DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

Pede pra sair!!! Pede pra sair!!! Pede pra sair!!! – AMI sugere que Zé Regis renuncie

 

O advogado Dr. Caetano presidente da Associação de Moradores do Intermares – AMI sugeriu que o prefeito de Cabedelo Zé Régis der uma alegria ao povo da cidade e renuncie neste final de mandato. A sugestão foi feita pelo representante da comunidade no último domingo 27/11, na carreata denominada de o poeirão e realizada pela entidade nas ruas do bairro de Intermares, em protesto contra os descasos da administração Zé Régis.
Revoltados com os descasos da administração municipal para com o bairro de Intermares, o presidente da AMI (Associação de Moradores de Intermares) organizou no último domingo 27/11/2011 a carreata do poeirão nas ruas do bairro e defendeu a renuncia de Zé Régis da prefeitura. "Seria um ato de grandeza se no final de seu mandato Zé Régis pedisse pra sair." Disse o presidente da AMI o advogado Caetano.  
Segundo ele, o descaso desta administração com Cabedelo é total e a comunidade de Intermares esta indignada uma vez que o bairro é o maior arrecadador de IPTU do município. “A Prefeitura arrecada como se fossemos a Europa e devolve como se fossemos a África” disse um morador indignado. A área de lazer da entidade ficou lotada por moradores e amigos que estiveram prestigiando o protesto. O Engenheiro Quintans, Marcos Patrício, Vitor Hugo, Gilberto e Betinho Miranda, Nildinha, o ex-vereador Dema, entre outros, marcaram presença na carreata e foram clicados por nossa equipe. Durante a carreata vários moradores acenavam e registravam de seus apartamentos toda a movimentação, numa clara manifestação de apoio a iniciativa da entidade.
Aguinaldo Silva.



Clique Aquie veja o vídeo com as declarações do presidente da AMI.

Não se leva a sério a participação da sociedade na elaboração do orçamento público de Cabedelo.

Sebastião Quintans e Valdir Tartaruga são constrangidos pelo vereador Leto quando usavam a tribuna da casa em Sessão Especial para discutir o orçamento.
Lamentável o faz de conta que fazem nossos representantes para atender a lei de responsabilidade fiscal que determina a participação da sociedade na elaboração da Lei Orçamentária Anual – LOA. As entidades representativas da sociedade civil e os cidadãos comuns são alijados do processo ou desrespeitados em pleno uso da tribuna na casa que deveria ser do povo.
A ACICA (uma das mais respeitadas entidade cabedelense) é constantemente taxada e difamada por agentes públicos ligados ao governo municipal, numa tentativa infame de desmoraliza-la.
Na semana passada, atendendo ao que determina a lei, a Câmara realizou duas sessões para discutir o orçamento. Na primeira, metade dos vereadores não compareceram. A ACICA se fez presente e considerou a sessão um ato de primeira aproximação "sistematizada" da comunidade com os nossos gestores. “A Câmara tem poderes para conseguir a aprovação e a execução das propostas da sociedade no orçamento público. Temos convicção de que se a população for chamada para indicar a aplicação de nossos recursos, (estimado em mais de 153 milhões de reais para 2012) poderíamos ter maior satisfação social e melhor aplicação dos mesmos”. Disse Ernestinho Presidente da ACICA.
Infelizmente nossos agentes políticos ainda não dão a importância devida à participação da população na elaboração do orçamento. Preferem atuar com favores "doações" e outras ações assistencialistas  que contribui mais para o sujeitamento e submissão do povo. O resultado é a política de favores e o dinheiro público mau aplicado. Oxalá mudemos isso. Caso contrário Cabedelo continuará maltratada e a população indignada.
A segunda sessão foi solicitada pelo vereador Leto para ouvir os moradores de Intermares. Ouve problema na emissão dos convites e representantes como a AMI (Associação de Moradores do Intermares) não participaram do evento. Ao lamentar na tribuna da casa a ausência da AMI na sessão e criticar a falha na entrega dos convites, o Engenheiro Quintans foi agredido verbalmente pelo vereador Leto que antes já tinha rebatido de forma agressiva o discurso de outro morador, o Valdir Tartaruga proprietário do Bar do Surfista. Intervindo da mesa, Leto disse que Valdir não tinha projetos para o Intermares e seu discurso não condiziam com a prática. E afirmou que Quintans queria aparecer e fazer política na tribuna da casa.
Presente a sessão, Vitor Hugo lamentou a atitude do parlamentar e classificou como vexatório o resultado final da sessão.


Click Aqui e veja o vídeo do bate boca entre Leto e Quintans na Câmara Municipal e tire suas conclusões.

Aguinaldo Silva

Camalau Futebol Clube é o campeão do 5º Campeonato de Futebol de Areia de Cabedelo.

A equipe de Camalau venceu o Monte Castelo pelo placar de 1X0 e sagrou-se campeão do 5º campeonato Amador de Futebol de Areia de Cabedelo, promovido pela UCFAC com o patrocínio do grupo Quintans e parceiros. A decisão aconteceu no último domingo 27/11 nas areias de praia formosa em Cabedelo.
Dez equipes disputaram o campeonato que teve inicio em 31/07 e termino em 27/11/2011. Foram quatro meses de competição. A organização foi da União dos Clubes de Futebol Amador de Cabedelo – UCFAC que tem como presidente Everaldo Viana e recebeu o patrocínio do Grupo Quintans e seus parceiros. Fronteira Engenharia, Tartaruga Burger, Casatudo, Grafset, Comaq, Sin Comunicação e Rede Paraiba de Supermercados. Ilma Viana, Guilherme Almeida, Marcondes Gadelha e Wellington Brito também patrocinaram o evento.
O Engenheiro Sebastião Quintans, Guilherme Almeida e Welington Brito estiveram no local e fizeram a entrega da premiação ao Camalaú Futebol Clube campeão 2011 da competição. O Monte Castelo ficou em segundo lugar e o Palmeiras com a terceira colocação. O campeão recebeu um troféu e trezentos reais em dinheiro. O vice-campeão recebeu troféu e R$ 200,00 em dinheiro. E o terceiro colocado arrematou um troféu e R$ 150,00 em espécie.
O jogador José Alberto - Tatu do Camalaú foi o artilheiro da competição. Astrogildo, também do Camalaú, o goleiro menos vasado e o Itamar jogador do Monte Castelo o melhor jogador da competição. Todos os atletas das três melhores equipes receberam medalhas. E todos os clubes participantes na competição receberam todo o material esportivo necessário (Camisa, short e bola) patrocinado pelo grupo Quintans e seus parceiros.
Texto e imagem: Aguinaldo Silva

Acredite se quiser - Em pleno final do governo a PMC afirma que vai calçar quase todas as ruas de Intermares e Camboinha.

A Secretaria de Obras Públicas da Prefeitura de Cabedelo colocou em quase todas as ruas dos bairros de Intermares e Camboinha, placas indicativas de obras públicas que, em nossa compreensão, estão em desacordo com a legislação em vigor. Essas placas são obrigatórias por lei e devem ser instaladas no início das obras, permanecendo no local até o seu término. Em todas as placas, deverá constar: a marca do Governo; data do início e do termino da obra; local; valor do convênio e a empresa responsável pela execução.
Compete ao Município promover o adequado ordenamento territorial e dispor sobre o uso e a ocupação do solo urbano, conforme competência atribuída pelo art. 30, I e VIII, da Constituição Federal de 1988; A publicidade das obras públicas devem abranger um meio eficaz de controle e verificação por parte dos cidadãos, como prática da cidadania. Além de apresentar à sociedade um mecanismo dinâmico e eficiente de transparência, controle social e publicidade das atividades públicas. Porém tais placas, conforme podemos identificar na foto acima, não tem a finalidade de informar, pois nelas não constam os valores da obra, as datas do inicio e da conclusão da mesma e as empresas responsáveis.
Percebe-se a vontade clara de apenas promover e divulgar a ação de governo. A população das comunidades onde as placa foram colocadas estão apreensiva e se perguntam será que não é mais uma propaganda enganosa em final de mandato? Este governo tem histórico de enganação! Em 2008, desativou a Quadra Esportiva do Renascer II, colocou uma dessas placas dizendo que ali seria construído um ginásio e, após as eleições, a obra foi esquecida e até hoje a comunidade espera pelo ginásio prometido.
Para gerar mais credibilidade, os moradores e este blog sugerem à Prefeitura que informe o prazo para início e conclusão das obras, bem como, os valores e a empresa responsável pela execução.
Aguinaldo Silva

Rebatendo Ramalho Tadeu esclarece que um milhão foi aplicado em todo o período de existência da Lei Padre Alfredo.

Tadeu Patricio, Mestre e Agente Cultural de Cabedelo rebate a informação do Secretário de Comunicação da PMC, Ramalho Pinto, de que foram gastos um milhão de reais com incentivos a cultura. Segundo Patrício, o secretário deixou transparecer que este montante teria sido aplicado no governo de Zé Régis o que não é verdade. A quantia de Hum Milhão de Reais, citado pelo secretário, é equivalente a toda a trajetória e funcionamento da Lei Padre Alfredo Barbosa, desde o mês de Outubro de 1999 até o mês de Dezembro de 2010. As informações poderão serem checadas através do SAGRES, do Tribunal de Conta do Estado ou no Portal Transparência da própria Prefeitura Municipal.
Ainda segundo Tadeu, em 2011, a captação de recursos junto aos contribuintes não chegará à quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), uma grande frustração para os artistas e grupos, que ao contrário de anos anteriores, não atenderá a demanda dos projetos culturais aprovados pela CONMIC no edital de 2010. “O que tem faltado é vontade política em defesa da cultura, é dar as condições necessárias para o pleno funcionamento da CONMIC. É necessário que haja uma política de incentivo e divulgação junto aos contribuintes dos impostos de ISS, IPTU, ITBI”. Disse Tadeu a reportagem.
O ativista cultural sugere ao governo municipal que realize na Fortaleza de Santa Catarina, um jantar, onde aconteça uma premiação entregando Certificados de Honra ao Mérito aos contribuintes que tem APOIADO À CULTURA através da Lei Municipal Padre Alfredo Barbosa. Nesta ocasião seria oportuno que os artistas e grupos populares beneficiados pela Lei 963/99 apresentassem o resultado dos seus trabalhos, além da própria CONMIC montar uma exposição com os produtos culturais produzidos por incentivos da Lei nos últimos anos. “Acredito que este tipo de ação, possibilitará uma maior relação entre Governo Municipal, Contribuinte e Comunidade Cultural. É preciso deixar a vaidade humana de lado e ter essa ousadia, pois nas últimas gestões nenhum prefeito de Cabedelo se manifestou em realizar tal feito”. Afirmou. “É preciso quebrar as correntes e se libertar dessa forma de fazer governo. Sejamos audaciosos para que aconteça uma grande administração”. Alfinetou Tadeu.
Aguinaldo Silva

A volta do pires na mão II – Nau Catarineta faz campanha para conseguir transporte e representar Cabedelo no Conde.


A Nau Catarineta, grupo folclórico de nossa tradição cultural, fundado em 13 de Dezembro de 1912, conhecido carinhosamente como a Barca de Cabedelo, foi CONVIDADA pelo pesquisador folclórico Emilson Ribeiro para participar de uma programação cultural no município do Conde/PB, na comunidade Curugi onde acontecerá uma programação cultural com apresentações de bonecos de babau (fantoche), lançamento de livro, nau catarineta, coco de roda e ciranda e outros grupos convidados. 
Por não dispor de recursos próprios ou apoios da prefeitura a Barca só poderá participar do referido evento se surgir uma alma abençoada denominada de colaborador e/ou colaboradores para patrocinar o transporte do grupo (Ônibus), no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais).
“A Prefeitura Municipal de Cabedelo, infelizmente não tem disponibilizado transporte de ônibus para os grupos da cultura popular quando somos convidados para representar Cabedelo em eventos promovidos por outros municípios paraibanos e demais estados da federação. No entanto, já deixamos de participar de festivais e encontros internacionais de cultura porque não há apoio para o transporte e/ou passagens autorizada pela Prefeitura de Cabedelo para participamos de tais eventos”. Disse o agente cultural.
Não entendemos a falta de apoio já que a Prefeitura Municipal de Cabedelo tem aprovado no orçamento municipal de 2011, a quantia de R$ 2.486,40 (dois milhões, quatrocentos e oitenta e seis mil reais e quarenta centavos) para investimento em Cultura cujo orçamento também prever recursos destinados ao Apoio a Arte e Cultura Popular. 
A Lei Orgânica do município determina o seguinte: Seção II – Da Cultura. Art. 198 – O município apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais, prioritariamente, as diretamente ligadas à história de Cabedelo, à sua comunidade e aos seus bens.
Repudiamos a falta de um diálogo entre gestor e comunidade cultural para a inclusão de nossos artistas e grupos culturais nas programações dos eventos da Prefeitura que só contratam "bandas forró de plástico e artistas de fora". Bem como não concordamos com o modelo ultrapassado de fazer política pública para a cultura, certamente baluartes que fizeram história na cultura de Cabedelo como os saudosos: Padre Alfredo Barbosa, Antônio Sávio de Azevedo (Menininho), Hermes Nascimento, José Benedito da Silva, Tia Beta, estão virados em seus túmulos, de tanta vergonha do tratamento dado a cultura cabedelense.
Esperamos que o governo divulgue onde foram ou estão sendo aplicados os recursos previstos na LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2011, para que não haja dúvidas do dinheiro público que pertence ao povo, em especial a nossa cultura.
Aguinaldo Silva

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger