Trabalhadores Portuários de Cabedelo conseguem 15% de aumento salarial e 9% na taxa de produção

Os sindicatos dos trabalhadores portuários (Conferentes, Arrumadores, Estivadores, Blocos e Vigias), de Cabedelo na PB, conseguiram aumento salarial de 15% no salário a partir de 1° de setembro de 2011.
cabedelo
Além do aumento de 15% no salário-dia, foi garantida ainda 9% na taxa de produção. As outras propostas, apresentadas pelos sindicatos, tais como: a implantação da vale transporte, do vale alimentação, redução da jornada de trabalho e liberação dos dirigentes sindicais, irão ser discutidas ainda este mês de setembro.
O presidente da Intersindical e Diretor da CTB/PB, Ricardo Taboza, foi mais uma conquista da categoria. “Em 2010 conseguimos 7% de aumento salarial e agora passamos para 15%, mas ainda ta pouco e precisamos fortalecer a nossa luta para conseguirmos as outras reivindicações apresentadas, tais como o vale alimentação, vale transporte, redução da jornada de trabalho e a nossa liberação com ônus para as empresas, para podermos desempenhar as nossas atividades nas entidades sindicais.” Disse o sindicalista.
No último dia 25 de agosto de 2011, foi lançada a campanha salarial dos trabalhadores de cabedelo com o apoio da CTB/Paraíba, onde na oportunidade foi realizado um ato público em frente ao portal principal do Porto e em seguida todos saíram em caminhada até o Teatro Santa Catarina, onde foi realizada uma sessão especial para discutir o desenvolvimento do Porto de Cabedelo.
O presidente da CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil na Paraíba, José Gonçalves, que esteve diretamente envolvido na mobilização e no processo de negociação, também achou positivo o aumento salarial de 15% e 9%  na taxa de produção. “ O grande desejo de todos os trabalhadores portuários de Cabedelo é ganhar igual aos trabalhadores dos outros portos, como também terem condições dignas de trabalho, mas pouco a pouco, depois da presença da CTB a coisa vem mudando e os empresários estão compreendendo que tem que investir nos trabalhadores, especialmente melhorando os seus salários e garantindo outros direitos”. Afirmou Gonçalves.
Outro dado que preocupou o presidente da CTB foi a realização da seleção para escolher trabalhadores para o Porto, com o número de desistências, pois praticamente 50% não quiserem assumir o serviço como arrumadores e estivadores. “ Mais uma vez está demonstrado, que a mão-de-obra tem que ser renovada, mas para isso, os trabalhadores não estão mais aceitando salários irrisórios e péssimas condições de trabalho, como está sendo demonstrado na recusa de muitos em assumirem esse tipo de trabalho no Porto.” Destacou o sindicalista.
Fonte: CTB/PB
Foto: Ricardo Taboza
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger