TCE-PB aprovou a prestação de contas do vereador Leto Viana (PMDB) como presidente da Câmara no exercício de 2009.


O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba aprovou na tarde desta quarta-feira (16/05) a prestação de contas do vereador Leto Viana (PMDB), no exercício financeiro de 2009, a frente da presidência da Câmara Municipal de Cabedelo. Para o relator Conselheiro André Carlos Torres Pontes, as irregularidades apontadas pelas auditorias do próprio TCE e pelo Ministério Público, não maculavam a prestação de contas da gestão Leto e votou pela aprovação da mesma. O voto do relator foi acompanhado pelos demais conselheiros e a prestação de contas do ex-presidente da Câmara cabedelense terminou aprovada por unanimidade.
A imprensa paraibana não poupou o vereador e apontou várias irregularidades na gestão de Leto a frente da presidência daquele poder. Concessão de gratificações irregulares no valor de R$ 263 mil. Compras sem licitações e até a compra de uma maleta de notebook no valor de R$ 9 mil foram apontadas. Leto é atual vereador e pré-candidato a vice-prefeito do PMDB na cidade portuária.
Questionando a isenção do conselheiro Arthur Cunha Lima, a imprensa noticiou que Artuzinho, filho do conselheiro Artur cunha Lima, é pré-candidato a vereador na cidade portuária e apóia a pretensão de Leto. Ainda de acordo com as informações publicadas na imprensa, o filho de Arthur tem salário na Câmara de Vereadores de Cabedelo em torno de R$ 3 mil e que o mesmo teria recebido férias no valor acima de R$ 1,8 mil.
Lideranças políticas que fazem oposição a Leto acreditavam que, para um julgamento mais transparente, o conselheiro Arthur Cunha Lima deveria se declarar suspeito e evitar seu voto, já que o seu filho era assessor de Leto durante aquele exercício financeiro.  Respondendo que não se pautava pelas divulgações da imprensa, o conselheiro votou pela aprovação das contas do vereador, acompanhando o parecer do relator.
Em parecer exarado no dia 24 de outubro de 2011, a sub-procuradora-geral do Ministério Público junto ao TCE, Isabella Barbosa Marinho Falcão, opinou pelo julgamento irregular das contas de Leto, aplicação de multa e ainda sugeriu que ele devolvesse R$ 263 mil à Câmara. O parecer do MP caiu nas mãos do conselheiro André Carlo Torres Pontes que relatou pela aprovação das contas de 2009 da Câmara de Cabedelo e foi acompanhado pelos demais conselheiros.
Aguinaldo Silva.
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger