Ricardo anuncia reajuste para os servidores que terá impacto de 10,78% de aumento geral na folha

O governador Ricardo Coutinho anunciou no programa semanal “Fala Governador”, pela Rádio Tabajara e uma cadeia de rádios paraibanas, o reajuste salarial de todos os servidores públicos do Estado. O reajuste acontece já a partir do próximo dia 1º de janeiro de 2012, cumprindo o que havia ele garantido, de que a partir de agora todo o funcionalismo do Estado terá uma data-base específica no início de cada ano.
De acordo com o reajuste geral, a folha de pagamento do Estado terá uma variação de 3% a 33%, dependendo de cada função ou categoria específica. O impacto do aumento anual para os cofres do Estado, segundo o governador, será de R$ 305,5 milhões, incluindo a Previdência, o que dará mensalmente o valor de R% 23,5.  A folha mensal passará dos R$ 215 atuais para R$ 238 milhões, representando um aumento percentual de 10,78%.
O Governo da Paraíba passa a pagar o salário mínimo como vencimento básico, mais popularmente conhecido como “cabeça do contracheque”, saindo dos atuais R$ 545 para R$ 622,73. Esta foi, durante o ano, uma das maiores reivindicações do conjunto dos servidores públicos. Também será mantido o auxílio-alimentação instituído por Ricardo Coutinho no valor de 10% por cento para quem ganha R$ 600.
Os professores, juntamente com os profissionais da educação, terão o reajuste variando de 10,84% a 33,38%.  Na saúde, o aumento vai de 3,73% a 14,12 %. A Polícia Militar terá índices variando de 13,11% a 18,5%, e a Civil terá um reajuste de 16%.
Ricardo disse que o aumento geral só foi possível devido ao rigor absoluto empreendido nas finanças públicas durante este ano, quando a Paraíba deixou de ser o primeiro Estado brasileiro mais desequilibrado financeiramente e passou a um patamar mais aceitável, inclusive recebendo o reconhecimento da própria presidente Dilma Rousseff. “E o que é mais importante: cumprindo o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal”, reforçou.
Para dimensionar o valor total resultante desse reajuste para os servidores públicos, o governador lembrou que, com R$ 305,5 milhões, ele poderia, por exemplo, construir 12.308 casas populares, 25 hospitais metropolitanos ou, ainda, fazer com recursos próprios cerca de 210 km de novas estradas – muito mais do que foi feito durante todo o ano de 2011.
Detalhes
•        O reajuste terá um impacto anual de R$ 305,5 milhões; são R$ 23,5 mi a mais por mês nas finanças do Estado.
•        A folha mensal passa de R$ 215 para R$ 238 milhões.
•        O servidor passa a ter o salário mínimo como vencimento básico (na cabeça do contracheque) com o aumento de 14,26%, saindo de R$ 545,00 para R$ 622,73.
•        O aumento geral varia, entre as diversas categorias, de 3 a 33%.
•        Na Policia Militar e Corpo de Bombeiros, a variação é de 13,11% a 18,5%.
•        Para Polícia Civil, o reajuste é de 16%.
•        Para professores e profissionais da educação em geral, o reajuste vai de 10,84% a 33,38%.
•        Na saúde, os índices para os servidores variam de 3,73% a 14,12%.
•        Servidores do Fisco terão aumento de 9,5%.
•        Defensores públicos ficam com 13% de aumento.
Rebatendo as críticas do Deputado Luciano Cartaxo do PT, o Vereador pessoense Bira do PSB dosse que As declarações do deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) no twitter criticando o aumento salarial anunciado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) gerou indignação. Segundo Bira, Luciano Cartaxo, como vice-governador, foi conivente com a quebradeira patrocinada pelo governo Maranhão III. “Ele ficou calado todo o governo. Não fez nenhuma fala pública em defesa do funcionalismo”, disse o socialista. Bira lembrou que o ex-governador José Maranhão não concedeu aumento para nenhuma categoria. No entanto, foi recordista na concessão de gratificações para seus apadrinhados. “Ao final do governo Cássio a folha de gratificação era de 2,1 milhões. No governo Maranhão subiu para 3,7 milhões. Um absurdo” criticou Bira.
De acordo com o socialista, diferente da irresponsabilidade do governo Maranhão III, o governador Ricardo Coutinho, conseguiu equilibrar as contas do estado para conceder o reajuste salarial. “É uma prova de respeito ao servidor público e ao contribuinte”, finalizou o vereador.
Aguinaldo Silva
Fonte: Secom-PB/Mais-PB
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger