Fernando Abaht pede afastamento e o governador Ricardo Coutinho (PSB) abre o ano letivo da rede estadual e anuncia profissionalização no ensino médio.


Confirmado: Fernando Abaht pede afastamento para tratar da saúde e pode não voltar mais para Educação.


Fernando Abaht, Secretário Estadual de Educação, pediu afastamento da pasta esducacional do Estado para se tratar de problemas renais. Em seu lugar, passa a responder a professora Márcia, secretária executiva de Educação. Apesar de não estar confirmado, é possível que Abaht não retorne mais a secretaria. Segundo nos informou uma fonte do círculo de amizades do secretário, Abaht estaria insatisfeito com as interferências políticas direcionadas a sua pasta. Assim que assumiu, Fernando declarou que não permitiria interferência política em indicações na Educação e isso não estaria sendo possível assegurar. Isso rendeu especulações quanto o real motivo do seu afastamento. “Conhecendo o secretário como conheço (pois trabalhamos juntos na prefeitura de Cabedelo) por questão de ética ele jamais irá afirmar os reais motivos de sua saída, por ser técnico e compromissado com a educação e a cultura não tolera intervenções principalmente de políticos em seu trabalho” Finalizou a fonte.
Diante dos acontecimentos e visando amenizar as especulações, o governador Ricardo Coutinho (PSB) esteve presente na abertura do ano letivo da rede estadual de ensino. Na oportunidade afirmou que a ampliação na oferta do ensino público e a qualificação profissional dos alunos da rede estadual são as principais metas do Governo do Estado para a área da Educação. “Não há outro caminho para o desenvolvimento, senão passando pela educação de qualidade”, disse o governador, durante a abertura oficial do ano letivo das 1.036 escolas da rede pública estadual, na manhã desta segunda-feira (14). A solenidade ocorreu na Escola Estadual de Ensino Fundamental Dr. José Medeiros Vieira, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.
Para garantir o funcionamento das escolas, as 12 gerências regionais de Educação convocaram, durante toda esta semana, os prestadores de serviço que fizeram o recadastramento no mês de janeiro de 2011, para que estejam nas escolas a partir desta segunda. Segundo a secretária executiva de Estado da Educação, Márcia Lucena, o número de convocados foi baseado na necessidade de cada estabelecimento de ensino, de acordo com o número de turmas. “Os ajustes que por ventura forem necessários vão ser feitos ao longo da primeira semana de aula”, observou. Acrescentando que, para as escolas que estão em reforma, foi determinado que a Cotese (setor de engenharia da Secretaria) e a Gerência Executiva de Acompanhamento a Gestão Escolar (Geage) analisem caso a caso para agilizar o término das obras e definir um calendário especial, inclusive com o monitoramento desses setores, para que não haja prejuízo aos alunos.
A Secretaria também já está providenciando à distribuição de kits com material didático para os alunos do Ensino Fundamental, compostos por livros, mochila, giz de cera, canetas, lápis grafite, borracha, régua, cadernos, transferidor, compasso e lápis hidrocor. Todo esse material foi encaminhado às gerências regionais de Educação para serem distribuídos as unidades de ensino.  Além dos kits, foram distribuídos também fardamento completo com calça, short, camiseta, meias e tênis. Outra medida adotada pela Secretaria é a abertura de licitação em regime de urgência para aquisição de 50 mil carteiras escolares. Atualmente o Estado tem um déficit de 36 mil carteiras nas escolas, além daquelas que precisam ser substituídas. Também serão adquiridos mobiliários para as unidades – a exemplo de birô, armários e mesas.
As gerências regionais de Educação ainda não encaminharam à Secretaria o número de matriculados nas escolas da rede estadual este ano, porém, foram oferecidas 426 mil vagas para as 1.036 escolas, 40 mil vagas a mais do que no ano passado. De acordo com dados do Censo de 2010, foram matriculados na rede estadual 385.832 mil alunos. O calendário escolar da rede estadual terá 207 dias letivos para o turno diurno e 212 dias para o turno noturno, divididos em quatro bimestres. A escola deverá cumprir um mínimo de 200 dias letivos, excluindo o tempo reservado aos exames finais, quando houver.
Aguinaldo Silva/Secom estadual
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger