barbosa (foto) disse que somente nesta quarta-feira tinha sido oficialmente notificado da decisão judicial. Revelou que encaminhará o processo para o setor jurídico do PSB e que no prazo estabelecido pelo juiz Inácio Jairo, a determinação será cumprida pela direção partidária.  "Na ata está bastante claro que a decisão da maioria do diretório municipal foi por negar legenda para o vereador Bira", disse o presidente do PSB de João Pessoa reafirmando que vereador que tem mandato até 31 de janeiro do próximo ano não terá legenda para disputar o pleito desde ano.
Vereador Bira
 Bira é secretário-geral do partido no Estado e membro do diretório nacional do PSB. Ele apoiava a candidatura à reeleição de Agra e a alegação do partido para negar a legenda foi que o vereador não assumiu a candidatura de Estelizabel Bezerra (PSB), que foi escolhida a representante do partido durante o congresso do PSB.
O parlamentar diz que foi vítima de perseguição política e que sofreu um golpe da executiva da legenda que não respeitou a decisão do congresso que o assegurava legenda para disputar as eleições deste ano.
"Nós tivemos 32% dos votos dos filiados no Congresso e, além disso, estão sobrando vagas, pois o PSB tem 25 candidatos e conta com 40 vagas para vereadores, se sair sem coligação, e com 54 se sair coligado", explicou Bira.
O parlamentar socialista está convocando a militância para ato “Deixa o povo votar” um ato a favor da democracia e em repúdio a perseguição política promovida pela direção municipal do PSB, que está tentando impedir a candidatura do parlamentar. O ato acontece nesta quinta-feira (05) no auditório do SINTEP, Centro, às 18h.
Intitulado “Deixa o povo votar”, o ato deve reunir militantes que apoiam o mandato popular da cidadania, políticos, artistas, lideranças e populares que estão solidários a causa do vereador Bira.
“A história política paraibana nunca presenciou tamanha perseguição política. Conquistamos mais de 30% dos votos no Congresso Municipal, quando o necessário era apenas 5% para obtermos o direito de concorrer à reeleição. A direção municipal do PSB está pisando no estatuto do partido e patrocinando o ódio. Querem me punir porque tive coragem e fui coerente ao apoiar a candidatura à reeleição do prefeito Luciano Agra”, disse Bira.
Fonte: Edmilson Pereira
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger