Visando aumentar a arrecadação de ICMS do Porto de Cabedelo, tomou posse na tarde desta segunda-feira (24) o novo administrador.


O novo presidente da Companhia Docas, Wilbur Holmes Jácome, e o vice-presidente, Antônio Ricardo de Andrade, tomaram posse no final da tarde desta segunda-feira (24) após terem seus nomes homologados pelo Conselho Administrativo do órgão. Wilbur Holmes colocou como prioridade recuperar as potencialidades do Porto de Cabedelo para o incremento da arrecadação do ICMS, saindo dos atuais R$ 400 milhões ao ano, para R$ 700 milhões. A cerimônia de posse contou com a presença do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do vice-governador, Rômulo Gouveia (PSDB).  
Wilbur Holmes Jácome, disse que a ideia é prospectar novos usuários e estimular o que já existe no porto, trabalhando dentro do viés comercial. Ele destacou que um segundo ponto importante é integrar o porto aos projetos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. Informou ainda que irá priorizar as obras de aumento do calado e que irá facilitar a prospecção de novos negócios para o Estado. “Com isso, o canal de acesso dos navios irá ter aproximadamente 11metros (na quota de maré zero). Atualmente, tem apenas 9,14 metros, o que impede a chegada de navios de grande porte”, completou
O presidente disse ainda que existem áreas no porto que precisam ser melhor utilizadas para gerar mais receita, como armazenagem e mais agilidade da distribuição das cargas. Acrescentando que o porto é uma ferramenta de cabotagem (navegação entre portos no país) e deve atrair empresas que distribuem seus produtos por via terrestre. “Tem muita empresa na Paraíba que utiliza frete terrestre e que poderia se unir e utilizar o frete marítimo entre os portos que é mais barato, mais seguro e menos danoso a carga”, defendeu.
“Porto é viável” – Disse o governador Ricardo Coutinho que crê plenamente na viabilidade do Porto de Cabedelo, tanto que sempre defendeu a revitalização do local, antes de pensar na construção de um outro porto no Estado. O governador acredita quer um dos desafios do porto será dialogar com as forças produtivas do Estado e a Cinep, pois muitas vezes empresas recebem benefícios, mas não conseguem reconhecer o caráter estratégico do porto de Cabedelo para escoar a sua produção. “É fundamental abrir uma via de mão dupla. A capacidade de operação do porto precisa estar presente em qualquer tipo de incentivo fiscal para indústrias se instalarem na Paraíba”, frisou.
Ricardo anunciou que agendará uma audiência nos próximos dias com o secretário nacional dos portos com objetivo de integrar o porto na perspectiva de atração de investimentos do PAC e mapear investimentos conjuntos para que o Estado consiga alcançar um nível maior de desenvolvimento. “O Porto não é importante apenas para Cabedelo, mas para a Paraíba. Portanto precisamos criar as condições para que o porto seja potencializado como a construção de um armazém e acabar com uma pendência com a Anvisa num prazo de 120 dias e sonhar no futuro com uma ampliação de plataforma”, completou o governador.

Fonte: Secom-PB
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger