Tiros efetuados por policiais no Amigão pode ter motivação política e governador diz que não aceitará terrorismo.


“Não são três ou quatro homens que até o ano passado estavam aliados ao ex-governador que hoje vão desestabilizar a atual gestão do Governo da Paraíba. Nós não nos agacharemos diante deste tipo de pressão”, disparou Ricardo Coutinho.
As declarações do governador foram dadas após policiais serem flagrados atirando para o alto no Estádio Amigão nesta quarta-feira 16/02na no jogo do Treze e São Paulo. O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou nesta quinta-feira (17) que o episódio envolvendo policiais civis era “muito suspeito”, mas avisou que não vai aceitar “atos de chantagem ou terrorismo” por parte das forças de segurança. Ele admite, portanto, que suspeita de um “ato arquitetado” de policiais insatisfeitos com o não pagamento da PEC 300 que estariam tentando passar uma imagem de caos que não existe no Estado aproveitando a presença da imprensa nacional no Estado.
O policial já foi identificado, será afastado da suas funções e vai responder o processo em liberdade. Ele responderá a inquérito administrativo na Corregedoria da Polícia Civil e criminalmente pelos disparos efetuados em via pública. A afirmação é do superintendente regional da Polícia Civil em Campina Grande, Wagner Dorta.

Outro lado - O ex-deputado federal, Major Fábio (DEM), rebateu, as insinuações de que os tiros disparados por um policial Civil no jogo do Treze e São Paulo, no estádio Amigão, pudessem ter qualquer relação com o movimento dos profissionais de Segurança Pública por melhorias salariais. “O policial Civil que efetuo os disparos já se entregou e disse os motivos que o levaram a tomar aquela atitude. Não existe relação entre uma coisa e outra. Agora, o fato de as famílias de policiais terem impedido a tropa de fazer a segurança do evento é algo que está fora do controle da categoria. O governador precisa entender que os policiais são subordinados ao governador, mas as nossas mulheres e filhos não são”, arrematou o Major.

Nossa reportagem apurou que existe uma articulação para que os familiares de policiais saiam às ruas contra o governador e a favor da PEC 300 na próxima semana.

Acesse os links abaixo e veja o vídeo e a repercussão do assunto na imprensa local e nacional. Veja o vídeo com o policial atirando (Imagem da globo)

 

Acesse a repercussão na imprensa do Estado

no Blog do Professor Josa...

no Paraiba.com.br...

no PB Acontece...

no PB Hoje...

no Maispb...

no Virgulino...

no Fatospb...

no Pbnews...

Na imprensa nacional

na eptv.globo...

no uol futebol...

na ESPN Brasil...

Aguinaldo Silva/Renascer em Noticia.
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger