DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

Vereadores de Cabedelo aprovam na calada da noite as contas de Zé Régis rejeitadas pelo TCE.

Ao apagar das luzes da última quinta-feira (24/03) e sem nenhuma divulgação na cidade e nem para a imprensa, os vereadores de Cabedelo aprovaram em uma sessão esvaziada e sem a presença de ninguém nas galerias, as duas contas do Prefeito Zé Régis, referentes a 2007 e 2008 que foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado - TCE.
 A manobra dos vereadores deixa indignada a população cabedelense que vêem, a cada dia, a desmoralização de um poder que se curva ao executivo ao bel prazer de seus interesses. Nas ruas a população indignada perguntar: O que aconteceu para que os vereadores agissem assim? Porque não divulgaram a população e aprovaram as contas as escondidas? O que ganharam os vereadores para essa aprovação contrariando inclusive os técnicos do tribunal.
 Como se estivesse zombando da inteligência dos cabedelenses, o Site da Prefeitura repercutindo a matéria ainda publica o seguinte comentário, “para o prefeito Zé Régis aquele Poder sempre dá provas de sua independência Institucional e zelo pelas causas públicas”. E acrescenta como sendo fala do prefeito “Nossa luta em manter  permanente transparência de nossas ações e contas pode ser observada na postura de nosso governo que foi promovido em três diferentes épocas da história desta cidade, disse o prefeito Zé Régis”. Sem comentários.
 Segundo o relatório de analises das contas em 2007 (o Prefeito, não sanou as irregularidades apontadas com:
a)      Os instrumentos de planejamentos (LDO e LOA) – (item 13.1.1do relatório inicial);
b)       Balanços financeiro e patrimonial incorretamente elaborados (item 4.2 e 4.3 do RI);
c)      Não realização de procedimentos licitatórios quando legalmente exigidos no valor de R$ 147.574,14 (item 5.1 do Relatório Inicial)
d)      Não aplicação dos percentuais mínimos de receita em Manutenção e Desenvolvimento do Ensino exigido pelo art. 212 da CF (item7.1.2,b do RI);
e)      Não pagamento efetivo do salário mínimo nacionalmente unificado (item 8.1.2.2);
f)        Dano ao erário no valor de 30.132,93 (item 11);
g)      Não envio ao TC dos processos de adiantamento (item 12.2);
h)      Pagamento de despesas ilegítimas à empresa América Construções e Serviços Ltda (considerada fantasma) no valor de R$ 368.392,28 (item 12.1 do Relatório Inicial).

Em 2008, em pleno ano eleitoral, as irregularidades são ainda piores:
 a)      Irregularidade na LDO, ensejando aplicação de multa;
b)      Irregularidade na LOA;
c)      Incompatibilidade entre valores registrados no SAGRES e PCA referentes a abertura de crédito adicional;
d)      Despesas não licitadas no valor de R4 1.365,696,75
e)      Despesas ilegítimas com  combustível de responsabilidade do contratado no valor de R$ 3.528,03;
f)        Sobre-preço de R$ 40.000,00 referente a despesas com locação de carro de som para divulgação de atos administrativos;
g)      Despesas não comprovadas com aquisição de bens no valor de 441.970,97;
h)      Pagamento de despesas sem comprovação e ilegítimas às empresas Tropical Comercio e Serviços Ltda (R$ 123.170,08) e América Construções e Serviços Ltda (R$47.070,09) perfazendo um montante não comprovado de R$ 170.240,17;
i)        Excesso na aquisição de combustíveis no valor de R$ 193.548,21;
j)        Pagamento dos abastecimentos dos veículos locados, sem previsão contratual, no valor de R$ 117.955,86
k)      Omissão de informação de conta corrente de titularidade do município nos balancetes e no SAGRES
l)        Pagamento de despesas sem autorização legislativa e prévio empenho no valor de 803.381,57, contrariando o artigo 60 da Lei 4.320/64;
m)    Concessão de adiantamento sem a devida prestação de contas ao TCE no valor de R$ 66.500,00

Não custa nada lembrar que 2008 foi o ano das eleições municipais. As irregularidades apontadas pelo TCE-PB são absurdas e grosseiras. Deixando claro o comprometimento com os gastos para a reeleição. Talvez seja por isso que os vereadores queiram estar solidários com o Prefeito. Afinal foram eleitos em uma mesma eleição e circunstâncias.
 Deixamos claro que as informações aqui contidas são do Tribunal de Contas da Paraíba. Se as irregularidades não foram sanadas e, mesmo assim, as contas foram aprovadas, os vereadores devem assumir sua parcela de responsabilidade, uma vez que as informações que disponho foram encaminhadas para todos os vereadores.
 Maiores informações no Portal do Tribunal de contas www.tce.pb.gov.br ou me peçam no e-mail naldomcr@ig.com.br que terei o maior prazer em repassá-las.

Aguinaldo Silva

Toinho do Sopão recebe apoio de colegas Parlamentares

O deputado estadual Toinho do Sopão (PTN-PB), usou da palavra na sessão ordinária desta última terça-feira (29), para registrar sua insatisfação sobre a informação veiculada pelo Portal Correio na última quinta-feira 24, afirmando que o Deputado teria sido barrado e tentara burlar a segurança do Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande durante a espera do Senador Cássio Cunha Lima.
A solidariedade por parte dos outros deputados foi constante durante todo o seu pronunciamento, a Deputada Léa Toscano (PSB), que também estava no Aeroporto tomou uso da palavra e desmentiu toda a situação constrangedora que o órgão de imprensa causara.
Anísio Maia (PT), por sua vez declarou também seu apoio ao deputado Toinho do Sopão e afirmou que o parlamentar vem sofrendo preconceito por parte de alguns setores da imprensa desde que tomou posse de seu mandato, “Vemos claramente que a Imprensa sempre vem o atacando, por ser um deputado de origem simples e que foi eleito pela maioria absoluta dos votos”.
Anízio ainda ressaltou a bajulação que estes mesmos setores de imprensa, fazem com aqueles deputados que tem um grau superior ou são provenientes de família abastada, “certamente, se Toinho fosse Rico, estes veículos de comunicação estariam aos “seus pés”,” ainda na ocasião fez um comparativo entre o deputado e o ex-presidente Lula, ambos oriundos de família humilde e que também sofreram preconceito de órgãos de imprensa  em seus mandatos.
Fonte: Assessoria do parlamentar

Morreu nesta terça-feira (29/03) o ex vice presidente José Alencar


O ex-vice-presidente José Alencar faleceu, às 14h45 desta terça-feira (29), o ex-presidente José De Alencar (PR), aos 79 anos. A informação dos médicos é que ele estava sedado e estava acompanhado da família. Segundo os médicos houve falência múltipla de órgãos. Alencar faleceu no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O político mineiro lutava contra um câncer na região do abdômen.
Na última das várias internações, Alencar estava desde segunda (28) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com quadro de suboclusão intestinal. O ex-vice-presidente lutava contra o câncer havia 13 anos, mas nos últimos meses, a situação se complicou.
Após passar 33 dias internado – inclusive no Natal e no Ano Novo –, o ex-vice-presidente havia deixado o hospital no último dia 25 de janeiro para ser um dos homenageados no aniversário de São Paulo.
A internação tinha sido motivada pelas sucessivas hemorragias e pela necessidade de tratamento do câncer no abdômen. No dia 26 de janeiro, recebeu autorização da equipe médica do hospital para permanecer em casa. No entanto, acabou voltando ao hospital dias depois.
Durante o período de internação, Alencar manifestou desejo de ir a Brasília para a posse da presidente Dilma Rousseff. Momentos antes da cerimônia, cogitou deixar o hospital para ir até a capital federal a fim de descer a rampa do Palácio do Planalto com Luiz Inácio Lula da Silva.
Ele desistiu após insistência da mulher, Mariza. Decidiu ficar, vestiu um terno e chamou os jornalistas para uma entrevista coletiva, na qual explicou por que não iria à posse e disse que sua missão estava “cumprida”. Na conversa com os jornalistas, voltou a dizer que não tinha medo da morte. “Se Deus quiser que eu morra, ele não precisa de câncer para isso. Se ele não quiser que eu vá agora, não há câncer que me leve”, disse.
No mesmo dia, ele recebeu a vista de Lula, que deixou Brasília logo após a posse de Dilma.

Internações
Os últimos meses de Alencar foram de internações sucessivas. Em 9 de fevereiro, ele foi hospitalizado devido a uma perfuração no intestino. O ex-vice-presidente já havia permanecido internado de 23 de novembro a 17 de dezembro para tratar uma obstrução intestinal decorrente dos tumores no abdômen. No dia 27 de novembro, foi submetido a uma cirurgia para retirada de parte do tumor e de parte do intestino delgado. Alencar passou alguns dias na UTI Cardiológica e começou a fazer sessões de hemodiálise depois que os médicos detectaram piora da função renal. Em setembro de 2010, foi internado em razão de um edema agudo de pulmão. No dia 25 de outubro, voltou ao Sírio-Libanês ao apresentar um quadro de suboclusão intestinal. Dias após a internação, ainda no hospital, sofreu um infarto no fim da tarde do dia 11 de novembro. Foi submetido a cateterismo, “que não mostrou obstruções arteriais importantes”.
Batalha contra o câncer
O ex-vice-presidente travou uma longa batalha contra a doença. Nos últimos 13 anos, enfrentou uma série de operações e tratamentos médicos. Foram mais de 15 cirurgias. Em abril de 2010, desistiu da candidatura ao Senado para se dedicar ao tratamento do câncer.
Desde 1997, foram mais de dez cirurgias para retirada de tumores no rim, estômago e região do abdômen, próstata, além de uma cirurgia no coração, em 2005.
A maior delas, realizada em janeiro de 2009, durou quase 18 horas. Nove tumores foram retirados. Exames realizados alguns meses depois, no entanto, mostraram a recorrência da doença.
Também em 2009, iniciou em Houston, nos Estados Unidos, um tratamento experimental contra o câncer. Alencar obteve autorização para participar, como voluntário, dos testes com um novo medicamento no hospital MD Anderson, referência no tratamento contra a doença. O tratamento não surtiu o efeito esperado e o então vice-presidente voltou a fazer quimioterapia em São Paulo.
José Alencar era casado com Mariza Campos Gomes da Silva e deixa três filhos: Josué Christiano, Maria da Graça e Patrícia.
Tratamento no exterior
O tratamento experimental nos EUA em 2009 não foi a primeira tentativa de Alencar de obter a cura fora do país. Ele já havia viajado para os Estados Unidos em 2006 para se tratar com especialistas. No ano seguinte, no entanto, os exames mostraram que o câncer havia se espalhado para o peritônio, uma membrana que reveste as paredes do abdômen.
Iniciava-se, então, a série de cirurgias na região. Em 2008, foram três internações. Em janeiro e em julho, exames mostraram uma reincidência de tumores abdominais. Em agosto, Alencar começou tratamento com um novo medicamento, a Trabectedina.
Com a saúde fragilizada, o ex-vice-presidente também foi internado por outros problemas. Em novembro de 2008, durante uma visita a Resende (RJ), teve fortes dores abdominais. O diagnóstico foi enterite (inflamação intestinal). Segundo os médicos, não havia relação com o câncer. Vinte dias depois, ele foi internado novamente, com quadro de insuficiência renal. Recebeu alta dois dias depois.
Sempre bem-humorado nas sucessivas vezes em que deixou o hospital Sírio-Libanês, chegava a brincar com seu próprio quadro clínico. "Estou melhor do que das outras vezes", repetia.
Após a maior das cirurgias, em 2009, Alencar saiu do hospital dizendo que não temia a morte. “Não tenho medo da morte, porque não sei o que é a morte. A gente não sabe se a morte é melhor ou pior. Eu não quero viver nenhum dia que não possa ser objeto de orgulho", afirmou. “Peço a Deus que não me dê nenhum tempo de vida a mais, a não ser que eu possa me orgulhar dele.”
Problemas de saúde ‘paralelos’
O ano de 2010 começaria com uma boa notícia para o então vice-presidente. O tumor que tratava vinha apresentando redução, segundo o hospital.
Alguns meses mais tarde, no entanto, ele começou a ter problemas de saúde “paralelos” ao câncer.
No início de maio, numa das idas ao hospital para a quimioterapia, apresentou pressão alta. Exames apontaram isquemia cardíaca e uma “obstrução grave” numa das artérias. Alencar então passou por um cateterismo e uma angioplastia e recebeu um “stent”, um mecanismo que “alarga” a artéria. No total, ficou nove dias internado.
No final do mesmo mês, queixando-se de fadiga, foi internado novamente. Após exames, o hospital constatou que ele estava anêmico e tinha um “quadro congestivo pulmonar”, consequência da quimioterapia. O tratamento, no entanto, continuava a dar resultados positivos, com a redução dos tumores.
No final de agosto, contraiu uma infecção, que foi tratada com antibióticos. Ele seria internado novamente poucos dias depois, no início de setembro, com o diagnóstico de edema agudo de pulmão. Foram mais seis dias no hospital.

Nascimento e vida
Filho de Antônio Gomes da Silva e Dolores Peres Gomes da Silva, começou a trabalhar com sete anos de idade, ajudando o pai em sua loja. Tinha 14 irmãos e irmãs. Quando fez quinze anos, em 1946, foi trabalhar como balconista numa loja de tecidos conhecida por "A Sedutora". Em maio de 1948, mudou-se para Caratinga, para trabalhar na "Casa Bonfim"Sua Morte aconteceu em 2011. Notabilizou-se como grande vendedor, tanto neste último emprego, quanto no anterior. Ainda durante sua infância, entrou para o movimento escotista.
Carreira profissional e empresarial
Aos dezoito anos, iniciou seu próprio negócio. Para isto contou com a ajuda do irmão Geraldo Gomes da Silva, que lhe emprestou quinze mil cruzeiros. Em 31 de março de 1950, abriu a sua primeira empresa, denominada "A Queimadeira", localizada na cidade de Caratinga. Vendia diversos artigos: chapéus, calçados, tecidos, guarda-chuvas, sombrinhas, etc. Manteve sua loja até 1953, quando decidiu vendê-la e mudar de ramo.
Iniciou seu segundo negócio na área de cereais por atacado, ainda em Caratinga. Logo em seguida participou - em sociedade com José Carlos de Oliveira, Wantuil Teixeira de Paula e seu irmão Antônio Gomes da Silva Filho - de uma fábrica de macarrão, a "Fábrica de Macarrão Santa Cruz".
No final de 1959 seu irmão Geraldo faleceu. Assumiu então os negócios deixados por ele na empresa União dos Cometas. Em homenagem ao irmão, a razão social foi alterada para Geraldo Gomes da Silva, Tecidos S.A.
Em 1963, constituiu a Companhia Industrial de Roupas União dos Cometas, que mais tarde passaria a se chamar Wembley Roupas S.A. Em 1967, em parceria com o empresário e deputado Luiz de Paula Ferreira, fundou, em Montes Claros, a Companhia de Tecidos Norte de Minas, Coteminas. Em 1975, inaugurava a mais moderna fábrica de fiação e tecidos que o país já conheceu.
A Coteminas cresceu e hoje são onze unidades que fabricam e distribuem os produtos: fios, tecidos, malhas, camisetas, meias, toalhas de banho e de rosto, roupões e lençóis para o mercado interno, para os Estados Unidos, Europa e Mercosul.
Vida pública e Carreira política
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o vice-presidente José de Alencar sobem a rampa do Palácio do Planalto, observados pelos Dragões da Independência e por milhares de pessoas que assistiam à cerimônia na Praça dos Três Poderes.
Na vida política, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, presidente da FIEMG (SESI, SENAI, IEL, CASFAM) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria. Candidatou-se às eleições para o governo de Minas Gerais em 1994 e, em 1998, disputou uma vaga no Senado Federal, elegendo-se com quase três milhões de votos. No Senado, foi presidente da Comissão Permanente de Serviço de Infra-Estrutura - CI, membro da Comissão Permanente de Assuntos Econômicos e membro da Comissão Permanente de Assuntos Sociais.
Foi, ao início, um vice-presidente polêmico, ao assumir o cargo em 2003, tendo sido uma voz discordante dentro do governo contra a política econômica defendida pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que mantém os juros altos na tentativa de conter a inflação e manter a economia sob controle.
Já a partir de 2004, passou a acumular a vice-presidência com o cargo de ministro da Defesa. Por diversas oportunidades, demonstrou-se reticente quanto à sua permanência em um cargo tão distinto de seus conhecimentos empresariais, mas a pedidos do presidente Lula, exerceu a função até março de 2006. Nesta ocasião, renunciou para cumprir as determinações legais com o intuito de poder participar das eleições de 2006. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.


Em 25 de janeiro de 2011, recebeu a medalha 25 de janeiro da prefeitura de São Paulo. Ao entregar a medalha ao ex-vice-presidente, a presidente Dilma Rousseff ressaltou: “Eu tenho certeza de que cada brasileira e brasileiro deste imenso país gostaria de estar agora em São Paulo – esta cidade-síntese do espírito empreendedor do país que completa hoje 457 anos de existência – para entregar junto conosco a Medalha 25 de Janeiro ao nosso eterno vice-presidente da República, José Alencar.” Já, Alencar disse: "Não posso me queixar. A situação está tão boa que não tem como melhorar, todo mundo está rezando por mim". Apesar de estar em uma cadeira de rodas, ele ainda até brincou com o público dizendo: "Aprendi com Lula que os discursos devem ser como um vestido de mulher: nem tão curtos que possam escandalizar, nem tão longos que possam entristecer".
Problemas de saúde e morte
José Alencar possuia um delicado histórico médico. A partir do ano 2000, enfrentou um câncer na região abdominal, tendo passado por mais de 15 cirurgias - uma delas com duração superior a 20 horas. Em sua longa batalha contra o câncer, submeteu-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos, com resultado inconclusivo. Em 2010, após repetidas internações e intervenções médicas, decidiu desistir de se candidatar ao Senado, por considerar uma injustiça com os eleitores.


No final de seu mandato como vice-presidente da república, em 2010, apresentou o complexo estado de saúde, passando por um momento dificíl, sendo até mesmo necessário o interrompimento do tratamento contra o câncer. No dia 22 de dezembro de 2010, foi submetido a uma cirurgia para tentar conter uma hemorragia no abdômen.[6] No dia seguinte Lula e a então presidente eleita Dilma Rousseff visitaram-o no hospital Sírio-Libanês em São Paulo.
Voltou a ser internado em março de 2011, vindo a morrer no dia 29 devido a uma parada cardíaca em decorrência à falência múltipla dos órgãos.
Fonte: Agênica Estado, G1

Geraldo Vandré: Um cantador injustiçado que merece todas as homenagens do Estado paraibano e de todos os brasileiros


Com esse novo formato e a nova proposta da Rádio Tabajara que tem a frente, como programador, o humorista paraibano Cristóvão Tadeu, bem que poderíamos resgatar e render uma merecida homenagem ao grande Geraldo Vandré que embalou e empolgou os brasileiros, principalmente, os engajados, nas décadas de 70, 80 e 90 e que, não sabemos por que, amarga um ostracismo violento e não justificado.
Tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente na residência do então vereador Carlos Barbosa CBS de Sousa, se não me falha a memória, em 1996. Já cansando de ver e traduzir em canções as injustiças que assolam o povo que trabalha e vive honestamente, tinha, naquele momento um semblante de angustia e decepção. Donos de letras encorajadoras como: Pra não dizer que não falei das flores e Aroeira, Vandré merece toda a nossa reverencia e nossa campanha para que o Estado lhe preste as homenagens devidas.
Geraldo Pedrosa de Araújo Dias o Geraldo Vandré, nasceu em João Pessoa PB em 12 de Setembro de 1935. Apresentou-se num programa de calouros na Rádio Tabajara de João Pessoa quando tinha 14 anos. Em Nazaré da Mata, Pernambuco, onde cursava o ginásio em internato, participou de alguns shows organizados para as missões. Foi para o Rio de Janeiro RJ em 1951, e nesse mesmo ano se apresentou no programa de calouros de César de Alencar, no qual foi desclassificado. Aproximou-se então de Ed Lincoln, que nessa época tocava com Luís Eça, na boate do Hotel Plaza, tentando cantar nos intervalos das apresentações. Em 1955, com o pseudônimo de Carlos Dias, defendeu a canção Menina (Carlos Lyra) num concurso musical promovido pela TV-Rio. Mais tarde, o encontro com o folclorista Valdemar Henrique abriu-lhe a oportunidade de se apresentar no programa da Rádio Roquete Pinto, usando o nome Vandré, que resultou da abreviatura do nome do pai, José Vandregisilo. Cursou a Faculdade de Direito, do Rio de Janeiro, época em que participou do Centro Popular de Cultura, da extinta União Nacional dos Estudantes, onde conheceu seu primeiro parceiro, Carlos Lyra.
Se você concorda que o Estado, através de seu aparato cultural, homenageei o nosso Geraldo Vandré, entre em nosso twitter @naldomcr e nos enviem uma mensagem.
Veja a seguir alguns vídeos com as letras de Geraldo e uma de suas recentes aparições em um show do Sargento Lago realizado em 09 de setembro de 2008, para cumprimentá-lo enquanto o artista cantava sua música "Pra não dizer que não falei das flores", no Lua Nova Arte e Bar, no Bixiga, em São Paulo/Capital.

Aguinaldo Silva
Renascer em Noticia

Vereadora Raissa já apresentou dez projetos de lei este ano na Câmara de João Pessoa


 A vereadora Raíssa Lacerda (DEM) apresentou dez projetos de lei nos dois primeiros meses de trabalho na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Os projetos atendem às mais diversas áreas e pretendem beneficiar vários segmentos da população. “Uma das principais funções da atividade parlamentar é elaborar leis com a finalidade de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, no nosso caso, os pessoenses. O povo me elegeu para isso”, afirma Raíssa.
 Dentre os projetos, um prevê a reserva de vagas no município de João Pessoa para homens e mulheres egressos do sistema prisional, cumpridores de penas alternativas, para a prestação de serviços através do fornecimento de mão-de-obra. Segundo a vereadora, esse projeto fortalecerá o papel do estado como ressocializador. “É uma oportunidade efetiva de melhoria social, já que o apenado recuperado tem grandes chances de não voltar a cometer delitos”, diz.
 Outro projeto da vereadora institui cursos obrigatórios de primeiros-socorros para funcionários dos núcleos de educação infantil da cidade. Outra pauta concernente à saúde e educação institui um dia para a realização de exames clínicos periódicos a alunos da rede municipal de ensino. “São inúmeros projetos que beneficiam diversas categorias, como o projeto que prevê a instalação de sinais sonoros para auxiliar os deficientes visuais nos sinais de trânsito da nossa Capital. Quando todos vierem a ser debatidos na tribuna da CMJP, a população os conhecerá”, aponta Raíssa.
Texto: da assessoria da vereadora

Governo anuncia para os dias 30 e 31 o pagamento dos servidores estaduais.

O Governo do Estado realiza o pagamento do funcionalismo público a partir da próxima quarta-feira (30). Recebem neste dia, os aposentados e pensionistas. Já na quinta-feira (31), é a vez dos servidores da ativa serem contemplados com o salário referente ao mês de março.O pagamento dos servidores estaduais é executado pelo Banco do Brasil, a partir de contrato realizado entre a instituição financeira e a Secretaria de Estado da Administração, que gerencia a folha de pessoal. 
Paraíba Já/Secom-PB

Vereadora Eliza (PSDB) apresenta projeto que visa valorizar estudantes da rede municipal de ensino


Visando incentivar e valorizar os estudantes da rede municipal de ensino de João Pessoa, a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) apresentou à mesa diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) um projeto de resolução que acrescenta o inciso XIX, ao artigo 208 do Regimento Interno da CMJP, criando o 'Diploma Estudante Destaque – José Lins do Rego'.
 De acordo com a vereadora, essa resolução contribuirá com o esforço concentrado realizado por toda a sociedade que procura tornar a transmissão do conhecimento mais atraente, fazendo com que os estudantes sintam-se motivados em seu processo de aprendizado, sempre na busca de melhor desempenho em seu cotidiano acadêmico.
O ‘Diploma’ homenageará, anualmente, até cinco estudantes das redes pública e privada de ensino da Capital, que se destacarem no âmbito municipal, estadual, nacional ou internacional. Os homenageados serão escolhidos pela Comissão Permanente de Educação (CPE) da CMJP, através de seleção realizada pela análise de currículos e documentos comprobatórios dos alunos que façam honra ao mérito, encaminhados à CPE.
 A entrega dos diplomas será realizada durante sessão especial agendada para homenagear a data alusiva ao 'Dia do Estudante'. E o projeto está sob avaliação das comissões permanentes da Casa para posterior votação em plenário, sendo encaminhado para o Poder Executivo sancionar, caso seja aprovado pelos parlamentares.
 Assessoria

Pastoril Profano encerra temporada no Teatro Santa Roza neste domingo.

 Após três meses de sucesso e recorde de público, o espetáculo o “Pastoril Profano – um verão circense”, ou simplesmente “Deus tomara que não chova”, se despede do palco do Teatro Santa Roza da Funesc e realiza suas últimas apresentações. Durante toda a temporada, o grupo já realizou 40 apresentações, com mais de 22 mil pessoas que assistiram ao espetáculo. Neste fim de semana quem for assistir ao espetáculo e comprar o ingresso na bilheteria do teatro vai ganhar um brinde especial. “Tratamos nosso público com carinho”, comenta Edílson Alves, diretor da Cia Paraibana de Comédia, responsável pela montagem.
Tradicionalmente há oito anos consecutivos a companhia paraibana de comédia realiza sua temporada de verão com nova montagem do espetáculo Pastoril Profano. Este ano não seria diferente. Para completar 19 anos de sucesso, o grupo ficou em cartaz no Teatro Santa Roza, com apresentações sempre de quinta a domingo às 20h. Clik aqui e leia mais.


Professores aprovam indicativo de greve para 15 de abril

Os professores da rede estadual de ensino decidiram no final da tarde desta sexta-feira (25) por indicativo de greve para o dia 15 de abril. A iniciativa foi determinada numa assembleia no auditório do SINTEP em João Pessoa.
O Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado da Paraíba comandado pelo professor Antônio Arruda, reivindica o comprometimento do governador Ricardo Coutinho a rever as ações de corte de gratificações dos funcionários da Educação. O benefício, implantado em outubro de 2010, foi suspenso no contracheque de janeiro.
Outra demanda apresentada pelos professores é a inclusão dos pro tempores cortados da folha do Estado. Além disso, os trabalhadores da educação - que passaram a dar dois expedientes - reivindicam a garantia do pagamento de vale transporte e alimentação. O indicativo de greve foi definido por mais de 300 professores que estiveram presentes na assembleia, realizada no auditório do SINTEP. 
Fonte: Portal Correio da PB

Mais emprego federal: Publica o Edital do concurso para procurador da República


Está aberto o 25º concurso público para provimento de cargos de procurador da República, para o preenchimento de 114 vagas, distribuídas de acordo com a previsão do Edital nº 5, de 24 de março, publicado hoje (25) no Diário Oficial da União. Interessados podem fazer as inscrições preliminares do dia 28 de março a 26 de abril. O cronograma completo com as datas previstas para a realização das diversas etapas do processo seletivo consta do anexo I.
Após o prazo para a inscrição preliminar, será publicado edital indicando a divulgação, nos locais de inscrição e na página do concurso www.pgr.mpf.gov.br/concurso-procurador da relação nominal dos candidatos inscritos.
Fonte: Fatospb

STF derruba Lei da Ficha Limpa para 2010 e Cássio será empossado senador

 O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) vai ser empossado senador da República nos próximos dias. A decisão é do Supremo Tribunal Federal, que ao julgar nesta quarta-feira (23) recurso do candidato a deputado estadual mineiro Leonídio Bouças (PMDB) decidiu por 6 votos a 5 que a Lei da Ficha Limpa não pode ser aplicada nas eleições de 2010.
Cássio se beneficia porque antes, o Supremo já tinha aprovado a “repercussão geral” do julgamento, o que significava dizer que a decisão de hoje seria extensiva a todos os outros políticos brasileiros cujas candidaturas estavam sendo contestadas pela justiça eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa.
O relator da ação específica desta noite foi o ministro Gilmar Mendes, conhecido crítico da aplicação imediata da lei. Em seu voto, ele evocou o princípio da anuidade para dizer que uma lei aprovada em ano eleitoral não poderia valer já para aquele pleito. Ele destacou que era “completamente equivocado” pensar o contrário e disse que isto alteraria o processo eleitoral em curso.
O voto mais esperado do dia, contudo, era do novo ministro Luiz Fux, que tomou posse no STF no início de março e que seria responsável por desempatar o julgamento da lei, que pela terceira vez entrava em pauta (nas duas primeiras vezes a corte estava desfalcada de um membro e empatou em 5 a 5).
Considerando que todos os outros dez ministros repetiriam seus votos anteriores, caberia a Fux uma espécie de voto de minerva antecipado. E na sua decisão ele sepultou a Ficha Limpa para 2010, que agora só passará a valer a partir das eleições municipais do ano que vem.

E em sua explanação, já começou dizendo que “o melhor dos direitos não pode ser aplicado contra a constituição”. Foi sustentado nesta certeza que ele disse que a lei feria a Constituição Federal e por isto não poderia ser levada em consideração para no pleito de 2010. Ele chamou Gilmar Mendes de “professor” e seguiu o voto do relator. “Fica claro que a aplicabilidade da Ficha Limpa já em 2010 afetaria o processo eleitoral, pois este já tinha sido iniciado”, frisou, não sem antes destacar a “moralidade” da lei e a certeza de que a Ficha Limpa era a “lei do futuro”. Para ele, portanto, o tal futuro começa em 2012, quando ela poderá ser aplicada pela primeira vez.
Como o esperado, os outros ministros repetiram seus votos. Seguiram o relator, além de Fux, os ministros Dias Tofolli, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso. Votaram contra o relator e a favor da aplicação imediata da lei os ministros Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa, Carlos Ayres Brito e Ellen Gracie.
Com a chegada de Cássio Cunha Lima ao cargo de senador, na condição de candidato mais votado no pleito de 2010, o terceiro colocado na disputa, Wilson Santiago (PMDB), perde o cargo que herdou com a inelegibilidade momentânea do tucano.

Fonte: MaisPB

Assembléia da Paraíba já definiu os presidentes de três Comissões Permanentes: Constituição e Justiça, Execução Orçamentária e Serviços Públicos.


 A Assembleia Legislativa da Paraíba instalou na manhã desta quarta-feira (23/03) três das suas 12 comissões permanentes da Casa de Epitácio Pessoa - Constituição, Justiça e Redação; Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária; Administração e Serviço Púbico). Também foram escolhidos, de forma consensual, os presidentes e vice-presidentes dessas comissões. A solenidade foi realizada no auditório João Eudes da Nóbrega.
O deputado Lindolfo Pires (DEM) foi eleito presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (foto), tendo como vice o colega Janduhy Carneiro (PPS); Gervásio Maia (PMDB) e Frei Anastácio (PT) foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente da Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária. Tião Gomes é o novo presidente da Comissão de Administração e Serviço Público, tendo como vice o deputado Hervázio Bezerra (PSDB).
A Comissão de Constituição, Justiça e Redação realiza a primeira reunião na manhã desta quinta-feira (24), segundo anunciou o presidente Lindolfo Pires. “Temos medidas provisórias encalhadas na Casa e, por isso, decidimos consensualmente realizar a primeira reunião na manhã desta quinta-feira. Com isso, se depender da nossa comissão, as medidas provisórias já serão votadas em plenário na terça-feira da próxima semana”, garantiu.
A celeridade quanto ao cumprimento de prazos foi o tom dos novos membros das comissões instalada na Casa. Gervázio Maia declarou, ao tomar posse na Comissão de Orçamento, que a ordem é “cumprir” o Regimento Interno da Casa. “Na legislatura passada cobrei muito das comissões o cumprimento de prazos, o que infelizmente não ocorreu. Agora, me sinto na obrigação de fazer valer o Regimento da Casa, no sentido de apresentar dentro dos prazos pré-estabelecidos os pareceres das matérias que passarem por nossa comissão”, assegurou. Tião Gomes, da Comissão de Administração e Serviço Público, também se comprometeu em dar celeridade aos trabalhos na comissão que passou a presidir. “Agradeço a confiança dos colegas quanto à indicação do nosso nome para presidir essa importante comissão. Com isso, vamos trabalhar para garantir a celeridades no trâmite de matérias”, garantiu.
As demais comissões serão instaladas gradativamente, obedecendo a convocação da presidência da Casa, ato que será publicado no Diário do Poder Legislativo, segundo informação prestada pelo do jurista Félix Araújo, secretário legislativo da Assembleia.

Fonte: Site da al.pb por Walter Nogueira

Comissão do Senado aprova fim de coligações em eleições proporcionais

Os senadores aprovaram nesta terça-feira (22), na Comissão de Reforma Política do Senado, a proposta de extinção das coligações partidárias nas eleições proporcionais. Por unanimidade, os membros da comissão consideraram que esse modelo de associação deveria acabar e criticaram a forma como essas coligações são feitas. “Coligação é uma grande distorção do nosso processo representativo. Sou a favor do fim das coligações”, afirmou o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
O senador Roberto Requião (PMDB-PR), e o líder do PT, Humberto Costa (PE), também disseram que as coligações buscam apenas o compartilhamento do horário gratuito de televisão durante as eleições. O consenso sobre o fim das coligações, contudo, não se repetiu no momento de discutir o modelo eleitoral brasileiro. Os membros da comissão não chegaram a uma proposta para ser incorporada ao texto que seguirá para o plenário do Senado. Com isso, a votação sobre esse assunto ficou para a próxima quinta-feira (24).
Fonte: Correio Braziliense

Pôr-do-Sol do Jacaré é destaque no Caderno de Turismo da Folha de São Paulo




O Caderno de Turismo da Folha de São Paulo de quinta-feira (17 ) traz reportagens sobre a Paraíba e nossa gastronomia. O suplemento de turismo tem como destaque uma reportagem de sete páginas sobre a Paraíba. A repórter Priscila Rossi que assina a reportagem, pautou nossos aspectos culturais, gastronômicos e de entretenimento, enaltecendo sobretudo as belezas do litoral paraibano e as comidas típicas que degustou. Com o slogan " A Paraíba quer Voçê"  Priscila indica dez maneiras de amar a Paraíba, com roteiros gastronômicos e ateliês com o melhor da nossa arte. 
A folha 4 do caderno conta a história do Pôr-do-Sol da Praia do  Jacaré através de um depoimento do músico José Jurandy Félix, idealizador desse ritual que tornou Cabedelo conhecida internacionalmente.
Judandy está em sua 3.775 apresentação, foi convidado até pelo governo fracés para conhecer a história de Ravel, compositor da música mais executada por ele no ritual do nosso pôr-do-sol, onde diariamente recebe centenas de turistas que ficam encantados com o espetáculo, tornando o local o produto turístico mais visitado da Paraíba.

Emprego Federal: Correios lança edital e abre concurso para 8,3 mil vagas

Os Correios lançaram edital de concurso para 8.346 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de nível médio. O salário base é de R$ 807,29. Do total de vagas, 20% são destinadas a portadores de deficiência (veja aqui o edital).
Os cargos são de atendente comercial (2.272 vagas), carteiro (5.060) e operador de triagem e transbordo (1.014).
Além do salário, haverá benefícios como vale-alimentação/refeição, vale-transporte, auxílio creche ou auxílio babá, auxílio para filhos dependentes portadores de deficiência física, assistência médica e odontológica e plano de previdência complementar, além de plano de cargos, carreiras e salários estruturado e possibilidade de desenvolvimento profissional.
As inscrições podem ser feitas das 10h de 23 de março às 23h59 de 5 de abril através do site www.cespe.unb.br/concursos/correiosagente2011. A taxa de inscrição é de R$ 32,00. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 13 de abril.
Os Correios disponibilizaram locais com acesso à internet para os candidatos fazerem as inscrições – clique aqui para ver.
A seleção terá prova objetiva para todos os cargos e avaliação da capacidade física laboral (teste de barra fixa, teste de corrida de 12 minutos e testes de dinamometria) para carteiro e operador de triagem e transbordo. A prova objetiva será realizada nas cidades que constam no anexo I , de acordo com a opção do candidato no momento da inscrição.

É HOJE: futuro de Cássio pode ser definido no STF; plenário volta a discutir se a Lei da Ficha Limpa surtirá efeitos sobre os candidatos eleitos em 2010

  O ministro Luiz Fux terá sua primeira prova de fogo 20 dias depois de tomar posse no Supremo Tribunal Federal (STF). O plenário da Corte volta a discutir, na quarta-feira (23), se a Lei da Ficha Limpa, surtirá efeitos sobre os candidatos eleitos em 2010. O que pode definir a situação do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB).
O STF colocou na pauta de julgamento o recurso do candidato Leonídio Bouças (PMDB), que, no ano passado, disputou uma vaga de deputado estadual para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O relator do recurso é o ministro Gilmar Mendes.
O candidato foi barrado por ter sido condenado por improbidade administrativa, sob acusação de usar a máquina pública em favor de sua candidatura ao Legislativo mineiro nas eleições de 2002, quando era secretário municipal de Uberlândia. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu seus direitos políticos por seis anos e oito meses.
No caso de Cássio, ele espera a definição sobre a aplicação ou não da lei para condenação em processos anteriores à sua criação. Ele tem o mandato de senador sub-judice. Foi o candidato mais votado, mas como não teve seu registro aceito pelo Tribunal Regional Eleitoral, seus votos foram considerados nulos e Wilson Santiago (PMDB) foi considerado eleito na terceira vaga no Senado.
A definição sobre a aplicação imediata pode alterar significativamente o quadro de deputados e senadores que tomaram posse neste ano. O ponto nevrálgico da discussão é o impasse sobre se a lei se submete ou não ao chamado princípio da anterioridade previsto no artigo 16 da Constituição Federal.
O artigo 16 diz o seguinte: "A lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência". O racha entre os ministros se deu exatamente pelas diferenças entre o conceito do que é processo eleitoral.
A Lei da Ficha Limpa foi publicada em 7 de junho de 2010. Assim, só poderia valer de fato a partir de 7 de junho de 2011. Na prática, só se aplicaria aos candidatos a partir das eleições municipais de 2012. Esse é o entendimento dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso.
Os outros cinco ministros — Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa, Ayres Britto e Ellen Gracie — entendem que sua aplicação é imediata porque novas hipóteses de inelegibilidade não alteram o processo eleitoral. Logo, não teriam de cumprir o prazo de carência de um ano previsto na Constituição Federal.
Sobre este ponto é que se deu o impasse. Para os ministros que defendem a aplicação imediata da lei, só tem poder de interferir no processo eleitoral uma regra que desequilibra ou deforma a disputa. Como a Lei da Ficha Limpa é linear, ou seja, se aplica para todos indistintamente, não se pode afirmar que ela interfere no processo eleitoral. Logo, sua aplicação é imediata.  

PB Agora

Leto (PDT) e Marcos Patrício (PSB) poderão marchar juntos rumo a prefeitura de Cabedelo em 2012.


O vereador Welington Viana (PDT) e o auditor de contas Marcos Patrício (PSB) teriam o aval do governador e até já se reuniram para discutir os detalhes da futura aliança, visando marchar juntos rumo à sucessão de Zé Régis em 2012.
 A informação foi repassada com exclusividade para o BLOG RENASCER EM NOTICIA por um militante do PSB local que pediu para não se identificar. Acrescentando que Patrício e Leto estiveram reunidos  recentimente, onde discutiram essa possibilidade. Uma pesquisa interna seria feita na cidade para definir quem encabeçará a chapa.
Procurado pela reportagem, Marcos Patrício não confirmou o encontro mais também não descartou a possibilidade. Vale salientar que Leto apoiou Ricardo Coutinho (PSB) nas eleições de 2010 para governo do Estado e integra o clube de aliados do governador na cidade. A quem diga que Ricardo e as lideranças do PSB estadual vêem com simpatia essa aproximação e já trabalham a possível aliança entre Leto e Marcos Patrício.

Aguinaldo Silva

PEQUENOS DELITOS - CRÔNICA DO POETA ALEXANDRE OLIVEIRA


 Em uma das crônicas de Walcir Carrasco, ele comenta sobre pequenos delitos, crime que se comete sem cometer tanta falta, eu acho. Mas associando o nome dele a este fato vi que às vezes não podemos ser bom demais, temos que ser realmente carrasco, ser cruel e desumano pelo simples fato de se formos bons passamos para pessoas inescrupulosas a imagem de bobo e de otário, por apenas não querermos ser vitima do disse me disse... Clik aqui e leia mais.

Em busca da unidade PT define: Filiados que estão no Governo de Ricardo devem se licenciar do partido até maio

O deputado estadual Frei Anastácio fez uma avaliação positiva da reunião do PT realizada ontem, segunda-feira (21). Segundo o petista ficou deliberado que quem estiver no governo terá que se licenciar do partido. Segundo ele, não houve caça as bruxas.
Anastácio explicou que é importante que o partido construa uma unidade para chegar em 2012 coeso e possa indicar nomes para disputar a prefeitura de João Pessoa e Campina Grande, assim como outros municípios da Paraíba. O partido já começa no próximo domingo (27), em patos, uma reunião fechada do partido no Sertão, no Vale do Piancó, para buscar essa unidade. “Não existe caça as bruxas, o membro que faz parte do governo continuará filiado, mas será licenciado. Os encaminhamentos já foram feitos e até a próxima reunião do diretório que vai acontecer no dia 7 de maio, eles devem tomar a decisão”, conta.
No governo de Ricardo Coutinho (PSB), estão o secretário de Estado, Walter Aguiar, este já licenciado do partido, o adjunto da Secretaria de Infraestrura, Carlos Alberto e o adjunto executivo da agricultura. Em relação a posição do partido na AL, o deputado garante que tanto a bancada quanto o partido decidiu não fazer revanchismo, nem em relação aos colegas do governo, nem em relação a atuação parlamentar, adotando uma posição não necessariamente de oposição.
Fonte: Blog Mari Fuxico

Governador anuncia a integração dos transportes incluindo todos os 223 municípios paraibanos


O governador Ricardo Coutinho lança na próxima segunda-feira (28), na cidade de Patos, Sertão do Estado, o programa “Paraíba Integrada”, que vai fazer a integração do sistema de transporte intermunicipal da Paraíba. O projeto é o carro-chefe do conjunto de ações que serão apresentadas pelo governador em seus 100 primeiros dias de Governo.
O sistema permitirá que os usuários paguem apenas a metade do valor da passagem do segundo ônibus. Isso significa que o cidadão que precisar se deslocar de São José de Piranhas até Campina Grande, por exemplo, compre o primeiro bilhete até Cajazeiras e no segundo trecho apresente o comprovante no guichê do “Paraíba Integrada”, que será instalado pelo DER nas cidades pólos, pagando apenas metade do valor da passagem, em um prazo de 24 horas.
O “Paraíba Integrada”, que é pioneiro em todo o país, vai reduzir o custo no valor das viagens intermunicipais dos usuários de ônibus do Estado, já que milhares de paraibanos precisam pegar diariamente dois ônibus para chegar ao seu destino. O sistema permitirá que o cidadão que more em uma região, desloque-se para outra, desembarque, resolva seus problemas, depois prossiga a viagem, com redução nos custos.
O novo sistema será operacionalizado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão responsável pela execução da política de transportes intermunicipais no Estado, cuja principal atividade será o exercício de fiscalização na aquisição e utilização dos bilhetes de passagem, tarefa para a qual deverá contar com a participação efetiva das empresas participantes do Programa, parceiras por inteiro na sua boa execução.
Fonte: Secom-PB

Sucessão municipal em Cabedelo: Marcos Patrício lidera pesquisa mesmo quando o nome não é citado.


Matéria publicada neste domingo (20/03) no pbagora sobre a sucessão de Zé Régis em Cabedelo deixa Marcos Patricio de fora, mas o povo comentando o assunto no site declara seu apoio a Patricio e o coloca em liderança sobre os outros.

Os políticos tradicionais, os forasteiros, as lideranças viciadas, os picaretas de plantão e a imprensa marrom de nosso estado tentam, a todo instante, tapar o sol com a peneira no que diz respeito ao próximo pleito eleitoral na cidade de Cabedelo.
No último domingo (20/03), um site de noticia paraibano publicou uma matéria sobre os nomes colocados para a sucessão de Zé Regis, onde recheou a noticia com vários forasteiros que, segundo o site, devem se candidatar para administrar o orçamento da cidade portuária paraibana.
Na matéria o jornalista esqueceu, ou deliberadamente, deixou de fora vários nomes que também já se colocaram para disputar o pleito e administrar a cidade. Talvez os interesses pessoais ou a falta de apuração do assunto, fez com que o nobre jornalista deixasse de fora nomes como: Ramalho Pinto, Sebastião Plácido e Marcos Patrício. Este último participou como candidato, em 2004 e 2008 e foi vencedor de enquête realizada ja este ano, neste blog. Veja o resultado da Enquête.
A enxurrada de comentários feitas no site que publicou a matéria dar a dimensão da falta do nome de Marcos Patrício na mesma. 80% (oitenta por cento) dos que comentaram o assunto no site declaram voto a Marcos Patrício, mesmo sem seu nome constar na matéria. Clik aqui, veja a matéria e confira os comentários.

Aguinaldo Silva

Câmara de Cabedelo vai debater em Sessão Especial o último concurso público da prefeitura e vereadores solicitam informações da empresa responsável pelo certame.


A Câmara Municipal de Cabedelo realizará, no próximo dia 29, uma Sessão Especial para discutir o último Concurso Público realizado pela Prefeitura Municipal, pendente de homologação. A realização dessa Sessão Especial atende a um requerimento do vereador Wellington Brito (PSDC), apresentado e aprovado por unanimidade na noite dessa terça-feira (15).
Ao justificar seu requerimento, na tribuna da Câmara, Wellington Brito comentou que a Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público para anulação do concurso de Cabedelo foi proposta após a apuração de denúncias sobre fraude nas provas para os cargos de fiscal de obras, agente fiscal de tributos, arquiteto, cirurgião-dentista e educação básica de língua brasileira de sinais. “O Concurso para três desses cinco cargos cujas provas foram questionadas são para formação de cadastro reserva. Temos que saber se os motivos de uma possível anulação são justos para prejudicar as 937 pessoas aprovadas”, disse o autor do requerimento, levantando um dos questionamentos que deverão ser discutidos durante a Sessão.
Já o vereador Wellington Viana França (Leto) – PDT apresentou um requerimento solicitando que a Câmara Municipal envie um ofício para a empresa responsável pela elaboração do último Concurso Público realizado pela Prefeitura Municipal de Cabedelo, solicitando as seguintes informações:

1) Quanto a empresa arrecadou dos concursados para a realização do respectivo concurso?
2) Quanto a empresa gastou com a realização do respectivo concurso?
3) Quais foram os itens que estão sendo questionados pelo Ministério Público na aplicação das provas, os quais estão impedindo a homologação dos resultados?
4) Quais os argumentos de defesa da empresa para dirimir os respectivos questionamentos, os quais foram encaminhados para a Justiça?

As informações servirão de base para as discussões. Entre os convidados para a Sessão Especial, estarão o Promotor Público Valério Bronzeado, a Comissão Organizadora do Concurso, a empresa responsável, a Secretaria Municipal de Administração e representantes dos concursados.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Cabedelo

Depois de três anos Beninha pede a conclusão da Quadra de Esportes do Renascer II


Depois de três anos e após inúmeros protestos e reivindicações dos desportistas locais, o vereador Benival Severo do Ramos (Beninha) solicitou através de requerimento apresentado nesta terça-feira (15/03), ao Prefeito Municipal José Francisco Régis, que se digne em tomar providências necessárias junto aos setores competentes para viabilizar a conclusão do Ginásio de Esportes do Renascer II. “Todos os anos, apresento requerimentos e emendas incluindo esse Ginásio de Esportes do Renascer II. Há mais de dois anos ele foi quebrado para reforma que nunca foi concluída. A quadra estava velha, mas estava funcionando, e agora está em situação precária”, disparou Benival.
Os moradores e desportistas daquela comunidade até já organizaram um protesto bem humorado para denunciar o descaso. Comemoraram com um bolo de dois metros, o aniversario de dois anos de desativação daquela praça esportiva. A quadra foi desativada para reforma no final de 2008, período em que Zé Regis disputava a sua reeleição. Vários trabalhadores do bairro, inclusive, sobre a orientação do vereador Beninha, foram contratados e colocados para trabalharem na obra naquele momento. Numa demonstração flagrante de objetivos eleitoreiros.
No mais, já era tempo da cobrança por parte do vereador, já que o mesmo é desportista e recebe, diariamente, o repudio da comunidade. O povo não está mais besta e nem esqueceu das promessas que garantiam a reabertura da quadra no inicio do ano de 2009. “Na campanha para a eleição de presidente do bairro no ano passado, visando queimar o Galan, os aliados do prefeito no bairro, tentaram justificar o descaso com a conclusão da obra, alegando que o prefeito não terminava porque o presidente da Associação não era do seu lado. Um absurdo”. Disparou um morador ouvido pela reportagem.
  FOTOS DA QUADRA
Aguinaldo Silva
Com apoio da assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Cabedelo

Em Cabedelo vereador quer cursos profissionalizantes para obtenção de Carteiras Marítima


Muito boa a iniciativa do vereador Fábio de Oliveira (PDT) – Fabinho, que solicitou através de requerimento apresentado na sessão desta terça-feira (15), o ao Prefeito Municipal, José Francisco Régis, a realização, através da Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social, de cursos profissionalizantes necessários para obtenção da Carteira Marítima. “Essa é uma demanda crescente no município de Cabedelo e que a Capitania dos Portos da Paraíba não têm conseguido atender adequadamente, obrigando nossos munícipes a procurarem outros centros urbanos para esse fim”, enfatiza Fabinho.
A iniciativa do vereador é louvável e pode ser ampliada, também, para as carteiras de pescas já que nesta eleição surgiram evidencias concretas de que deputados foram eleitos depois de distribuírem desordenadamente as carteiras. Até taxistas que nunca participou de uma pesca foram flagrados portando o documento. Esse assunto ainda poderá repercutir e respingar, não só nos que receberam indevidamente o seguro, mas também, os que autorizaram a expedição das carteiras com fins políticos e eleitoreiros.
Aguinaldo Silva
Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Cabedelo

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 33 milhões

A Mega-Sena acumulou no sorteio deste sábado (19) e o prêmio vai a R$ 33 milhões na próxima semana. Nenhum apostador acertou as dezenas 04, 20, 30, 41, 47 e 58 sorteadas nesta noite em Aparecida de Goiânia (GO).
Os 56 apostadores que acertaram cinco das seis dezenas vão poder receber R$ 45.560,13 cada. Já os 5.172 apostadores que acertaram quatro números sorteados hoje terão direito a R$ 704,71.
O próximo sorteio da Mega-Sena será feita na próxima quarta-feira (23). As apostas custam a partir de R$ 2 e devem ser feitas até as 19h em qualquer uma das 10,7 mil lotéricas espalhadas pelo país.

R7

Comissão do Senado acaba com reeleição no Executivo

Nova regra valeria para os eleitos a partir de 2014; mandato de presidente passaria a ter cinco anos

A comissão especial da reforma política no Senado aprovou nesta tarde o fim da reeleição e um mandato de cinco anos para presidente da República, governadores e prefeitos. A nova regra valeria para os eleitos a partir de 2014, ou seja, quem está no cargo atualmente poderia tentar a reeleição ainda uma vez. Neste caso, na hipótese de reeleição da presidente Dilma Rousseff, ela seria favorecida com um mandato de nove anos, já que o segundo teria a duração de cinco anos.
O presidente da comissão, Francisco Dornelles (PP-RJ), e o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) foram os únicos a defender o modelo atual, em que os governantes se elegem para exercer um mandato de quatro anos, com direito à reeleição. O ex-governador de Santa Catarina Luiz Henrique (PMDB) defendeu o fim da reeleição ou, mantido o instituto, que o governante seja obrigado a se desincompatibilizar do cargo para disputar novo mandato. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o líder do PT, Humberto Costa (PE), defenderam o fim da reeleição, com mandato de cinco anos, embora seus partidos tenham sido os únicos a se beneficiar com esse modelo. "O PT sempre foi contra a reeleição, mas não poderíamos ignorar as regras do jogo", justificou o petista.

Uma das principais vozes pelo fim da reeleição, o senador Itamar Franco (PPS-MG) afirmou que existe uma linha invisível entre o governante e o candidato que nem o Tribunal Superior Eleitoral consegue distinguir. "Uma hora ele é governador, outra hora é candidato. Quando tira o paletó, ele é candidato, mas a caneta vai com ele", argumentou. Na mesma reunião, a maioria do colegiado defendeu a manutenção do voto obrigatório. Aécio admitiu que o voto facultativo seria "mais palatável à opinião pública", mas chamou a atenção para o risco de se ter "governantes eleitos por uma minoria pouco expressiva". Segundo ele, num momento de maior confronto e crise política, isso poderia gerar instabilidade social. "Temo que surjam setores desestimulados, gerando uma dispersão muito grande dos votos e uma distorção do resultado eleitoral", concluiu.
Além disso, a maioria da comissão avaliou que o modelo atual consiste numa "obrigatoriedade flexível", já que a lei eleitoral prevê sanções brandas ao eleitor que faltar ao pleito, como multas estimadas em R$ 3,50. Na próxima reunião, os senadores vão analisar as propostas de implantação do voto distrital e do voto majoritário para deputados federais, estaduais e vereadores.

 
Fonte: Agência Estado

Humorista Shaolin já reage a estímulos luminosos e sonoros, diz produtor

Humorista Shaolin já reage a estímulos luminosos e sonoros, diz produtor
O humorista Shaolin já reage a estímulos luminosos e sononoros. A revelação foi feita pelo produtor do humorista paraibano, Ricardo Santos durante entrevista ao programa “Polêmica Paraíba” da Paraíba FM (101,7). O produtor disse ainda que o quadro clínico do humorista continua estável. Segundo ele, Shaolin continua internado em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas de São Paulo em coma depois do acidente na BR-230, região de Mutirão, em Campina Grande (PB), em 19 de janeiro.
Os médicos esperam uma reação do humorista a qualquer momento, já que exames mostraram que Shaolin não teve perda auditiva nem visual.
Click PB

Cabedelo tem 1.485 prestadores de serviços enquanto 900 concursados aguardam nomeações e MP quer anular o concurso.


A Prefeitura Municipal de Cabedelo foi destaque na imprensa paraibana esta semana por manter 1.485 prestadores de serviços sem concursos públicos. Enquanto isso, 900 concursados aprovados em 2010 (Edital 01/2010), fizeram audiências publicas no MP, manifestações pacificas em frente à prefeitura e denuncias na imprensa, mas, até o presente momento, não foram nomeados. Organizados em comissão, os concursados até já fizeram um micro blog no twitter para sensibilizar a opinião publica. Segundo eles, desde agosto do ano passado uma comissão procurou conversar com o prefeito e foram informados que a Prefeitura não homologaria o concurso em 2010 em virtude de uma recomendação do MP para não homologar/ convocar ninguém em período eleitoral. As explicações não convenceram os concursados uma vez que as eleições eram estaduais e federal. “Mesmo que fosse municipal não teria vedação alguma para homologar... o que não podia era convocar... então de onde o MP da PB tirou essa proibição?” pergunta um concursado. Acrescentando que dia 15/03 fez um ano do lançamento do edital do concurso e nem homologado o concurso foi ainda.
Ainda segundo os aprovados, antes das eleições do ano passado, Léa Santana Praxedes, leiloeira da Prefeitura e que assessora a comissão do concurso, chegou a enviar consultas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre a possibilidade de oficializar os resultados e iniciar as contratações. Contudo, o TRE teria alegado que, mesmo não se tratando de eleições na esfera municipal, a efetivação dos aprovados poderia configurar caráter político. Isso foi o bastante para que as listas finais dos aprovados não pudessem ser efetivadas e que as convocações ficariam, então, previstas para acontecer a partir de janeiro de 2011. Porem, até o presente momento, nenhuma delas foi efetivada.
Os concursados enviaram e-mail a nossa redação informando que estão temerosos por quer ouviram rumores de quer o Promotor de Justiça Valério Bronzeado, pretende anular o referido concurso sobre a alegação de irregularidades no mesmo. “Por duas vezes participamos de audiência no MP visando firmar um TAC o que não foi possível por quer o prefeito não compareceu e mandou pra audiência um assessor que não tinha competência para assinar o documento. Naquela oportunidade foi dito que em quinze dias isso seria resolvido. Hoje, do nada aparece uma ação do Promotor Valério Bronzeado dizendo que o concurso tinha irregularidades em cinco cargos e por isso precisaria anular o concurso por inteiro. A prefeitura nem citada foi e já afirma que espera não existir nenhuma pendência na justiça para então homologar e nomear os aprovados. O prefeito se aproveita disso pra demorar ainda mais as nomeações e permanecer com os apadrinhados que somam mais de mil. Por fim, vemos o MP entrar com uma ação querendo anular um concurso com fundamentos rasteiros. Ora, ao invés de o MP lutar pela convocação e acabar com a farra do prefeito nessas nomeações de parentes e protegidos, ele entra com uma ação para anular o concurso prejudicando centenas de candidatos e com fundamentos rasteiros. Acreditamos que o prefeito usa a ação do MP para ganhar tempo e terminar sua administração com seus protegidos sem nomear nenhum concursado”. Afirma os concursados no e-mail enviado a redação.
Ainda segundo o e-mail, os concursados foram agredidos pela Procuradora do município quando protestavam em frente a prefeitura. “Numa ação para sensibilizar o prefeito, fizemos uma manifestação pacífica com carros de som e faixas, a população nos apoiava batendo palmas e ao receber 3 dos aprovados, a procuradora do município chamou-nos de palhaços!!”, afirmam.
Leia mais sobre o assunto acessando os links abaixo.
http://www.ibfc.org.br/concurso/prefeitura-cabedelo-1011/

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/49229_cabedelo-preve-contratar-concursados-a-partir-de-janeiro.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/53393_concursados-cobram-nomeacao--tre-exige-cautela-em-ano-eleitoral.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/54335_prefeitura-de-cabedelo-aguarda-parecer-juridico-para-homologar-concurso.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/55306_aprovados-em-concurso-se-reunem-com-mp-para-cobrar-homologacao.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/55398_prefeitura-de-cabedelo-promete-homologar-concurso-em-15-dias.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/55596_mp-ajuiza-acao-para-anular-concurso-da-prefeitura-de-cabedelo.html

http://www.paraiba1.com.br/Noticia/57472_concurso-de-cabedelo-completa-um-ano-sem-expectativa-de-homologacao.html

http://www.cabedelo.pb.gov.br/noticia_completa.asp?noticia=483

http://www.cabedelo.pb.gov.br/noticia_completa.asp?noticia=647

Aguinaldo Silva
Redação do Renascer em Noticia

VEJA O VÍDEO DA AUDIÊNCIA PRODUZIDO PELO JORNALISTA PAULO NOGUEIRA

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

Sou Radialista Profissional, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB a 22 anos, tenho 41 anos, sou casado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção e atualmente estou Presidente do PPS de Cabedelo. Amo os seres humanos e destesto a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tenho como moldura em minha vida.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger