A volta do pires na mão II – Nau Catarineta faz campanha para conseguir transporte e representar Cabedelo no Conde.


A Nau Catarineta, grupo folclórico de nossa tradição cultural, fundado em 13 de Dezembro de 1912, conhecido carinhosamente como a Barca de Cabedelo, foi CONVIDADA pelo pesquisador folclórico Emilson Ribeiro para participar de uma programação cultural no município do Conde/PB, na comunidade Curugi onde acontecerá uma programação cultural com apresentações de bonecos de babau (fantoche), lançamento de livro, nau catarineta, coco de roda e ciranda e outros grupos convidados. 
Por não dispor de recursos próprios ou apoios da prefeitura a Barca só poderá participar do referido evento se surgir uma alma abençoada denominada de colaborador e/ou colaboradores para patrocinar o transporte do grupo (Ônibus), no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais).
“A Prefeitura Municipal de Cabedelo, infelizmente não tem disponibilizado transporte de ônibus para os grupos da cultura popular quando somos convidados para representar Cabedelo em eventos promovidos por outros municípios paraibanos e demais estados da federação. No entanto, já deixamos de participar de festivais e encontros internacionais de cultura porque não há apoio para o transporte e/ou passagens autorizada pela Prefeitura de Cabedelo para participamos de tais eventos”. Disse o agente cultural.
Não entendemos a falta de apoio já que a Prefeitura Municipal de Cabedelo tem aprovado no orçamento municipal de 2011, a quantia de R$ 2.486,40 (dois milhões, quatrocentos e oitenta e seis mil reais e quarenta centavos) para investimento em Cultura cujo orçamento também prever recursos destinados ao Apoio a Arte e Cultura Popular. 
A Lei Orgânica do município determina o seguinte: Seção II – Da Cultura. Art. 198 – O município apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais, prioritariamente, as diretamente ligadas à história de Cabedelo, à sua comunidade e aos seus bens.
Repudiamos a falta de um diálogo entre gestor e comunidade cultural para a inclusão de nossos artistas e grupos culturais nas programações dos eventos da Prefeitura que só contratam "bandas forró de plástico e artistas de fora". Bem como não concordamos com o modelo ultrapassado de fazer política pública para a cultura, certamente baluartes que fizeram história na cultura de Cabedelo como os saudosos: Padre Alfredo Barbosa, Antônio Sávio de Azevedo (Menininho), Hermes Nascimento, José Benedito da Silva, Tia Beta, estão virados em seus túmulos, de tanta vergonha do tratamento dado a cultura cabedelense.
Esperamos que o governo divulgue onde foram ou estão sendo aplicados os recursos previstos na LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2011, para que não haja dúvidas do dinheiro público que pertence ao povo, em especial a nossa cultura.
Aguinaldo Silva
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger