HOMENAGEM: Vídeos e resumo biográfico do poeta, político, guarabirense que dedicou sua vida política ao povo de Campina, a Paraíba e ao Brasil

TÚNEL DO TEMPO: Vídeos da participação do Poeta Ronaldo Cunha Lima no programa Sem Limites na extinta Rede Manchete em que encheu de orgulho os paraibanos e emocionou o Brasil. Confira porque.
Fã ardoroso do poeta paraibano Augusto dos Anjos, o ex-governador Ronaldo Cunha Lima, à época prefeito de Campina Grande, participou no ano 1988 em rede nacional do programa ‘Sem Limites’, da Rede Manchete de Televisão. 
Ronaldo respondeu a uma série de questionamentos sobre a vida de Augusto dos Anjos e caiu nas graças da platéia, ajudando a TV Manchete obter excelentes índices de audiência. 
Assista abaixo, em nove vídeos, a participação do poeta no programa e relembre a participação de Ronaldo na TV Manchete.











Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 01


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 02


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 03


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 04


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 05


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 06


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 07


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE 08


Programa Sem Limite ,na extinta Rede Manchete-PARTE  FINAL


Conheça um pouco mais sobre a trajetória de Ronaldo Cunha Lima, leia um resumo de sua vasta biografia
Ronaldo José da Cunha Lima nasceu em Guarabira (PB), em 18 de março de 1936. Mudou-se ainda criança junto com família para Campinha Grande, onde construiu sua história. Na manhã de hoje seu filho Cássio Cunha Lima anunciou a morte do pai no twitter. A família revelou à imprensa que durante toda a sexta-feira (6) ele havia sido medicado para um estado de coma induzido, já que apresentava um quadro de impaciência.

LEIA ABAIXO UM POUCO DA TRAJETÓRIA DESSE POETA

Em 1999, Ronaldo sofre AVC que deixa seqüelas. A saúde do ex-governador começou a apresentar problemas ainda em 1999, aos 63 anos de idade, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em Brasília (DF), onde foi hospitalizado no dia 29 de abril. Ele estava em seu apartamento na Capital Federal e foi socorrido por seu irmão, Renato Cunha Lima.
A saúde do ex-governador começou a apresentar problemas ainda em 1999, aos 63 anos de idade, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em Brasília (DF), onde foi hospitalizado no dia 29 de abril. Ele estava em seu apartamento na Capital Federal e foi socorrido por seu irmão, Renato Cunha Lima.
O então senador paraibano chegou ao Hospital Santa Lúcia com o lado esquerdo do corpo paralisado. Ronaldo nunca se recuperou completamente do AVC, que deixou fortes sequelas, ocasionando a diminuição de suas aparições públicas.
Oito anos depois, em 1º novembro de 2007, Ronaldo foi internado no Hospital da Unimed, em João Pessoas, depois de ter passado mal em seu apartamento no bairro de Tambaú. Ele tinha um quadro de isquemia e sentia taquicardia.
Como todo poeta, Ronaldo possuía uma alma sensível e a política era, segundo suas próprias palavras, seu “momento de loucura”.
O AVC foi sofrido um dia depois dele ter levado à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigava o Poder Judiciário da Paraíba denúncias segundo as quais o então juiz Josias Gomes dos Santos Neto, do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), acumulava o cargo de assessor especial da Procuradoria-Geral do Estado e ainda estaria integrando o quadro societário da empresa Support Factoring Fomento Comercial Ltda.
O então senador atribuía ao juiz a derrota no processo que moveu na Justiça Eleitoral para anular a convenção do PMDB, vencida por José Maranhão, em julho de 1998. Na época, Maranhão, que havia assumido o mandato de governador com a morte do eleito, Antônio Mariz, se apresentou como candidato à reeleição, instituto recém-criado na legislação eleitoral brasileira.
A convenção, realizada no Clube Cabo Branco (de João Pessoa), foi marcada por denúncias de compra de votos e até de confinamento de filiados com direito a voto. Maranhão ganhou na convenção e Ronaldo liderou uma debandada da legenda peemedebista, com seus principais aliados indo parar no PSDB.
"Há momentos em que o corpo não consegue reagir à pusilanimidade", resumiu o seu primo, então deputado Arthur Cunha Lima, associando o AVC às contrariedades de Ronaldo.
Já o seu quadro de isquemia foi manifestado um dia após renunciar ao cargo de deputado federal, evitando assim seu julgamento no STF, marcado para o dia 5 de novembro de 2007, por atentar contra a vida do ex-governador Tarcísio Burity, em novembro de 1993. Com a renúncia, cinco dias antes do julgamento no Supremo, Ronaldo perdeu o foro privilegiado e seu processo foi para a Justiça Comum e votou a tramitar no Tribunal de Justiça da Paraíba. Até hoje, o processo não foi concluído em primeira instância.
Conheça um pouco da história do ex-governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima, o poeta.
Breve Biografia do Poeta Ronaldo Cunha Lima
Em 1951, iniciou a vida como vendedor de jornais, depois como garçom, no restaurante do seu irmão Aluísio, trabalhou na Associação Comercial de Campina Grande, na Rede Ferroviária do Nordeste e no Cartório de D. Nevinha Tavares, tudo isso para custear os seus estudos e ajudar as despesas domésticas, porque o seu pai, pobre, faleceu muito cedo, deixando D. Nenzinha com a responsabilidade de criar e educar a família numerosa. Ronaldo também desde jovem, já demonstrava vocação para a política.
Ainda estudante, Ronaldo foi representante estudantil e vice-presidente do Centro Estudantil Campinense.
Começou a sua carreira política sendo vereador de Campina Grande, e prefeito eleito em 1968, com posse em 31 de janeiro de 1969. Em 14 de março de 1969 teve os seus direitos políticos cassados, passando dez anos no ostracismo, indo para São Paulo depois para o Rio de Janeiro recomeçando a sua carreira de advogado. Anistiado, em 1982, foi reconduzido à prefeitura de Campina Grande, pelo voto popular, no seu mandato á frente da PMCG (1983/1989) teve como Vice-Prefeito Antônio de Carvalho Souza, um vice muito atuante na Administração, o qual assumiu a titularidade do mandato por trinta e três vezes no curso do mandato. Construiu o Parque do Povo com um projeto já criado pelo prefeito precedente Enivaldo Ribeiro, a terceira adutora, a Casa do Poeta, dentre outras obras. Foi governador do estado da Paraíba (1991/1994), Senador da República (1995/2002) e foi deputado federal, eleito em pela 1ª vez em 2002 com mais de 95 mil votos e reeleito em 2006 com 124.192 votos.
Poesia
Estudioso da obra do poeta Augusto dos Anjos, Ronaldo participou com brilhantismo, do programa de televisão, Show sem Limite, respondendo sobre a vida e a obra do grande poeta paraibano.
È autor da petição em versos intitulada de " Habeas Pinho" que está espalhado por diversos escritórios de advocacia , restaurantes e bares do Estado da Paraíba.
Membro da Academia Campinense de Letras, Membro do Conselho Federal da OAB. Ronaldo Cunha Lima ingressou na Academia de Letras em 11 de março de 1994, saudado pelo acadêmico Amaury Vasconcelos.
Em 2004, Ronaldo foi indicado para ocupar uma cadeira na Academia Paraibana de Letras (APL).
Ronaldo, lançou, entre outros livros:
50 canções de amor e um poema de espera, 1955
Livro dos tercetos - Em defesa da língua portuguesa (discurso no Senado Federal, 1998)
3 seis, 5 setes, 4 oitos e 3 noves - grito das águas (discurso no Senado Federal, 1999)
A seu serviço II, 1999
A seu serviço III, 2000
Roteiro sentimental – fragmentos humanos e urbanos de Campina Grande, 2001.
Breves e leves poemas, 2005
Velas Enfunadas, poemas à beira mar - Idéia/Forma - Editora , 2010
Poesias Forenses, Grafset/Max Limonad Editora João Pessoa - PB, 2002
Sal no rosto - sonetos escolhidos, Editora José Olympio, 2006
Poemas de sala e quarto, Geração Editorial, 1992
Poemas amenos, amores demais - Gráfica JB 2003
Azul itinerante, poesia policrômica - Editora José Olympio, 2006
Versos gramaticais, 1994
As flores na janela sem ninguém - uma história em verso e prosa , Editora José Olympio 2007
Reveja os vídeos da participação do poeta no programa Sem Limites que emocionaram o País e orgulharam os paraibanos.
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger