DE OLHO NA ELEIÇÃO: partidos arregimentam jovens na PB para fortalecer projetos políticos


Com o objetivo de fortalecer seus projetos políticos em termos qualitativos e quantitativos, os partidos estão alistando jovens para seus ‘exércitos’ cada vez mais cedo. O PMDB e o PPS, por exemplo, começam o recrutamento juvenil a partir dos 14 anos.
No Democratas e no PSB, a idade mínima é de 16 anos. Para fazer parte do movimento político no PT e no PSDB, os interessados devem ter 18 anos completos e ser filiados. Cientes de que o número de jovens cresce a cada dia, as legendas vêem a oportunidade de abocanhar cada vez mais vagas nas casas legislativas, por exemplo.
Apesar de o primeiro voto ser facultativo aos 16 anos, o PMDB começa a arregimentar os futuros políticos aos 14 anos. O presidente estadual da Juventude do PMDB (JMDB), deputado federal Hugo Mota, disse que, com 14 anos, o adolescente ainda não tem direito ao vota, mas pode participar do movimento. “Então, nós abrimos este espaço para que o adolescente possa expressar suas ideias e se inserir no mundo político partidário”, explicou o deputado mais jovem da história do Congresso Nacional.
Já a coordenadora estadual de política da Juventude do PPS, Vaulene Rodrigues, disse que é necessário preparar os jovens para a primeira eleição. “Nós precisamos despertar neles o interesse pelo processo de construção partidária e prepará-lo para conceder seu primeiro voto de forma consciente”, ressaltou Vaulene.
Ela explicou que, para participar da Juventude do PPS, não é necessário se filiar ao partido. “Nós deixamos os jovens à vontade para que possam tomar suas decisões”, frisou a coordenadora. A mesma lógica não é seguida pelos demais partidos, que exigem que os integrantes da juventude partidária tenham título de eleitor e se filiem à legenda.
JSB exige que jovem tenha 16 anos
Para ingressar no Juventude Socialista Brasileira, o interessado precisa ter 16 anos e ser alistado na Justiça Eleitoral. O secretário estadual da Juventude Socialista Brasileira (JSB), Rômulo Halysson Oliveira, disse que o partido exige que os integrantes do movimento, além de possuírem o título de eleitor, sejam filiados à legenda.
“O jovem que tem interesse no processo político se alista e consequentemente busca o partido”, disse. O socialista explicou que, depois disso, é feita a apresentação do partido ao jovem.
Para integrar a juventude do Democratas, o adolescente “tem que votar”, disse o presidente da Comissão Executiva Estadual da Juventude da sigla, Lucas Pereira. Ele explicou que, como o segmento não tem um estatuto próprio, segue as orientações do regulamento geral da legenda. Questionado se um adolescente com 16 anos tem capacidade para participar de um movimento partidário, Lucas Pereira foi enfático: “Se ele tem capacidade para votar, tem capacidade para participar das discussões ideológicas da legenda que ele escolheu seguir”.
No PSDB, quem não quiser se filiar, pode participar da Juventude Tucana como simpatizante a partir dos 16 anos. Mas não poderá integrar a Executiva da Juventude. A idade mínima para ingressar no ninho tucano juvenil é de 18 anos. “Seguimos a regra da idade mínima para se candidatar a um cargo eletivo e a do nosso estatuto”, destacou o representante da juventude do PSDB no Nordeste, Wilson Moraes.
“Mina de ouro” para partidos
Com a consciência de que os partidos precisam tomar fôlego e apresentar novas opções para os eleitores, as legendas parecem ter encontrado nos jovens uma “mina de ouro”. Com isto, os movimentos juvenis deixaram de ser decorativas, para ser muito mais participativas. Os que classificam a juventude como uma arma de fortalecimento e crescimento já lhe concedem voz e voto em todas as instâncias. São os casos do PT, PSB e PPS. “Nós temos direito a voz e voto em todas as instâncias”, disse a secretária de Juventude do PT da Paraíba, Priscila Kelly de Alencar.
Os partidos mais conservadores, como o Democratas e o PSDB, não permitem que os integrantes da juventude opinem nem participem das reuniões da cúpula do partido. “Nós só participamos das reuniões mediante convite”, afirmou o representante, Wilson Moraes. Já os partidos que ainda não organizaram a juventude estão apressando o passo para que isso aconteça o quanto antes.
No PSC
É o caso do PSC, que tem o deputado federal Leonardo Gadelha à frente do processo e construção das secretarias de juventude. “Nós observamos que o Brasil é um País de jovens e que passa por transformações constantes. No mundo político, não é diferente. Percebemos que precisamos oxigenar o cenário político mesclando a maturidade dos mais antigos com o conhecimento e atualização dos jovens”, destacou Gadelha.
Juventude do PT
A secretária de Juventude do PT da Paraíba, Priscila Kelly de Alencar Silva, explicou que 20% dos assentos em todas as instâncias do partido são reservadas aos jovens. Além disso, os filiados há mais de um ano têm direito de votar nas eleições internas da legenda.
Com relação aos espaços na disputa dos cargos eletivos na eleição deste ano, a secretária informou que já estão confirmadas pré-candidaturas de jovens nas cidades de Santa Rita, Conde, Sapé, Mamanguape, Sousa, Patos e Boa Vista. “Em João Pessoa, ainda não confirmamos nada. Estamos discutindo, mas possivelmente teremos candidato a vereador”, adiantou a petista.
Priscila Alencar contou que a Juventude do PT tem representação em todas as regiões do Estado, através das secretarias municipais. “Ano passado, nós percorremos 43 municípios mobilizando os jovens para constituir as secretarias municipais. Obtivemos êxito em mais de 30 cidades”, disse. Segundo ela, o objetivo do partido é regionalizar e interiorizar o debate sobre a representatividade da juventude partidária e “não só fazer esta discussão em João Pessoa”.
Ela explicou que o JPT se reúne, geralmente, duas vezes por mês para debater projetos que dizem respeito à juventude de modo geral. Na pauta, indica a secretária, “estão assuntos da atualidade relacionados à educação, segurança pública, combate as drogas, incentivo ao esporte e o voto aos 16 anos, entre outros”.
Direito a voz nas reuniões do PSDB
O advogado e empresário Wilson Moraes entrou no mundo político aos 19 anos. Hoje, aos 29, representa a juventude do PSDB no Nordeste. Ele explicou que a Secretaria de Juventude Tucana é ligada à Executiva Nacional e tem a função do coordenar as atividades políticas da região. Segundo ele, os jovens não participam das discussões do partido e também não têm direito a voto em nenhuma das instâncias.
Por outro lado, afirmou que o movimento tem uma boa relação com os presidentes das executivas estadual, senador Cícero Lucena, e municipal, deputado federal Ruy Carneiro. “Nessas instâncias, nós pautamos a discussão política no que concerne à juventude, mas não temos acesso às discussões da Executiva Estadual nem da Municipal. Nós só participamos das reuniões mediante convite”, explicou Wilson Moraes.
No entanto, deixou claro que as reuniões são abertas e que o segmento tem direito a voz, quando o assunto é pertinente a juventude”. Wilson Moraes disse que o movimento tucano está em diálogo permanente. Segundo ele, as reuniões com a cúpula juvenil acontecem, geralmente, duas vezes por mês.
Ele disse também que os encontros são para “discutir assuntos da atualidade que envolvem o interesse dos jovens”. Dentre os assuntos, estão educação, segurança pública, criação de políticas públicas para ampliar o ingresso dos jovens no mercado de trabalho, entre outros.
Com relações às eleições de outubro próximo, Moraes afirmou que o presidente estadual do PSDB, o senador Cícero Lucena, assegurou candidaturas jovens nas principais cidades paraibanas. Ele adiantou que o partido deve lançar de dois a três candidatos a vereador em Campina Grande.
“Lá, nós lançaremos Bruno Cunha Lima, sobrinho do senador Cássio, e Tovar Correia, que tentará a reeleição”. Em João Pessoa, o PSDB será representado por “Rodrigo Senador e Beto Pirulito, presidente do DCE do Unipê”. Wilson Moraes explicou que nos demais municípios, os nomes inda estão em processo de escolha.
Fonte: Correio da Paraíba
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger