MÉDICOS DE CABEDELO CONTINUA EM GREVE


Médicos de Cabedelo continuam em greve e informam que desde abril de 2009, o SIMED/PB (Sindicato dos Médicos no Estado da Paraíba), em conjunto com a comissão de médicos do hospital Padre Alfredo Barbosa, vem tentando negociar impasse junto à Secretaria de Saúde do município. O pedido é simples: os médicos plantonistas do hospital querem receber os mesmos valores para fazer o mesmo plantão de 12 horas independente das especialidades ou situação funcional.
“Não sabemos o motivo, mas a direção do hospital continua pagando a alguns plantonistas valores diferentes. Por exemplo, enquanto um médico concursado recebe R$ 380,00 por plantão, outro, que também é concursado, recebe R$ 450,00 (e este mesmo médico passa a receber R$ 500,00 no final de semana). O pior é quando a comparação é com o médico prestador de serviço (contratos precarizados), esse valor é de R$ 300,00 para o mesmo plantão de 12 horas. Existem, portanto, três tipos de remuneração para os mesmos plantonistas. Os médicos não estão pedindo aumento salarial. O que se quer é apenas que se faça justiça”, esclareceu Tarcisio Campos, presidente do SIMED/PB.

O sindicato está denunciando a Prefeitura de Cabedelo junto ao Conselho Estadual de Saúde e ao Ministério Público do Trabalho para tentar resolver esse impasse antes que a população sofra ainda mais, o que de forma alguma é de interesse dos médicos. A greve, que teve início em 27 de julho, vem alcançando 100% dos médicos plantonistas. Só está havendo atendimento de urgência e emergência no hospital. Todos os médicos estão indo para os plantões, mas está sendo feito um rodízio para a triagem. “Pedimos à população que só procure o hospital para tratamento de casos graves (urgência e emergência)”, alerta Tarcisio Campos.

O impacto na folha de pessoal de médicos plantonistas já foi calculado (caso o prefeito solicite estas informações para decidir sobre a questão) e é de aproximadamente R$ 50.000,00 para que seja feita a isonomia entre os plantonistas, considerado, pelo Sindicato dos Médicos, um valor insignificante diante da arrecadação da Prefeitura de Cabedelo, município com uma população de 49.728 habitantes, conforme ratifica as informações do Sagres do TCE:

Mês – Arrecadação (R$)

Janeiro – 7.877.971,77
Fevereiro – 7.722.059,38
Março – 9.453.310,01
Abril – 7.011.911,29
Maio – 7.165.446,52
Estornos – 0

Total – 39.230.698,97

No mesmo período a Prefeitura de Campina Grande arrecadou R$ 122.406.629,40 para uma população expressivamente bem maior: 371.060. Em 2006, o produto interno bruto de Campina Grande (PIB per capita) atingiu R$ 7.156, enquanto Cabedelo, no mesmo exercício, registrou R$ 28.758 de PIB per capita. Assim, o sindicato conclui que está faltando vontade política para resolver tal impasse e aguardam que o secretário de saúde e o prefeito do município se pronunciem a respeito.

Do wscom online
Compartilhe este artigo :

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger