DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

PROTESTO BEM HUMORADO





Se a moda pega pode incomodar muitos gestores mal intencionados. Na placa colocada em plena via está escrito: “Este buraco é de total responsabilidade da CAGEPA. Alô governador, aqui é Zé da Buraqueira e Chiquita. Conserte urgente este buraco”. Uma segunda placa em amarelo também alerta denuncia do caos que se encontram outros bairros: “Descaso total. Buracos e entulho deixado pela Cagepa em várias ruas de Cruz das Armas, via de ônibus”. Segundo moradores, vários acidentes já foram registrados neste local, na maioria de motociclistas que circulam por esta avenida principal de Mangabeira.

SESSÃO DA ALPB DISCUTE SITUAÇÃO DOS PRESÍDIOS DA PARAÍBA


Uma sessão especial na Assembléia Legislativa da Paraíba discutiu na manhã desta quarta-feira (29.07) o sistema prisional na Paraíba. Entre as questões abordadas estiveram as denúncias de maus-tratos a apenados, mudanças nas revistas feitas para as visitas nos presídios e a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que torna obrigatório ao apenado custear sua estadia prisional, bem como indenizar vítimas.
De acordo com o deputado Nivaldo Manoel (PPS), autor da propositura da sessão, é importante que se trate de forma diferenciada as revistas, já que é constrangedora a atual abordagem. “Estamos apelando ao governador que instale máquinas de Raios-X nos presídios para que essas pessoas possam ser vistoriadas dignamente e tenham uma condição melhor de levar o seu alimento, para visitar seus familiares”.
O coronel Maurício de Sousa Lima, secretário executivo da pasta de Cidadania e Administração Penitenciária do Estado informou na ocasião que a Paraíba possui 20 penitenciárias, 58 cadeias públicas e uma população carcerária de aproximadamente 9 mil apenados.
Segundo o secretário, no tocante às denúncias de maus-tratos aos presos, “a Secretaria não está alheia a estes fatos, não é omissa. Tomamos as providências necessárias e os supostamente envolvidos foram afastados de seus cargos e a apuração está em curso”, declarou.
Ele lembrou que em relação às denúncias no presídio do Róger está sendo realizada uma sindicância pela Secretaria de Administração Penitenciária e um inquérito feito pela Secretaria de Segurança Pública. O mesmo ocorre em Campina Grande com denúncias de maus tratos contra apenados. “Aqueles que forem comprovadamente culpados por estes fatos, serão punidos na forma da lei”, ressaltou ele.
Para o presidente da Associação dos Familiares e Amigos dos Apenados dos Estado da Paraíba (Asfapep), Silva Neto, as denúncias estão apuradas de forma adequada. Ele ainda forneceu detalhes sobre a PEC que visa a mudança no sistema prisional de todo o país. “Pedimos ao Governo Federal que abra as portas dos presídios para que as empresas privadas recebam incentivos fiscais e contratem a mão-de-obra dos apenados. Na PEC, está relatado o que apenado do regime fechado pode fazer e também do aberto e semi-aberto. Queremos que o apenado pague sua estadia prisional, indenize a família das vítimas e também a sua própria família. Vamos levar a proposta e recolher assinaturas no Brasil inteiro, mas o ponto de partida é a Paraíba”, declarou.
O juiz da Vara de Execuções Penais de João Pessoa, Carlos Beltrão disse durante a sessão que o sistema prisional da Paraíba e do país como um todo vem passando por dificuldades há alguns anos, como por exemplo, o problema da superlotação. Ele enfatizou a importância da ressocialização dos apenados e da humanização. “O que queremos é fazer com que o Judiciário junto com o Executivo, que também tem a parte no trabalho de execução de penas, caminhe juntos e se dêem as mãos. Para que ajudem não só o preso que está à espera de seus benefícios, mas aqueles que estão com seus processos em andamento para quando houver a sentença tem o cumprimento da pena como a lei determina”, observou.
A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), além da Defensoria Pública, representante dos agentes penitenciários e outras entidades também participaram das discussões no plenário da ALPB.

GREVE NA SAÚDE E EDUCAÇÃO DE CABEDELO






Servidores da Saúde e Educação estão em GREVE no município de Cabedelo. A decisão foi tomada em assembléia da categoria que aconteceu na tarde desta segunda-feira, 27 no Cabedelo Clube. Os professores e técnicos da rede municipal de ensino decidiram cruzar os braços a partir desta terça-feira, dia 28. A paralisação se dá em protesto pela falta de diálogo do prefeito José Régis com a Comissão de Negociação aprovada em assembléia. Segundo o coordenador do sindicato, Manoel Vieira, os profissionais de educação do município se reuniram em assembléia e, depois de avaliar a situação em que se encontra a educação em Cabedelo, decidiram criar uma comissão que está tentando abrir um canal de negociação com o prefeito desde o mês de maio, o que não ocorreu até o momento.
Diante da indiferença do chefe do executivo, os servidores da Secretaria de Educação do município decidiram pela paralisação nesta terça e quarta-feira. “A categoria decidiu por unanimidade realizar um movimento pacífico na manhã desta terça-feira e que vai durar dois dias”, informou Vieira. O sindicalista ainda esclareceu que caso o prefeito não se manifeste durante estes dois dias de paralisação, a categoria voltará a se reunir e poderá iniciar uma grave por tempo indeterminado.
Os profissionais estão reivindicando: A Implantação do Piso Salarial Nacional para os profissionais de educação efetivos e temporários; A Revogação do Decreto nº. 002/2009 e o retorno da carga horária do pessoal de apoio para turno corrido de seis horas diárias; O retorno dos 10% ao salário do pessoal de apoio ou tornar extensiva a todos servidores da Secretaria de Educação a gratificação de valorização do magistério; Concurso público urgente; Aceleração do processo eleitoral para gestor e gestor adjunto das escolas municipais; Criação da gratificação de insalubridade para merendeira; Reestruturação do Plano de Cargo Carreira e Remuneração do magistério, como determina a Lei do FUNDEB, além de melhorias nas condições de trabalho da categoria.
“É inadmissível o que está acontecendo, tem escolas em que em uma única sala, existem dois professores e duas turmas, todos juntos. Que educação é esta que estamos dando as crianças de Cabedelo?”, destacou Manoel Vieira, “Foram várias tentativas de diálogo, que só serviram para nos certificar de que, até agora, maior que o nosso esforço para dialogarmos, tem sido o descaso com que nós, servidores da educação, estamos sendo tratados”, concluiu.
A categoria estará se concentrando, a parir das 09:00hs desta terça-feira, 28, em frente do Cabedelo Clube e seguirá até a prefeitura em passeata.

O mesmo acontecerá com os servidores da saúde. A greve dos médicos do município foi deflagrada e a população está sem atendimento. Nesta segunda na entrada do hospital Padre Alfredo Barbosa, os pacientes informavam que os médicos estavam em greve e vários deles estavam retornando para casa sem receberem atendimento, apenas os pacientes em estado de urgência ou em estado grave estavam sendo atendidos. “É um absurdo, pelo amor de Deus, onde estão as autoridades de Cabedelo?” Bradava em tom de revolta uma paciente. “Estamos jogados aqui nessa cidade sem prefeito, sem vereadores e sem Lei”, reforçou um senhor de 58 anos que recorreu a o hospital acometido de uma virose.
De acordo com duas médicas que com medo de represálias não quiseram ser identificadas, a categoria não teve outra alternativa, já que desde o mês de abril tentam negociar com o prefeito mas este sequer se reúne com os médicos para conversar. “Nos reunimos com o Conselho Regional de Medicina e o Sindicato dos Médicos e fomos orientados a realizar greve”, explicou a médica. Segundo ela, os pacientes que chegam ao hospital, são atendidos pelos profissionais que depois de uma triagem, são atendidos apenas os considerados em estado de emergência ou urgência. Os médicos estão reivindicando melhoria salarial e melhores condições de trabalho. De acordo com um profissional, o salário dos médicos por um plantão de 12 horas não passa de R$ 300,00. “Os casos de urgência, trauma, pacientes que necessitem de UTI, são todos transferidos para João Pessoa, porque o hospital não tem condições de atendê-los, além da falta de leitos, a maternidade funciona com ressalvas, não temos UTI para adulto e por aí vai. O hospital Padre Alfredo Barbosa é um Posto de Saúde transformado em hospital. O município precisa crescer, ele está emperrado. A saúde precisa melhorar para as pessoas desta cidade”, desabafou a médica.
A reportagem tentou ouvir o prefeito de Cabedelo, José Régis, mas até o fechamento desta matéria, apesar das tentativas, o prefeito não havia sido localizado.

Reportagem de Wellington Costa.

PADRE DJACY DENUNCIA QUE 640 MIL VIVEM NA MISÉRIA E PASSAM FOME NA PB


O Padre Djacy Brasileiro está denunciando o que classificou como sendo um “absurdo, uma vergonha, uma tristeza” saber que 640 mil pessoas passam fome em nossa querida Paraíba. “Sinceramente, sinto-me revoltado, indignado com essa situação que agride a dignidade desses nossos conterrâneos”. Afirmou o Padre.
Diante do que chamou de macabro cenário o religioso questiona: “onde estão os defensores do povo eleitos para mudarem esta realidade que não se pronunciam? Cadê nossas autoridades políticas e religiosas que não se unem e tomam uma firme posição na defesa desses filhos de Deus que clamam pungentemente por comida? Por que não há uma reação da sociedade civil organizada? Por onde anda as vozes proféticas dos cristãos? Por que não há repercussão na imprensa e na mídia nacional que, quando quer, fazem a sociedade se comover? Perguntou.
Sinceramente, com exceção do Padre, não vimos, não enchergamos e nem ouvimos nenhuma reação por parte de quem quer que seja. Reina o silêncio total. Parece que essa notícia não impressiona, não comove, não sensibiliza, não dar ibope. Dá a entender que, passar fome na Paraíba é coisa normal, natural e... deixa pra lá.
“Quero, em nome do Evangelho, em nome da vida e, em nomes dos que estão passando fome, gritar e gritar bem alto: seus governantes, venham em socorro dessas bocas famintas com políticas públicas de combate à miséria e a fome... Nada de política assistencialista; não deixem essas criaturas morrerem, pois são todos filhos de Deus e nossos irmãos e saibam , Deus irá julgar-nos por essa omissão no dia do julgamento final. Lembrem-se de suas palavras “estava com fome e me deste comida”. Grita o Padre indignado. Acrescentando que, “quem está com fome não pode esperar, portanto, ajamos rapidamente, antes que seja tarde demais. Afinal, fome é causa de doenças, violência e de todo tipo de mal. Passar fome é triste até demais”. Concluiu
“Aqui fica meu comovente e veemente apelo na defesa dos nossos queridos conterrâneos”. Padre Djacy Brasileiro.
O RENASCER EM NOTÍCIA enfatiza, enfoca e assina em baixo do grito de clamor do religioso. Fazendo nossas as palavras de Che Guevara “Se você tem a capacidade de se indignar diante do sofrimento, da dor, da tortura, da miséria e da fome, saibas que és meu amigo, meu companheiro”. Ernesto Che Guevara.

FRENTE PARLAMENTAR EM DEFEZA DA FAMÍLIA É CRIADA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA PB


A Assembléia Legislativa criou uma Frente Parlamentar em Defesa da Família, a iniciativa é do deputado Nivaldo Manoel (PPS), a criação da frente foi publicada Diário Oficial da ALPB e além de Nivaldo Manoel outros 9 deputados integram a frente.
Nivaldo é um dos presidentes do Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política na Paraíba, ele tem desenvolvido uma intensa campanha de valorização a vida e a família, entre as ações do parlamentar estaão o combate a pedofilia e a exploração sexual infantil.
A nova frente parlamentar deve atuar em defesa e valorização da unidade básica da sociedade, para Nivaldo fortificar a família é estruturar a sociedade, por isso a frente deve atuar em combate ao abuso de menores, as drogas e na busca de capacitação profissional com o objetivo de dar dignidade ao trabalhador.
A família brasileira pede socorro, são crianças aliciadas e envolvidas com o tráfico de drogas, meninos e meninas abusados e explorados sexualmente, a escola sendo abandonada e crianças com idade escolar aliciadas para o trabalho infantil e mal remunerado, pais de famílias escravos do álcool e outras drogas, ou nós como sociedade e Estado nos organizamos ou continuaremos a ver a destruição e banalização da vida, da família e da sociedade ressaltou o parlamentar.
Os deputados que participam da Frente parlamentar em Defesa da Família são: o presidente Nivaldo Manoel, Socorro Marques, Manoel Ludugério, Assis Quintans, Guilherme Almeida, Romero Rodrigues, Dr. Verissinho, Pedro Medeiros e Rodrigo Soares. A frente parlamentar deve ser instalada no início de agosto.

Os subsídios mensais dos Secretários de Cabedelo superam os dos vereadores locais

A Lei 1.417/08, de 09 de setembro de 2008, fixa os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito, dos Secretários e Vereadores municipais de Cabedelo para o período da Legislatura 2009 a 2012.
De acordo com a Lei, os Vereadores cabedelenses estão recebendo desde 1º de janeiro de 2009, subsídios mensais no valor de R$ 4.953,60 (quatro Mil novecentos e cinqüenta e três reais e sessenta centavos), enquanto que um secretário municipal ou ocupante de cargos da mesma natureza, Símbolo C.C.1, tem subsídios mensais fixados em R$ 6.192,00 (seis mil cento e noventa e dois reais).
O mesmo valor R$ 6.192,00 (seis mil cento e noventa e dois reais), é quanto ganha mensalmente o vice-prefeito. Já o Prefeito constitucional de Cabedelo tem subsídios fixados em 12.384,00 (doze mil trezentos e oitenta e quatro reais) mensais.
A Lei foi aprovada pelos vereadores da legislatura passada, sancionada pelo então prefeito José Francisco Régis em 15 de setembro de 2008 e publicada no Diário Oficial do Estado em 20 de setembro de 2008. Como a maioria dos cabedelenses não tem acesso a esta publicação, nós do Renascer em Notícia, reproduzimos na íntegra a citada Lei que poderá ser conferida no Diário Oficial do Estado da Paraíba, impresso em 20/09/2008.

EIS A INTEGRA DA LEI 1.417 de 09 de Setembro de 2008

FIXA OS SUBSÍDIOS DO PREFEITO, DO VICE-PREFEITO, DOS SECRETÁRIOS E VEREADORES MUNICIPAIS PARA O PERÍODO DA LEGISLATURA 2009 A 2012, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.


O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CABEDELO (PB);
Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Artigo 1º - Os subsídios mensais do Prefeito, do Vice-Prefeito, dos Vereadores e dos Secretários Municipais ou ocupantes de cargos da mesma natureza, Símbolo C.C.1, do Município de Cabedelo – PB, para vigência a partir de 1º de janeiro de 2009, correspondente ao período da Legislatura 2009/2012, ficam fixados, conforme os valores abaixo descritos:
I – Prefeito = R$ 12.384,00 (doze mil trezentos e oitenta e quatro reais;
II – Vice-Prefeito = R$ 6.192,00 (seis mil cento e noventa e dois reais);
III – Vereadores = R$ 4.953,60 (quatro mil novecentos e cinqüenta e três reais e sessenta centavos);
IV – Secretários Municipais ou ocupantes de cargos da mesma natureza = R$ 6.192,00 (seis mil cento e noventa e dois reais);

Artigo 2º - O Vereador investido no cargo de Presidente da Câmara Municipal de Cabedelo, Estado da Paraíba, para a Legislatura 2009/2012, é fixado um subsídio mensal, no valor de R$ 5.572,80 (cinco mil quinhentos e setenta e dois reais e oitenta centavos).

Artigo 3º - Os subsídios de que trata esta Lei, poderão ser reajustado anualmente por lei específica de iniciativa da Câmara Municipal, no mesmo índice fixado para o reajuste geral dos servidores municipais, nos termos do inciso X, do artigo 37, da Constituição Federal.

Artigo 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Artigo 5º - Revogam-se as disposições em contrários.

Paço Municipal de Cabedelo (PB), aos 09 de setembro de 2008, 186º da Independência, 119º da República e 52º da Emancipação Política Cabedelense.

José Francisco Régis
Prefeito.


Projeto de Lei n° 029/2008 - Da Mesa Diretora – Fixa os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito, dos Secretários e Vereadores Municipais para o período da legislatura 2009 a 2012, e dá outras providências.
Transformado na Lei 1.417, de 09/09/2008
Publicada no DOE do dia 20/09/2008

Troféu Destaque 2008 premia e valoriza os que desenvolvem o Distrito Renascer

Vinte e cinco lutadores do Distrito Renascer receberam o troféu Destaque 2008. Gente de expressão, gente que fez acontecer no distrito em 2008. Vinte modalidades foram destacadas: cultura popular, artesanato, teatro, dança, musica empreendedorismo, desenvolvimento do comercio, do lazer, do meio ambiente, entre outras.
O projeto foi idealizado pelo Radialista Aguinaldo Silva e contou com a colaboração da Associação de Moradores do Renascer II (ASMORE), do Movimento Cultural Renascer (MCR) do ativista social Vaduilton Pereira, das atrizes Valdiana Santos e Dayane Silva, e ainda dos artistas Gil boy, Neto, Galan, Mamo, Dona Vera e Pierre da heloin festas.
O objetivo do Trofeu é valorizar aqueles que, anonimamente, trabalham para a valorização e o desenvolvimento do Distrito Renascer. Segundo os organizadores, cento e vinte foram indicados este ano para o prêmio. “A Meta para 2009 é indicar cento e cinqüenta e premiar trinta guerreiros em trinta modalidades diferentes” frisou Vaduilton Pereira um dos coordenadores do evento. Confira a seguir os vinte e cinco destaques de 2008.

Associação do Renascer II implanta Coleta Seletiva na comunidade






A Associação de Moradores do Renascer II – ASMORE que tem a frente o jovem idealista Rosivaldo Alves o Galan, promoveu o lançamento do Projeto Coleta Seletiva da Comunidade. A idéia consiste em envolver os moradores locais para que os mesmos façam a separação dos materiais que podem ser reciclados para serem recolhidos por recicladores da própria comunidade cadastrados pela associação.
O lançamento contou com a apresentação do Grupo de Xaxado Infantil do Renascer e foi bastante prestigiado pelos moradores que ouviram atentamente do presidente Galan e da Vice Silvana as exposições sobre o projeto, bem como, as palestras de Aguinaldo Silva, Emerson Sousa, Jose Gomes e Vaduilton Pereira sobre a reciclagem, o meio ambiente e os ganhos com a Coleta Seletiva.
Folders explicativos do projeto serão produzidos e distribuídos com a comunidade e, segundo Galan, o morador que aderir a coleta seletiva receberá um adesivo que será pregado na parede de sua residência para que os recicladores cadastrados possam identificar quem estar engajado e fazerem a coleta.
O projeto já conta com os apoios de O Principal Material de Construção, Araújo Móveis Projetados, Central Prémoldados e da Casa de Show Espaço do Forró. Camisetas do projeto foram distribuídas no evento e, segundo o presidente da ASMORE e coordenador do projeto Galan, outros comerciantes, entidades e autoridades locais podem solicitar sua adesão que serão bem vindos. “para nós da ASMORE, esta idéia e a menina dos olhos de nossa diretoria, preciso do engajamento de todos e de todas para o sucesso da mesma” enfatizou o jovem presidente.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - Governo edita Medida Provisória criando a Delegacia da Mulher em Cabedelo e Nivaldo Manoel quer desarmar os agentes violentos

O Governo do Estado editou Medida Provisória nº. 130/2009, instituindo a Delegacia da Mulher na cidade de Cabedelo. A MP foi publicada no Diário Oficial do último dia 17 de julho do corrente. A Lei dispõe também, da criação do cargo de Delegado e do Chefe do Cartório da Delegacia Especializada da Mulher.
A reivindicação para a criação da delegacia é antiga e atende aos anseios das mulheres cabedelenses que, a partir de agora, terão mais um instrumento de combate a violência doméstica.
Ainda sobre a violência doméstica, o Deputado Nivaldo Manoel (PPS) apresentou na Assembléia Legislativa um projeto de Lei que pede o desarmamento dos agentes de segurança do estado que, comprovadamente, tenham se envolvido ou praticado violência doméstica. A medida, segundo o Deputado, irá garantir que as mulheres destes profissionais, uma vez agredida, possam se sentir seguras para fazerem a denuncia. "A Lei Maria da Penha é um instrumento importante para o combate da violência doméstica no país. Porem precisa de outros instrumentos legais para o complemento jurídico deste diploma legal nos estados". Frisou o Deputado.

ACS DE CABEDELO VÃO RECORRER A JUSTIÇA CONTRA DEMISSÃO E REVOGAÇÃO DA LEI


Os Agentes Municipais de Saúde e Agentes Municipais de Combate às Endemias de Cabedelo, voltaram a se reunir no final da tarde desta terça-feira (21), juntamente com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cabedelo. Desta vez, a reunião teve como objetivo, a adesão de novos agentes que ainda não são filiados ao sindicato. De acordo com o presidente da entidade, Dr. Josemar Nunes Ferreira Junior (Dr. Júnior), dos cerca de 120 agentes, apenas cerca de 20 são sindicalizados. O sindicalista ainda esclareceu que na reunião desta terça-feira, os agentes assinaram procuração para representação jurídica, para que a entidade dê entrada, através de um escritório particular de advocacia, a uma Ação Coletiva, pedindo a reintegração imediata de todos os profissionais prejudicados bem como a revogação da Lei que exonerou os profissionais.
Para alguns agentes(nenhum quis ser identificado), há consenso entre eles para não atenderem ao pedido do prefeito que seria a assinatura de um contrato temporário. “Ninguém vai assinar nenhum contrato temporário. Temos direitos e vamos lutar contra a ação absurda do prefeito até o fim, pode dar o que for não vamos correr”, desabafou um dos agentes.
"A Lei é pra ser cumprida e em direito adquirido não se pode subtrair sem a devida observançia de dialogar com o outro lado" disse um agente.
Mais uma vez, o Renascer em Notícia coloca-se a disposição do Secretário de Comunicação para espor o outro lado. Basta nos enviar através do e-mail: naldomcr@ig.com.br

DEP NIVALDO MANOEL (PPS) REBATE CRÍTICAS À RESOLUÇÃO

Deputado Nivaldo Manoel (PPS), autor do projeto que determina uma reflexão de cinco minutos entre os deputados paraibanos, no inicio das Sessões da Assembléia Legislativa da Paraíba, defendeu em tribuna a decisão da ALPB, rebatendo as criticas e denuncias de inconstitucionalidade da Resolução.

Veja o que disse o deputado em tribuna:

Estou sendo indagado ultimamente por conta de um projeto de resolução, aprovado por unanimidade pelos representantes do povo da Paraíba, que faz com que ao iniciar as nossas sessões na Assembléia Legislativa da Paraíba seja lido um trecho bíblico e feito uma reflexão sobre o mesmo.
Venho aqui humildemente tecer alguns comentários sobre o assunto, ao mesmo tempo, que de público agradeço os inúmeros e-mails e telefonemas que recebi de todo o Brasil, de toda a bancada evangélica do congresso nacional, até de pessoas que estão nos Estados Unidos me parabenizando pela coragem.
Estão questionando que o parlamento não é lugar de ler a bíblia e muito menos refleti-la com argumentos do laicismo do Estado. Mas será que não? Num discurso recente do Dep. Paes Lira- SP, ele citou uma fala do discurso proferido em maio de 1948 pelo ilustre Deputado Goffredo da Silva Telles, tão homenageado no Congresso Nacional, recentemente falecido. Dizia assim quando falava a respeito dos símbolos cristãos existentes no congresso especificamente a Cruz e a Bíblia:
“Já observei aqui, em outras ocasiões, que o Estado brasileiro não é tão laico assim; afinal de contas, no preâmbulo da Constituição da República está escrito que é promulgada sob a proteção de Deus, e o Regimento Interno traz dispositivos que evidentemente dão sustentação a essa tese.
Lembro que, na verdade, esses símbolos estão aqui a nos alertar que devemos satisfação não apenas ao povo, mas a um poder muito mais elevado. É bom que assim seja, porque somos os responsáveis pelas leis brasileiras. Concluía então, em maio de 1948, o Deputado Goffredo da Silva Telles:
O que podemos concluir com esta fala? Toda lei saída deste Parlamento que não esteja em conformidade com a natureza do homem e da sociedade será letra morta.
Que digo: letra morta? Será extirpada e banida da vida nacional. Eis por que não hesito em acrescentar: Cristo não está só no alto. Cristo está em toda parte. E a lei, o direito e o Estado não podem vir de cima para baixo como rolo compressor, impondo uma ordem imaginária. Lição de humildade, compreensão e amor, tal é o sentido da sacrossanta imagem que hoje entronizamos nesta sala. Em nenhum lugar estaria melhor do que aqui.
Diante de nossos olhos, tal imagem constitui uma viva, uma vivíssima advertência: Legisladores do Brasil: a vaidade humana crucificou o mais justo de todos os homens.
"Essas foram as palavras de Goffredo da Silva Telles. Há mais de 60 anos esses símbolos estão aqui entronizados, a nos fazer esse alerta permanente. Muito obrigado. Concluiu Deputado Paes Lira.”
Digo eu agora: A Bíblia é um instrumento de transformação espiritual e social, além de fonte de conhecimento e educação. Base cultural e do pensamento filosófico de toda a civilização ocidental, o Livro Sagrado contém, ainda, valores éticos capazes de auxiliar na construção de uma sociedade mais justa, pacífica e harmônica.
Tendo como base esses princípios, eu me incumbo da missão de: "Difundir a Bíblia e a sua mensagem a todas as pessoas e a todos os grupos sociais como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento de valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento cultural e social."
Num momento atual de tanta devassidão e tristeza de tanta violência e desconstrução social, onde as pessoas desconhecem o valor da vida. Há pouco vivenciamos o terror da chacina do Rangel; onde um homem teve a coragem de matar 07 pessoas de uma mesma família!!! Em que mundo estamos vivendo!!! E ao perguntar a opinião pública, o que ouvimos, “A ÚNICA COISA QUE PODE EXPLICAR TAMANHA CRUELDADE É A FALTA DE DEUS NAQUELE HOMEM.” Não foi eu quem falou isso : é o próprio povo! E algumas pessoas dizem que não é oportuno, eu respondo para estes com o que Paulo disse a Timóteo: “CONJURO-TE, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” II Timóteo 4
É .... parece que esse tempo chegou... ta dando comichão nos ouvidos de muitos!!!! Mas ainda digo outro versículo da Bíblia que esta exposto em um banner no meu gabinete: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. Romanos 1:16.
Meus senhores e minhas senhoras, Deputados e telespectadores da TV Assembléia: digo como disse o ministro Joe Wright ao abrir a nova sessão do Senado de Kansas, todos estavam esperando o tradicional discurso, mas isso foi o que eles ouviram: Pai celeste, nós estamos diante de Ti hoje para pedir Teu perdão e para buscar Tua direção e liderança.
· Nós sabemos que Tua palavra diz, 'Cuidado com aqueles que chamam o mal de bem,' mas isto é exatamente o que temos feito.
. Nós perdemos nosso equilíbrio espiritual e revertemos nossos valores.
· Nós exploramos os pobres e chamamos isso de loteria.
· Nós recompensamos preguiça e chamamos isso de bem-estar.
· Nós cometemos aborto e chamamos isso de escolha.
· Nós concordamos com os que são a favor do aborto e chamamos de justificável.
· Nós negligenciamos a disciplina de nossos filhos e chamamos isso de construção de auto-estima.
· Nós abusamos do poder e chamamos isso de política.
· Nós invejamos as coisas dos outros e chamamos isso de ambição.
· Nós poluímos o ar com coisas profanas e pornografia e chamamos isso de liberdade de expressão.
· Nós ridicularizamos os valores dos nossos antepassados e chamamos isso de iluminismo.
· Sonda-nos, oh, Deus, e conhece os nossos corações hoje; nos limpa de todo pecado e nos liberta.
É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho e criticada na mídia e por pessoas que se dizem moderna e respeitar a laicidade de um país.
Dou por encerrado o meu pronunciamento agradecendo somente a Deus por mais essa oportunidade. Obrigado.
Após o discurso o deputado Nivaldo Manoel foi aparteado por sua colega de plenário, Deputada Socorro Marques, que disse lamentar que as pessoas só procurem Deus em momentos de dificuldade.

ALPB APROVA RESOLUÇÃO E DEPUTADOS IRÃO REFLETIR TEXTO BÍBLICO.


Autor de proposta acredita que decisão vai melhorar 'ânimo' no plenário. Para deputado, decisão deveria ser adotada também pelo Senado.

Um projeto de Resolução aprovado pelos deputados da Assembleia Legislativa da Paraíba fará com que antes de cada sessão os parlamentares tenham cinco minutos para "refletir sobre a Bíblia".
Autor da proposta, o deputado Nivaldo Manoel (PPS) acredita que “a palavra de Deus ajudará a melhorar os ânimos” dos colegas para enfrentar os problemas no plenário.
“Às vezes são sessões acirradas, muito violentas, com muitas discussões pesadas. Então, acredito que a palavra de Deus possa melhorar um pouco os problemas que existem aqui no plenário”, diz o deputado, que já havia aprovado antes um projeto para que todas as sessões fossem abertas em nome de Deus e iniciadas com a leitura de um versículo bíblico.
O deputado calcula que serão usados sete minutos de cada sessão para leitura e reflexão sobre a Bíblia - feitos por ele mesmo - assim que o projeto, aprovado por unanimidade, for publicado no “Diário Oficial do Poder Legislatico - DPL” da Casa. Neste tempo, afirma, os deputados “permanecerão da forma que eles quiserem”, mas pedirá silêncio.
“Sou evangélico de uma igreja como a Assembleia de Deus, muito rígida, de mais titularidade à obediência da Bíblia. [...] Tenho essa vantagem e a coragem de fazer isso. E vou fazer em nome de Jesus essa reflexão pregando a palavra sem nenhum constrangimento, como se estivesse no púlpito de uma igreja”, afirma o deputado, que disse não ser pastor.
Nivaldo Manoel acredita que a reflexão poderia ser adotada também no Senado, como forma de melhorar “a atitude dos parlamentares”.
“Se tem um evangélico lá, deveria ter um seguimento bíblico para que haja maior tranquilidade e equilíbrio no plenário.”

ALUNOS DO ROSA FIGUEIREDO RESGATA ANTIGUIDADE


Os pequenos “historiadores” foram à pesquisa para encontrar os pedacinhos de história que irão expor. Certamente conseguirão levar objetos super interessantes. Roupas que ninguém mais usa e ferros de passar (que eram de ferro mesmo), fotografias antigas, louças e relógios, entre outras. Uma atividade prática como esta amplia o conhecimento das crianças, que certamente gostarão muito de fazer essa busca, e darão uma importância muito grande à exposição.

“Contamos com todos na exposição. Venha ver objetos do tempo das nossas vovós. Será que nossos filhos conhecem um bule? Um ferro de brasa? Um objeto para fabricar rabo de macaco? Vamos preservar a cultura dos nossos antepassados”, destacou Rosita.

BOM EXEMPLO - ESCOLA RESGATA ANTIGUIDADE


O passado irá retornar ao presente na escola anexo do Rosa Figueiredo. Calma, por mais capazes que sejam os professores e alunos, mas eles não inventaram a máquina do tempo, nem a escola virou museu. É que os alunos da Escola Rosa Figueiredo resgataram a história das famílias através de objetos “aposentados” de uso e esquecidos no armário das casas. Trata-se de uma homenagem às vovós que será no próximo dia 28 de julho a partir das 9:00 horas da manhã. O evento contará com uma grande exposição para a comunidade com coisas da vovó. O visitante poderá encontrar muitos objetos expostos, os quais foram enviados pelas famílias dos alunos e professores.
Quem gosta de sentir saudade, não pode deixar de ir. “Agradecemos desde já a todos pelo apoio dado à escola. Um pequeno gesto de respeito as nossas vovós. E não vai faltar o chá da vovó”, comentou a diretora da escola, Rosita Viana.

CONMIC LANÇA EDITAL 2009 DA LEI PADRE ALFREDO


A CONMIC – Comissão Normativa de Incentivos Fiscais do Município de Cabedelo está convocando através do edital 08/2009, os proponentes que desejem pleitear incentivos fiscais para seus projetos através da Lei Padre Alfredo Barbosa (963/99). De acordo com o presidente da Comissão, Jorge Vilela, o período de inscrição será de 1º de julho à 14 de agosto de 2009.
A Conmic fica localizada no prédio da secretaria adjunta de cultura, ao lado do colégio Pedro Américo da silva, na Rua Pedro Aleixo de Moura. O Edital está disponível por afixação nos principais prédios das secretarias municipais, incluindo a de educação e comunicação. Até o próximo dia 14 de agosto estarão abertas as inscrições de Projetos Culturais que desejarem apoio financeiro do Município em 2010. Neste ano o Município destinará aos Projetos Culturais selecionados cerca de 362 mil Reais.

Edital e formulários já estão disponíveis no seguinte endereço:
CLIK AQUI
http://www.4shared.com/file/116277295/acf75ffd/KitConmic2009_-_Edital_08.html


Fonte: Conmic

ACS DEMITIDOS EM CABEDELO LOTAM A CÂMARA E PEDEM EXPLICAÇÃO AOS VEREADORES


A Cãmara Municipal de Cabedelo teve na noite desta quinta-feira(09/07), uma das mais prestigiadas sessões de sua história. Os Agentes de Saúde do município, demitidos no último dia 06/07 pelo Prefeito Zé Régis, ocuparam a galeria e xigiram esplicações dos vereadores que aprovaram a revogação da Lei 1.323/2006, que efetivou a categoria. A referida Lei foi aprovada ainda no governo passado e revogada na última sessão do Poder Legislativo local.
O Senador Cícero Lucena, presente na sessão, teria sido convidado para falar sobre outros assuntos referentes a saúde. Porém, teve que adiar sua pretenção uma vez que os agente demetidos, roubaram a cena. Os Vereadores, que na sessão anterior votaram unanimamente para revogação da Lei e contrario aos agentes, tiveram que recuar e formaram uma Comissão para analizar detalhadamente a questão.
A presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde informou que o Ato do executivo é ilegal, imoral e engorda. "Se adesculpa é o acordão do TCE, porquer que só vale para os Agentes? ja que sabemos que os demais contratados não foram demitido? Pergunta a sindicalista.
A Sessão foi bastante prestigiada. Presentes além do Senador já mencionado, o ex-vereadores e candidatos na última eleição, Srs. Luceninha, Cláudio Lucena e Marcos Patrício.
O evento teve a cobertura da imprensa local e da Capital paraibana. O Vereador Welington Brito, está a frente da comissão formada para analizar a questão e encontrar um denominador para sanar o impasse. Para os dirigentes sidical, a Constituição foi rasgada pelo prefeito local, que não observou o direito adquirido por força da Lei revogada as pressas pelo alcaide municipal.

CONTINUA O IMPASSE ENTRE A PREFEITURA E OS ACSs DE CABEDELO


Nesta terça-feira (07.07), os agentes de saúde de Cabedelo se reuniram, no teatro Santa Catarina, para discutir a demissão dos 119 agentes. Esses profissionais foram demitidos no útimo sábado (04/07, por força de uma lei aprovada na Câmara e que revoga a efetividade dada aos Agentes de Saúde do município pela Lei 1.323/2006. Sem empregos, os agentes não sabem os motivos da exoneração determinada pela Prefeitura Municipal. Já o Sindicato da Categoria, anunciou que só teve acesso a decisão do prefeito nesta segunda(06)à noite. Mariza Lopes, coordenadora dos agentes de saúde no Sindicato dos Servidores Municipais, assegura que, entre os demitidos, existem pessoas que já serviam ao município há mais de 15 anos.
Já a Assessoria de Comunicação do município, informa através do site oficial da Prefeitura que, a Lei Municipal 1.453 de 06 de julho de 2009 decretada pelo Poder Legislativo e sancionada pelo senhor Prefeito Municipal de Cabedelo, revogou por determinação do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba – TCE, os artigos 2º e 3º e alterou os artigos 6º. E 7º. da Lei 1.323/2006 que dispunha sobre o enquadramento no cargo de provimento efetivo do Município de Cabedelo, dos Agentes Comunitários de Saúde e os Agentes de combate as endemias.
Em um dos trechos do documento se lê: Artigo 6º. – Os cargos públicos criados nos termos da presente Lei, independente do disposto no Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Cabedelo, serão extintos nos seguintes casos: I Quando declarados vagos – II – Extinção dos Programas Federais Relativos.
"O que houve foi uma rigorosa atenção da nossa parte ao que preceitua a legislação", disse o prefeito Zé Régis. – "Estamos cumprindo a Lei. Não é intenção nossa de forma alguma colocar pais e mães de famílias que prestaram e prestam relevantes serviços a Cabedelo no “olho da rua”, mas, com a medida que tomamos por determinação superior, na verdade vai oportunizar de que estes que foram contratados por tempo determinado, possam participar de uma processo seletivo uniforme e estando na sua atividade após o concurso que vamos realizar, tenham estabilidade como manda a Lei", reiterou o prefeito.
A Lei assinada pelo prefeito no seu artigo 7º. Define: - Os profissionais que, na data da publicação da Lei Federal 11.350/2006 exerciam atividades próprias de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, vinculados diretamente aos Gestores locais do SUS ou à Entidades de Administração Direta, não investidos em cargo ou emprego público , poderão permanecer no exercício destas atividades , através de contrato por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos da Lei 1.011 de 31 de janeiro de 2001, até que seja concluída a realização de processo seletivo público pelo Município, com vistas ao cumprimento desta Lei.
Segundo inform o Secretário de Comunicação Ramalho Pinto, não houve como manter essa mão de obra qualificada com estabilidade em seus cargos sem o concurso público. – Mas, o bom é que agora todos poderão dar provas de que há “males momentâneos que vem para o bem”, pois, realizando o concurso, os que já atuam poderão ganhar a estabilidade que merecem, e assim, a prefeitura cumprirá a sua parte e a população é quem ganhará com isto, além dos próprios agentes que continuarão suas atividades com a tranqüilidade de pertencerem ao quadro efetivo e não mais temporários da prefeitura, afirmou.

PREFEITO DE CABEDELO REVOGA LEI QUE EFETIVAVA AGENTES DE SAÚDE.


Recebemos informações de que a prefeitura de Cabedelo teria remitido e aprovado na calada da noite, um projeto de lei revogando a efetividade de todos os Agentes Comunitários de Saúde da cidade. Segundo ainda uma fonte que trabalha em setor privilegiado da prefeitura, o prefeito José Régis irá demitir todos os Agentes de Saúde. O ato do Prefeito pegou a categoria de surpresa e teria criado grande revolta na categoria que se reunirão hoje 07/07, no teatro Santa Catarina para avaliar o ato do alcaide local.
O RENASCER EM NOTÍCIA entrou em contato com alguns Agentes e foi informado que nesta terça-feira, a categoria irá procurar os vereadores para pedir-lhes explicações. O Sindicato da categoria enviou oficio ao prefeito José Régis para que a prefeitura possa explicar realmente o que a teria levado a tomar tal atitude. “Isso não se faz, são mais de uma centena de pais e mães de família que ficam espostos a o bel prazer do administrador, como era antes e poderão até serem desligados do programa por perseguição e, com certeza, irão passar fome”, desabafou uma Agente que não quis se identificar. Outro Agente de Saúde nos informou, que todos estão revoltados e até o momento nenhuma explicação foi dada por parte da prefeitura nem da Câmara Municipal. O agravante é que todos poderão serem demetidos. A categoria de agentes da cidade temem por este ato de demisão em massa. Se isso acontecer, justamente em um período em que a cidade passa por sérias inundações, quem irá sofrer as consequencias é a população cabedelense. O trabalho do Agente de Saúde é importantíssimo, principalmente nesse período de chuvas. Sem o trabalho desses profissionais, a saúde da população passa por sérios riscos devido a proliferação de doenças que poderiam ser evitadas, ou no mínimo, identificadas por eles.
Com a palavra o Secretário de Comunicação do Município, Sr. Ramalho Pinto, que poderá nos remeter as razões que levaram a Prefeitura a tomar tal decisão, para que possamos publicar neste espaço e tranquilizar a população que está apreensiva. Contato: naldomcr@ig.com.br
O RENASCER EM NOTICIA será informado de tudo o que acontecer na reunião prevista para acontecer as 14:00 hs. desta terça-feira no teatro Santa Catarina e irá publicar o resultado.

MATA DA AMEM PODERÁ INEGISTIR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES


A Floresta Nacional (Flona) da Restinga de Cabedelo, conhecida como ‘Mata da Amém’ pode deixar de existir. Isso porque estudos do Ministério do Meio Ambiente preveem a descaracterização da mata, que pode perder a categoria de Reserva Ambiental e, com isso, deixar de ser protegida por lei. Entre os motivos da mudança, estão a falta de conservação do local, caracterizado pelo desmatamento e avanço de moradias precárias, observada no entorno da mata, e a falta de recursos para autossustentabilidade.
Segundo o analista ambiental do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) na Paraíba, Ronilson Paz, com a perda do “status” de Área de Proteção Permanente (APP), a mata tem poucas chances de sobrevivência. Ele afirmou que o argumento utilizado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) para a reclassificação da Flona se refere ao fato de que a mata da Restinga não atinge os objetivos previstos no decreto de criação, firmado em 2 de junho de 2004, entre os quais está a utilização do espaço para pesquisas científicas.
Com a alteração, vai haver uma maior interferência humana no que se refere ao desmatamento para construção de casas, caso seja comprovado o interesse social. Nesses casos, o Ibama não pode atuar já que não vai existir lei que resguarde a preservação do local”, disse. Ronilson Paz ressaltou que a Flona da Restinga é a única área de restinga da Paraíba e confere uma das poucas unidades do país. “O MMA está promovendo estudos para mostrar que a Flona não está atendendo os requisitos, no entanto o Ibama vai lutar para comprovar a viabilidade da unidade de conservação”, assegurou.
Moradores da comunidade João Paulo II, no bairro Renascer III, instalaram barracos de madeira e, por conta da invasão de habitações, problemas como acúmulo de lixo na beira da floresta e derrubada de árvores podem ser constatados em uma simples visita ao local. Os próprios ocupantes denunciam a situação de abandono da Flona da Restinga, com a derrubada de árvores e a falta de fiscalização do órgão responsável. “Raramente ocorrem visitas para combater o avanço do lixo e derrubada de árvores, destruindo a mata”, disse a catadora de material reciclável Maria Damiana do Nascimento, que mora com o marido e o único filho há quatro anos em um barraco de madeira erguido ao lado da mata. Ela conta que adquiriu a moradia por meio de uma troca, em que o antigo proprietário exigiu apenas uma carroça.
A moradora Maria Augusta de Santana, que vive há nove anos em um barraco no João Paulo II, confirma a declaração da outra moradora e confessa que a maior parte das pessoas que fazem parte da comunidade teme a intervenção dos infratores, que circulam livremente com pedaços de madeira em carroças. “A gente vê sempre homens recortando árvores e saindo da mata com carregamento de madeira, mas não podemos fazer nada. O caso é ainda mais grave porque eles se sentem à vontade, já que não existe atuação do Ibama”, avisa.
Maria Augusta disse que no mês passado houve uma ação educativa, junto à comunidade, para evitar o despejo de lixos na mata, promovida por uma equipe composta pela administradora da Flona da Restinga, Carla Marcon, Polícia Florestal e ainda funcionários do ICMBio. A Flona da Restinga de Cabedelo, criada em 2004, possui 103,3 hectares, com áreas de mangue e restinga. A reportagem tentou entrar em contato com a administração da Flona da Restinga, no entanto recebeu a informação de que a gestora Carla Marcon estaria em período de férias e os funcionários não poderiam repassar o número do telefone celular.
Além da reserva paraibana, outras três Flonas, das 65 florestas nacionais existentes, correm o risco de serem reclassificadas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), as Florestas Nacionais de Ipanema, em São Paulo, de Caçador, em Santa Catarina, e do Jamanxim, no Pará por não atenderem requisitos como o da autossustentabilidade. A coordenadora de monitoramento de floresta nacional do ICMBio, Viviane Lasmar, explicou que ainda não tem informação oficial sobre a questão e desconhece em quais categorias as Flonas rebaixadas serão inseridas. “Vamos realizar uma reunião de coordenação com a diretoria para estabelecer planos de estratégia e a partir daí poderemos nos pronunciar sobre o assunto”, enfatizou.

Reportagem de Jacqueline Santos
Reproduzida do Soltando o Verbo

Professor do Amapá, lança livro sobre a saga de Altimar Pimentel e o Teatro Experimental de Cabedelo



Tem livro novo no mercado resgatando a história de Cabedelo. O professor universitário Romualdo Palhano, estará lançando no próximo dia 11 de julho, a partir das 20:00hs, no Teatro Snata Catarina em Cabedelo, seu novo livro: “A Saga de Altimar Pimentel e o Teatro Experimental de Cabedelo”.
Romualdo Rodrigues Palhano, mais conhecido como Prof. Palhano, é natural de Nova Cruz, pequena cidade situada ao sul do Estado do Rio Grande do Norte, onde realizou seus primeiros estudos. Desde criança teve estreitas relações com a arte. Seus primeiros desenhos, e representações dramáticas, foram realizados no “Colégio Nossa Senhora do Carmo” ainda no Rio Grande do Norte. Aos oito anos de idade migrou para o Estado da Paraíba onde se identificou de forma idiossincrática e telúrica, adquirindo, ipsis litteris, influências profundas da cultura paraibana. Em Itabaiana-PB, durante a década de 1970, concluiu os cursos: primário, ginasial e secundário, diga-se de passagem, em escola pública. No mesmo período, atuou em várias peças teatrais como a da foto (1979 – “A Chegada de Lampião no Inferno”. No detalhe, Romualdo Palhano no papel de cego.)
É graduado em Licenciatura Plena em Educação Artística, com habilitação em Artes Cênicas, pela Universidade Federal da Paraíba, onde também conclui uma pesquisa sobre teatro e comunidade, se tornando Mestre em Serviço Social. “O Lúdico e o Lúcido em Cena – Teatro Experimental de Cabedelo” foi o título da dissertação apresentada à banca examinadora e aprovada com distinção.
É professor concursado, ligado ao Colegiado de Artes da Universidade Federal do Amapá. Atualmente está realizando curso de Doutoramento em “Ciências Sobre Arte – História, Teoria e Crítica do Teatro”, pelo Instituto Superior de Arte, da cidade de Havana – Cuba.
Esta obra merece não só o nosso registro, como também, ser prestigiada pelos cabedelenses. Já os políticos da cidade deveria aplaudir esta atitude ao invés de ficarem ameaçando jornalistas ou preocupados em anteciparem a eleição da mesa diretora da Câmara.
Perguntar não ofende! Cadê o projeto de denominar o teatro desta cidade (que ele ajundou a fundar)com o nome do nosso escritor, teatrólogo, historiador, folclorista, acadêmico e, um dos maiores intelectual que esta cidade ja abrigou, Altimar de Alencar Pimentel?.
Vai chegar este dia em que os nossos políticos passarão realmente a trabalharem para o desenvolvimento de nosso povo e pensar menos na próxima eleição. Como diria o poeta Zé da Luz, "Ai se sesse".

IMPRENSA INTIMIDADA EM CABEDELO.


O jornalista Welington Costa denuncia em editorial do portal de notícias que edita e dirige na cidade de Cabedelo, que sofreu intimidação, humilhação e até ameaças por parte de um influente político daquela cidade e que o jornalista não declinou o nome.
Nós que fazemos o Renascer em Notícia repudiamos tal atitude e classificamos de atentado ao livre direito de manifestação do pensamento e tentativa de amordaçar os que querem fazer um imprensa livre e sem cabresto nesta cidade.
Segundo o portal soltandooverbo.com, editado pelo jornalista, O AI-5 em Cabedelo foi instalado contra a mídia. Contra a imprensa e se estende a todo cidadão que ouse reclamar ou se valer do Estado Democrático de Direito, exigindo explicações dos gastos públicos, cobrando melhorias e reivindicando direitos. Quando decidimos ser porta-vozes da nossa gente, já esperávamos enfrentar tudo o que estamos enfrentando. Diz o jornalista. Acrescentando que, já esperáva sofrer as humilhações e ataques políticos que está passando. Welington Costa afirma que o teor das intimidações e o nome do político, serão revelados em outra oportunidade. Acrescentando que, uma vez feita a escolha de informar com liberdade, não tem mais como recuar. "O Soltando O Verbo está aqui para isso: Para discutir tudo aquilo que vovó dizia que não se discute: política, futebol, religião e o que aparecer". Afirmando ainda que o editorial vem gritar em alta voz que, não teme ameaças de políticos, não teme intimidações de pessoas que são pagas por nosso dinheiro e se acham acima de tudo e de todos. "O momento de revelar a quem estamos nos referindo não é agora, mas, chegará. Apenas mandamos nosso recado que “Tememos mais a miséria do que a morte, tememos mais a indignação do povo do que as ameaças e intimidação que recebemos”. Tudo o que é verdade merece ser publicado, doa a quem doer". Cita Rui Barbosa e Thomas Jefferson para dizer que, “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto” (Rui Barbosa). E que “Se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, não vacilaria um instante em preferir o último”. Welington afirma ainda que ao receber a carta do influente político de Cabedelo lhe intimidando a ficar calado e não divulgar o que chamou de "desmandos e incompetência administrativa" que segundo ele, fez fez morada em Cabedelo, foi moralmente humilhado, constrangido e ameaçados.
A tentativa de intimidação não atinge somente o portal Soltando O Verbo. Mas, toda sua equipe de colaboradores, seu internautas e os que lhe dão crédito, pois, nestes quatro meses de existência, faz valer o verdadeiro papel dos meios de comunicação, democratizando o saber, o educar, o investigar com coragem e determinação para denunciar a corrupção e os desmandos administrativos do poder público. A opinião pública merece respeito e à imprensa cabedelense deve continuar cumprindo seu papel de informar. Este político, ameaça a liberdade de consciência e o Estado Democrático de Direito e merece o repúdio da imprensa e dos cidadãos cabedelenses.
O Renascer em Noticia está solidário com o jornalista Welington Costa e acredita que, o compromisso do Portal Soltando O Verbo, mesmo depois das ameaças sofridas, continuará sendo unicamente com “a notícia do tamanho da verdade, doa a quem doer”, como dizia o colega da rádio Planalto, de Brasília, morto com tiros de escopeta calibre 12 quando saía do estúdio da emissora, no Distrito Federal. Motivo da morte encomendada: denúncias contra “peixes graúdos travestidos de autoridades”.
Esperamos que o jornalista decline o nome deste "bandido" travestido de político para as ameaças e intimidações sejam cessadas e o AI-5 seja realmente revogado em Cabedelo. O Renascer em Notícia ratifica seu apoio ao jornalista e comunga dos ideais de irradicar da sociedade cabedelense os políticos que só pensam neles próprios. Assim como Welington, assumimos o compromisso de denunciar as mazelas sociais enquanto existirem em nossa cidade: “insegurança alimentar”, famílias morando em condições sub-humanas em palafitas e favelas numa cidade tão rica como a nossa.
A sexta-feira 13 de 1968 não voltará a assombrar o povo Cabedelense e menos ainda, os ativistas da informação que se atrevem a enveredar pela imprensa livre. Como Radialista que sou, DRT-PB2.913, não gostaria e nem quero divulgar que radialistas tiveram seus programas cassados e retirados do ar para satisfazer a politicagem de plantão. Porquer enquanto enquanto estes profissionais da imprensa forem taxados de “Pessoa Non Grata” por instituições públicas que deveriam fiscalizar o Executivo ou mesmo, Executivo que usa o poder que tem, dado pelo povo, para intimidar, humilhar, desmoralizar, ofender e constranger a quem se arrisca a dar informações à sociedade, não estaremos livres dos golpistas de 64 que vez por outras, aparecem em cabedelo.
Se querem fazer terrorismo e tentar garantir um passaporte para a impunidade, intimidando a imprensa, saibam que não somos marionetes e nem maquinetas de reprodução de seus interesses. Que fique claro, jornalistas e radialistas como os companheiros Welington Costa e Aguinaldo Silva, continuarão honrando seus nomes e não temerão ameaças de "pseudos" políticos e bajuladores de plantão.

Wellington Costa e
Agnaldo Silva.

FESTIVAL JURANDY DO SAX – 3.000 EXECUÇÕESDO BOLERO DE RAVEL


Com direito a solenidade de abertura, a comemoração das 3.000 apresentações do Bolero de Ravel será nos dias 11 e 12 de julho de julho no Anfiteatro do Jacaré com a presença de várias autoridades. Após a recepção das autoridades e o cerimonial no dia 11, a partir das 15h o artista juntamente com outros como JP SAX, Ivanildo Sax de Ouro, Caio Mesquita, além de Bandas de Música farão apresentações no Anfiteatro construído pela Prefeitura, Jurandy fará sua apresentação habitual a bordo da sua canoa, indo ao encontro de JP SAX, em pleno Rio Paraíba e ao final haverá um show pirotécnico.
Semelhante execução será realizada no dia 12, só que desta vez com a participação de Caio Mesquita no Por do sol em Jacaré e a noite às 22h um cerimonial seguido de um baile com Jurandy do Sax, Ivanildo Sax de Ouro e Caio Mesquita no Jangada Clube. Um pouco da história do artista: a HISTÓRIA de Jurandy se confunde com a da cidade, por um misto de “magia” e bravura, pois, Cabedelo tem na sua bandeira o lema URBIS NESCIA VINCI – A CIDADE QUE NÃO SER VENCIDA e o músico que já foi recebido na França e está para integrar as celebridades que integrarão o Guiness Book tem perfil semelhante pela dedicação a execução diária de um Bolero que cruza oceanos para dizer ao mundo que em Cabedelo, pulsa corações quando o ocaso chega, com a saudação de Maurice Ravel na versão JS(Jurandy do Sax).
Cabedelo é famosa por suas manifestações folclóricas preservadas, além de ser sede do único porto do Estado. Aliás, as maiores e mais visitada atrações turísticas do Estado estão nesse “Pequeno Cabo de Areia”. Mas, na Praia do Jacaré, todos os dias o pôr do sol é embalado pelo “Bolero”, de Ravel. Roupa branca, Sax “em punho” e a bordo de uma pequena embarcação, Jurandy leva os turistas, visitantes e nativos ao “êxtase” quando a “esfera solar” se dirige ao seu “lugar” imaginário de “dormida”, enquanto mãos nervosas de emoção fixas ou “correndo de uma lado para o outro” tentam registrar o momento quando não apenas com os olhos , as filmadoras e câmeras sem quebrar o encanto da melodia, são manuseadas por milhares de seres humanos vindos de todas as partes deste planta chamado terra.

QUEM É JOSÉ JURANDY FÉLIZ O JURANDY DO SAX?

Todo o mundo, em Livramento, cidade do Cariri Paraibano, próxima à divisa com Pernambuco se surpreendia com o talento precoce, beirando à genialidade, do pequeno filho do conhecido Cabo João, Jurandy, que já aos nove anos emocionava a todos ao tocar clarinete, assimilando com perfeição ao ensinamento transmitido pelo maestro da Banda Municipal, Abel Simplício. João Félix da Silva, o popular cabo João, casado com dona Maria Anunciada da Silva, começou a perceber o fascínio do filho Jurandy pela música, desde quando chegou com a família a Livramento, vindo transferido de Água Branca, região de Princesa, cidade Natal de Jurandy e também de sua única irmã, Jaci. Por isso, ele sempre diz que se considera filho de duas cidades, Água Branca e Livramento. Logo que chegou a Livramento, com apenas cinco anos de idade, Jurandy já demonstrava seu fascínio pela música instrumental ao ver a Banda Municipal se apresentar, até que sua vontade e talento fossem percebidos pelo maestro.
Na capital paraibana passou a integrar a Banda de Musica Municipal, a famosa Banda 5 de Agosto (nome alusivo a data de fundação da cidade), regida, na época pelo maestro João Lopes. O concurso da Banda de Musica da Policia Militar do Estado da Paraíba, realizado no ano seguinte (1981) classificou Jurandy em primeiro lugar. Provavelmente, se naqueles anos, Jurandy tivesse se aventurado na carreira artístico-musical, teria alcançado grande sucesso. Todavia, devido às incertezas do meio artístico, e com a responsabilidade de sustentar a família, optou pela segurança do funcionalismo público-militar.
Chegando ao posto de segundo sargento músico na Banda da PM exerceu a função de primeiro clarinete solista, tocou sax tenor e participou do disco comemorativo do sesquicentenário da Policia Militar do Estado da Paraiba, gravando performances em clarinete, sax alto, sax soprano e sax tenor. Enquanto militar teve uma rápida passagem pela Orquestra Sinfônica Jovem do Estado da Paraíba, não podendo lá permanecer, ou mesmo integrar a grupo principal da Orquestra Sinfônica da Paraíba, devido à imposição legal da Polícia Militar ao exigir dedicação exclusiva de seu efetivo.
Um pouco por causa de tal impedimento, mas principalmente pelo fascínio da vida artística, Jurandy pediu baixa da corporação, em 1988, passando a integrar Orquestra de Frevos do Maestro Vilô, tendo a oportunidade gravar, com esse grupo, seis LPs (Long Plays). Foi tocando na Orquestra de Frevos que Jurandy teve a oportunidade participar doss célebres e concorridos carnavais do clube Cabo Branco, dividindo, inclusive, o palco com a concorridíssima Orquestra Tabajara do famoso Maestro Severino Araújo. Jurandy recorda com carinho as palavras de elogio que, mais de uma vez, recebeu do grande maestro Severino Araújo, pela suas performances e versatilidade. Também foi músico da Orquestra Tropical do Maestro Nino Araújo, como primeiro sax alto e ensaiador. Participando do primeiro seminário brasileiro de música instrumental realizado em Ouro Preto Minas Gerais, teve aulas com os renomados saxofonistas David Gang e Mauro Senise.
Sua vontade ferrenha de se qualificar continuamente o levou a conquistar, o seu diploma de bacharel em Música pela UFPB - Universidade Federal da Paraíba, com formação em clarinete. Da experiência acadêmica, obtida entre 1985 a 1991 Jurandy lembra com carinho e admiração dos professores, Maropo, Alberto Kaplan, Didier Guigue, Odair Salgueiro, Gerardo Parente, Clovis Pereira etc. além dos clarinetestas argentinos Carlos Riero e Santiago Aldana. O sonho de gravar seu primeiro disco solo foi satisfeito em 1992, ano em que Jurandy resolveu se assumir, definitivamente, como saxofonista. Com repertório que incluía composições de Milton Nascimento, Luiz Gonzaga, do próprio Jurandy e de vários compositores da terra, a produção foi intitulada SAXOMANÍACO, em homenagem a uma música do maestro Severino Araújo que também fez parte do LP. Jurandy optou por tal título no disco, “por ser um nome forte” e “a música exigir grande desempenho de seu executor”. Grande parte da tiragem de SAXOMANÍACO foi vendida entre as cidades de Jacareí e São José dos Campos, localizadas na região do Vale do Paraíba do estado de São Paulo, onde Jurandy pode contar com a colaboração de parentes e amigos, como também no Rio de Janeiro, graças ao apoio do amigo de infância, desde os tempos de Livramento Otacílio que, para Jurandy, é mais que um amigo, é um irmão daí porque no disco contem uma composição de Jurandy intitulada “Chorando pra Ota” apelido do mesmo.
Ao fazer o trabalho de divulgação do disco, Jurandy realizou shows naquelas cidades, sendo aplaudido por público e crítica. No Rio de Janeiro teve o privilégio de ser convidado para tocar ao vivo na Rádio Nacional no programa de Adelzon Alves, de grande audiência e bastante seletivo em relação aos músicos que lá se apresentavam. Nos últimos três anos é considerado o artista mais divulgado da Paraíba pela mídia regional, nacional e internacional, sendo responsável pelo produto turístico paraibano de maior sucesso, o pôr-do-sol do Jacaré com Jurandy do Sax tocando o Bolero de Ravel numa canoa que navega lentamente no Rio Paraíba, em frente aos restaurantes da praia do Jacaré. Jurandy tem quatro filhos do seu primeiro casamento com Maria do Socorro Félix, Micheline, Roberta, Jorge e Tassia, e cinco netos: Caio César, Mariá e Sofia, filhos de Roberta. e Artur e Julia filhos de Micheline. Atualmente está casado com Shirley Alencar de Melo.

Fontes: Secom Cabedelo
Matéria: Marcos Matias
Fotos: Daniell Mendes

ALPB VOTA LDO E EMPRÉSTIMO NA TERÇA-FEIRA


O presidente da Assembléia Legislativa, Arthur Cunha Lima (PSDB), na manhã desta quarta-feira (01/07), anunciou a convocação de sessão deliberativa para a próxima terça-feira (07.07) para apreciação e votação de matérias pendentes na Assembléia Legislativa, suspendendo dessa forma, o recesso parlamentar de 15 dias.

Na manhã da próxima terça-feira, a Comissão da Constituição e Justiça e da Comissão de Execução Orçamentária se reunirá para que no período da tarde seja realizada a sessão deliberativa, onde serão apreciados e votados o projeto Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o projeto de autoria do Executivo pedindo autorização legislativa para contrair empréstimo de R$ 191,5 milhões ao BNDES.

A convocação da mesa-diretora será publicada no Diário do Poder Legislativo (DPL), na edição desta quinta-feira (02). Arthur observou que a convocação mantém a tramitação normal da tramitação dos projetos. Já na quarta-feira (08) tem início o segundo semestre legislativo. "A Assembléia Legislativa deveria ter entrado de recesso na sexta-feira (19.06). Como a LDO não foi votada por falta de quórum, com a ausência da 16 deputados da base governista, o Legislativo continuou funcionando, embora não pudesse realizar sessões deliberativas por conta dos serviços de limpeza do sistema central de ar condicionado e da instalação dos painéis de votação eletrônica no plenário", disse.

O presidente da Assembléia Legislativa reafirmou, nesta quarta-feira (01), que nunca se posicionou contra o pedido de empréstimo de R$ 191,5 milhões pelo Governo do Estado ao BNDES. Ele disse que, como deputado, sua posição continuará insistindo na transparência imprescindível para os gastos que serão realizados pelo Governo do Estado a partir desses recursos.

Arthur voltou a enfatizar que os serviços na limpeza do ar eram inadiáveis. "Os pregões para os serviços foram realizados em maior, antes da chegada de qualquer matéria do Executivo na Assembléia. O recesso foi adiado por conta da ausência no plenário para a votação da LDO. Não foi a mesa-diretora quem criou esse impasse", disse.



Fonte: HERMES DE LUNA

CÂMARA DE CABEDELO APROVA APLAUSOS A DURVAL FERREIRA


Os vereadores cabedelenses aprovaram no dia 09 de junho, por unanimidade, requerimento do vereador Wellington Viana (Leto), presidente da Câmara de Cabedelo, que confere “Votos de Aplausos” ao Presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Vereador Durval Ferreira da Silva Filho.

A homenagem figura como um reconhecimento pelo empenho de Durval Ferreira no Congresso Nacional, em Brasília (DF), ao lado dos demais Presidentes de Câmaras, em defesa dos interesses dos Poderes Legislativos Municipais do país, notadamente, quanto à garantia dos recursos necessários a manutenção de suas atividades.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Cabedelo

RICARDO COUTINHO DISCUTE ACESSIBILIDADE COM VEREADORES E COM ENTIDADE DE DEFICIENTES

O prefeito Ricardo Coutinho recebeu em seu gabinete, na manha desta terça-feira (01), representantes de pessoas com deficiência e vereadores para discutir a acessibilidade na capital.
Durante a audiência foi solicitado a criação do conselho municipal da pessoa com deficiência, uma coordenadoria municipal e o passe livre para acompanhantes de pessoas com deficiência. O prefeito Ricardo Coutinho se comprometeu em analisar as propostas.

O presidente da Associação de Deficientes e Familiares, Francisco Isidório, afirmou que falta para João pessoa uma política mais consistente onde as secretarias dialoguem em entre si, por isso a importância da coordenadoria, Francisco ainda disse que mesmo com as ações que vem sendo desenvolvidas pela prefeitura ainda existem muitas necessidades ao que se refere a acessibilidade, “vivemos em uma cidade feita desde sua fundação para atletas e não para pessoa que tenham alguma limitação física” .

A vereadora Eliza Virgínia (PPS) destacou a importância do dialogo aberto entre a prefeitura e os representantes das pessoas com deficiência, a vereadora, que tem como uma das atuações de seu mandato a defesa da pessoa com deficiência, foi convidada pelas instituições a estar na audiência pelo trabalho desenvolvido na Câmara, estiveram na audiência representantes do Instituto dos Cegos, ASDEP, ASSEDEP, APDEP e APAS.

CÂMARA DE CABEDELO INSTALA PARLAMENTO MIRIM


Em Sessão Solene realizada na Câmara Municipal de Cabedelo tomaram posse os 09 Vereadores Mirins, estudantes de 5ª a 8ª séries escolhidos e eleitos por suas escolas. A iniciativa foi do Dr. José Célio Lacerda, Juiz eleitoral da 57ª zona, em parceria com a Câmara Municipal de Cabedelo estiveram presente na solenidade o promotor eleitoral Rogério Lucas e Dr.Vicente Brito, que na oportunidade estava representando do TRE da Paraíba.
Com o projeto Vereador Mirim, os jovens, muito antes de atingirem a idade legal, exercem seu direito de votar e ser votado. A posse que aconteceu na última quinta-feira (08) no plenário José Góes as 15h00 e os novos vereadores já puderam exercitar a cidadania, participando ativamente da elaboração, discussão e aprovação de leis de interesse da comunidade.
Segundo o presidente da Câmara de Cabedelo, Luceninha, nesse período os Vereadores Mirins aprendem na prática como funciona o Legislativo Municipal, vivenciam como se desenvolve as relações entre o poder público e a comunidade e podem avaliar o papel do vereador e sua importância para a cidade. “Já tivemos, antes da posse, uma reunião e eles participaram de uma sessão”, disse Luceninha.
O Juiz José Célio começou observar que algumas escolas costumeiramente levavam seus alunos para conhecer o Legislativo Municipal e o cartório eleitoral com as mais variadas perguntas e na sua maioria de grande importância. Estas visitas, contudo, resumiam-se a um breve passeio pelo prédio da Câmara, sem que os estudantes tivessem a oportunidade sequer de assistir a uma sessão legislativa, fato este, que culminou neste projeto pioneiro na Paraíba, e estejam certos que a população cabedelense sairá enriquecida com a concretização do Programa Vereador Mirim, afinal, sua representatividade junto ao Poder Legislativo Municipal conquistou espaços antes inexistentes, que agora, com a dedicação empregada pelos alunos Cabedelenses, encontram-se plenamente solidificados. “Fico feliz que este projeto tenha sido implantado na minha gestão como juiz eleitoral da 57ª zona, e mais ainda quando vejo jovens discutindo problemas de sua cidade e agora como vereadores mirins deste município”, disse o juiz eleitoral.
Para a diretora do Rosa Figueiredo, professora Rosita, que dos nove vereadores, três são de sua escola, essa interação tem proporcionado aos estudantes uma compreensão maior do papel do Legislativo Municipal e contribuído para a formação da cidadania, seja pelo melhor entendimento dos aspectos políticos da sociedade ou pelo conhecimento dos direitos e deveres de cada um. “Nossa sociedade foi contemplada com um Programa que visa contribuir com o aperfeiçoamento do sistema municipal de ensino, englobando, de forma prática, a área político-legislativa”, disse Rosita.
Luceninha comentou que a partir de fevereiro a câmara irá realizar sessões itinerantes em todos os bairros de Cabedelo e os vereadores mirins irão acompanhar e mostrar seus projetos ? comunidade juntamente com os parlamentares daquela cidade. “ Durante seu mandato de doze meses, o vereador mirim será encarregado da comunicação entre a Câmara Municipal e sua respectiva escola, bem como da divulgação das ações do Legislativo junto ? comunidade onde tem residência fixa”,disse Lucena .

Fonte: Jornal Correio da Paraíba.

POLÍCIA PRENDE TRAFICANTE DE DROGAS EM CABEDELO

O excelente trabalho que a Polícia vem fazendo em Cabedelo, pode ter tirado de circulação mais um suposto traficante na cidade portuária. Desta vez foi no bairro do Jardim Manguinhos. Cícero José da Silva, 38 anos, foi preso com seis quilos de crack na noite desta segunda-feira (29). Ele estava com a drogada escondida numa bolsa.

A prisão de Cícero José aconteceu no início da madrugada desta terça-feira, 30, no Jardim Manguinhos, em Cabedelo, próximo a linha férrea. A droga estava escondida numa bolsa escolar. A polícia acredita que ele iria repassar a droga para viciados naquela localidade. A prisão do acusado foi efetuada por policiais do Serviço de Inteligência da 4ª Companhia de Polícia Militar.

Na 7ª Delegacia Distrital, segundo a polícia, foi descoberto que Cícero usava canoa para traficar a droga. Os fundos da casa onde mora fica praticamente dentro da maré. O traficante após ser autuado em flagrante foi transferido para a Central de Polícia.

O acusado apresenta problemas mentais e nega ser o proprietário da droga. Segundo ele, ao notar a presença da Polícia, um homem não identificado o entregou a bolsa e fugiu tomando rumo ignorado.

Da redação

Gostou do que leu? Comente. Compartilhe. Divulgue

RENASCER EM NOTÍCIA

Minha foto

AGUINALDO SILVA - Radialista Profissional - 2.913 DRT-PB, 46 anos, servidor publico, natural de Mulungú-PB, radicado em Cabedelo-PB desde 1988, divorciado, pai de um casal de filho, produtor e ativista cultural, socialista por convicção, militante social, cultural e político em Cabedelo,  blogueiro, escreve no site www.cabedelonarede.com.br e no blog www.renasceremnoticia.blogspot.com
Ama os seres humanos e detesta a desigualdade social. "Se voce é capáz de se indignar com o sofrimento de seu semelhante, somos amigos" Frase de Che Guevara que tem como moldura em sua vida.
Atualmente trabalha na Casa da Cidadania de Cabedelo e busca ativar o movimento cultural do Renascer e interligar em rede, o terceiro setor de Cabedelo.
 
Site: Cabedelo Na Rede : Click aqui Copyright © 2011. Renascer em Notícia - Editado por Rhicardho
Proudly powered by Blogger