Como mudou: Veja como o PT reagiu em 2000 durante a votação do salário mínimo



A política é realmente a arte de mudar o discurso quando se chega ao poder. No 2000 o presidente da República era Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.
Na hora da votação do salário mínimo, na Câmara dos Deputados, o PT uniu-se aos sindicalistas da CUT e defendeu o salário mínimo que o Dieese determinou na época: R$ 1.700.
No plenário os petistas faziam gestos com os dedos mostrando o tamanho do salário mínimo defendido pelo governo FHC e pelos deputados que o apoiavam.
Hoje os papeis estão invertidos. Veja o detalhe dos dedos na foto, onde Zé Dirceu, na época deputado, comandava uma tropa.
 Zé Euflavio
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger