Após recesso natalino, vários políticos paraibanos voltam “à mira” do TSE e do TRE por infidelidade e crime eleitoral, inclusive prefeito de Cabedelo

Depois de terem sido beneficiados com o recesso de final de ano, alguns parlamentares paraibanos devem voltar “à mira” do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) para serem julgados por incorrerem na lei de infidelidade partidária logo após o retorno dos serviços.
No âmbito federal, os deputados Marcondes Gadelha (PSC) e Manoel Júnior (PMDB) sofrem uma ação no TSE do primeiro suplente do PSB, Bonifácio Rocha de Medeiros. Bonifácio acusa os deputados de infidelidade por terem deixado a sigla de origem.
Já no âmbito estadual, os deputados Leonardo Gadelha (PSC), Carlos Batinga (PSC) e Guilherme Almeida (PSC) deixaram a bancada do PSB órfã na ALPB para ingressarem em outra sigla. O deputado Nivaldo Manoel deixou o PPS para ingressar no PMDB.
Os deputados deixaram de ser julgados em 2009 e tiveram seus processos adiados para 2010. A expectativa é que até o primeiro semestre do ano todos os parlamentares tenham os processos de infidelidade julgados pelos seus respectivos tribunais.
Prefeitos
Também tem os casos de prefeitos que estão sendo acusados de prática de crime eleitoral, dentre outros crimes. No caso do prefeito e vice-prefeito de Nova Olinda, onde a ex-prefeita, Maria Galdino (DEM), foi cassada por abuso de poder, já houve posse neste domingo, quando assumiram como prefeito e vice, respectivamente, a promotora aposentada Maria do Carmo Silva (PSDB) e o jornalista Idácio Souto (PMDB). A ex-gestora foi considerada culpada em episódios que envolveram a contratação de convênios e compra de votos nas eleições de 2008, neste caso, a Justiça deu decisão ainda no ano passado.

Já no caso do prefeito de Cabedelo, José Régis, que vem respondendo processo por crime eleitoral, a Justiça deve dar definição nos próximos dias, após o TCE enviar dados que foram solicitados pela Justiça Eleitoral, só após isso, deve sair decisão do relator do processo e em seguida ser encaminhado para votação no Tribunal. Se tudo ocorrer na celeridade prometida pela Justiça e a decisão for por cassação do diploma do prefeito José Régis, o vereador Wellington Viana (Leto), deverá assumir interinamente a prefeitura e as novas eleições acontecer até o São João.
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger